shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > Notícias > «POLÍTICA NEBÉ DIAK MAK SERVIÇO BA DAME »

«POLÍTICA NEBÉ DIAK MAK SERVIÇO BA DAME »

SANTA SÉ

MENSAGEM SANTO PADRE FRANCISCO NIAN

BA CELEBRAÇÃO LORON MUNDIAL DAME  NIAN

1º DE JANEIRO DE 2019

 

Adapta ba lia tetun husi Mário de Oliveira Pires

 

  1. «Dame hela iha uma nee!»

          Jesus, uainhira haruka nia discípulo sira iha missão, dehan ba sira: «iha naran uma ida nebé imi tama ba, imi sei hatoo uluk katak: “Dame  hela iha uma ne’e!” iha karik ema dame nain ida iha nebá, imi nia dame sei horik ho nia;  lae karik, sei fila fali ba imi » (Lc 10, 5-6).

 

          Oferece Dame  nebé iha fuan nudar missão discípulos Cristo nian. No oferta ida ne’e mak loloos ba ema mane sira no feto sira nebé hela iha dramas no violências  husi história humana, hein dame.[1] «Uma», nebé Jesus koalia, ne’e mak família ida-idak, cada comunidade, cada país, cada continente, iha ninia singularidade no história; uluk liu laos katak cada pessoa, sem distinção nem discriminação naran deit. No ne’e mak ita ninia «uma comum»: planeta ida nebé Maromak haraik mai ita atu hela no ita hotu hetan bolu atu cuidado ho solicitude.

Ne’e mak, ha’u ninia votos iha início tinan foun ne’e : «damen hela iha uma ne’e!»

 

  1. Desafio husi política nebé diak.

          Dame  parece hanesan ho esperança nebé poeta Carlos Péguy koalia;[2] hanesan aifunan laek ida, nebé buka atu naburas iha fatuk leet sira violencia nian. Hanesan ita hotu hatene, atu buka poder hotu ho ninia folin mak lori abusos no injustiças. Política mak dalan fundamental ida atu harii cidadania no obras husi ema nian, maibe, uainhira sira nebé halao poder ne’e lamoris ho serviço ba ema tomak nian, bele sai fali instrumento hanehan malun nian, marginalização no bele too ba harahun.

 

          «Ema se hakarak sai boot liu sira seluk –Jesus dehan – nia sei sai ikus liu hotu hodi sai ema hotu nia atan» (Mc 9, 35). Hanesan Papa São Paulo VI dehan, «halao política ida nebé sério, iha ninia diversos níveis – local, regional, nacional no mundial – ne’e mak afirma kona ba dever ema nian, husi ema tomak, hodi reconhece realidade concreta no valor husi liberdade atu hili husi sira nebé mak proporciona, atu hamutuk buka too ba cidade nia diak, nação no humanidade».[3]

 

          Husi ne’e, função no responsabilidade política sai tiha hanesan desafio permanente ba sira hirak nebé simu mandato hodi servi ninia país, protege ema hirak nebé mak habita iha país ne’e no serviço atu harii condições tomak iha futuro nebé digno no justo. Uainhira implementa iha respeito fundamental ba vida, liberdade no dignidade husi ema, política sai loloos duni forma eminente ida ba caridade.

 

  1. Caridade no virtudes humanas ba política ida nebé serviço ba direitos humanos no dame.

          Papa Bento XVI fó hanoin katak «ema cristão tomak hetan bolu ba caridade ida ne’e, conforme ba ninia vocação no tuir possibilidade sira nebé mak nia iha husi incidência pólis nian. (…) uainhira empenho ba bem comum mak animado husi caridade, iha duni valência superior ida husi empenho simplesmente secular no político. (…) Ação husