shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > OPINIÃO > SEGUNDO PARTIDO MAIS VOTADO CONCEITO INEXISTENTE TUIR CRDTL

SEGUNDO PARTIDO MAIS VOTADO CONCEITO INEXISTENTE TUIR CRDTL

Pe. Pinto Gusmão, Alípio

Hanoin lisuk ho Pe. Dr. Júlio Crispim (Jurista e Académico)

 

Iha dia 16 Nov. 2017, Departamento Comunicação Diocese Dili, iha website www.diocesedili.org, dala ida tan publica artigo ida ho título “Segundo partido mais votado conceito inexistente tuir CRDTL”. Pessoalmente, ha’u mos orgulho tebes, tanba bele hamutuk ho Dr. Pe. Júlio Crispim, hodi hanoin lisuk art. 106o, no1. Artigo 106o n.o 1 nebe pelo menos to’o tempo ida ne’e dada ema barak nia atenção, hodi hato’o ka expressa ida-idak nia opinião nudar cidadão rai ida ne’e nian. Ha’u hakarak hanoin lisuk dala ida tan hamutuk ho Ha’u nia antigo formador Pe. Dr. Júlio Crispim, jurista e acadêmico.

  1. Regra interpretação jurídica

Pe. Júlio Crispim nia artigo ne’e hariku liu tan ha’u no hein katak hariku mos maluk leitor sira hotu liu-liu kona ba Regra interpretação jurídica nebe consagra iha lei, ho nia modalidade hanesan ita nia jurista Dr. Pe. Júlio temi tuir mai ne’e: 1) interpretação autêntica, interpretação doutrinal no interpretação juridicional. Atu halo interpretação ida los no lolos Pe. Júlio afirma katak precisa elemento sira hanesan “interpretação gramatical, lógica, histórica, sistemático, racional no interferência lógica das regras implícitas. Pe. Júlio Regra hirak temi iha leten ne’e, sem dúvida nenhuma, ha’u concordo 100%.

  1. Interpretação grammatical: Interpretação ida fragil, matak e kiak?

Tuir Pe. Júlio, ha’u nia interpretação gramatical ne’e los duni maibe interpretação gramatical interpretação ida fragil, matak e kiak, tanba ne’e iha artigo ne’e autor Pe. Júlio dehan katak “Pe. Pinto Gusmão, Alípio ladauk tein tan material juridical nian, hasai uluk ona conclusão ida nebe la corresponde lolos ho espírito sistema jurídico-constitucional niian nebe composto husi espírito legislador, espírito sistema jurídico no espírito racional norma ne’e nian rasik…”. Hatutan tan katak “ciência jurídica simu interpretação gramatical ne’e nudar mero ponto de partida ba interpretação juridica nebe, em regra (art. 8o, Lei n.o 10/2011)…”. Ha’u agradece tanba husi hanoin lisuk ida ne’e, ha’u bele hatene tan regra sira kona interpretação juridical, tanba antes ne’e ha’u nunca lê Lei n.o 10/2011. Maibe se ha’u nunca lê lei ida ne’e maibe interpretação gramatical sai nudar ponto de partida, ha’u orgulho tanba pelo menos ha’u hakat tuir ona ponto atu hahú.

Pergunta mak ne’e, interpretação gramatical deit ne’e frágil, matak e kiak ou frágil los, matak los e kiak los? Ha’u hakarak dehan momos katak se atu interpreta tuir regra sira hanesan temi iha leten, diak liu husik jurista interpreta tanba sira mak hatene diak liu regra sira ne’e compara ho ha’u nian. Mas que jurista sira mesak hatene regra sira kona ba interpretação jurídica maibe sira nia interpretação mos dala barak la hanesan. Saida mak halo ha’u iha coragem mas que laos jurista, atu halo interpretação deit kona ba estrutura gramática e lakohi koalia buat hirak nebe sai husi frase sira nebe hakerek ou forma art. 106o no1? Razão fundamental rua tuir mai ne’e:

1a). Hanesan Pe. Júlio cita husi Lei no. 10/2011 “ a interpretação não deve cingir-se a letra da lei e não pode ser considerado pelo interprete o pensamento legislativo que não tenha na letra da lei…”. Antes ha’u lê, Pe. Júlio nia artigo nebe temi iha leten, ha’u lahatene exactamente lei ida ne’e maibe mos molok ne’e, ha’u iha princípio katak labele koalia buat nebe la mosu iha gramática ou frase hirak nebe forma art. 106o n.o1.

2a) Iha grupo jurista timorense e português nebe hakerek no publica CRDTL anotada, edição fechada 15 de Setembro de 2011 no apresenta ba Tribunal Recurso iha dia 25 de Novembro 2011. Hahu husi tempo neba ita iha anotação hirak nebe bele sai fundamento ba interpretação sira kona ba CRDTL. Iha anotação no 2, art. 106.no1 dehan:

 

“A Constituição aprovou um sistema eleitoral proporcional que transforma o Parlamento num espelho fiel das preferências expressas pelo voto popular. A opção pelo método proporcional visa refletir no Parlamento toda a riqueza e pluralismo da nova democracia emergente. O problema da governabilidade fica dependente da arbitragem do Presidente da República. Com o intuito de limitar este poder conferido ao Presidente da República, a Constituição timorense não se limita a prever que ele deve nomear o Primeiro-Ministro, tendo em conta os resultados eleitorais. Vai mais longe e explicita que, no exercício dessa “competência exclusiva”, o Presidente, depois de “ouvir os partidos” representados no Parlamento, deve nomear o “Primeiro-Ministro indigitado” “pelo partido” mais votado ou “pela aliança de partidos com maioria parlamentar”, segundo a formulação literal da Constituição”.

 

“Segundo formulação literal da Constituição katak saida? Formulação literal ou literalmente significa rigoroso, restrito, claro, conforme a letra do texto. Tan ne’e, ha’u nia compreensão kona ba liafuan ikus iha anotação iha leten: “…o Presidente, depois de “ouvir os partidos” representados no Parlamento, deve nomear o “Primeiro ministro indigitado” “pelo partido” mais votado ou “pela aliança de partidos com maioria parlamentar”, segundo a formulação literal da Constituição” sai nudar razão fundamental hodi haré deit ba estrutura grammática, haré significado liafuan “Ou” iha dicionário português. Tuir anotação ida ne’e mak ha’u la precisa halo interpretação histórica, sistemática no racional to’o dehan “laço malu, kateri malu, sama malu”, ne’e laos ha’u nia alvo de interpretação. Tanba ha’u nia hanoin, haré grammática, significado conjunção “ou” ne’e mak bolu formulação literal. Portanto atu remata, ha’u hakarak acentua tan katak, CRDTL art. 106o no1. Anotação 2, ne’e fo importância boot liu no husu atu ita haré formulação literal art. ida ne’e. Entao “interpretação grammatical” ou “Segundo formulação literal” ne’e fragil, matak e kiak?

 

Conclusão

Baseia ba anotação 2, CRDTL art 106o no1, “…segunda formulação literal da Constituição”, hatudu momos katak interpretação gramamatical laos deit ponto de partida maibe mos ponto de chegada. Laos fragil, los, matak los, kiak los maibe forte teb-tebes, tasak teb-tebes, riku teb-tebes, lógica teb-tebes, racional teb-tebes, iha character geral, abstracto, tuir lolos espírito texto ne’e nian no jurista sira mas que domina regra sira hotu kona ba interpretação jurídica maibe iha contexto art. 106o no.1, haré formulação literal mak fundamental liu. Tan ne’e interpretação grammatical sai nudar ponto de partida no ponto de chegada tuir anotação 2 nudar temi iha leten.

Autor: Docente ISFT-Fatumeta, Dili

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *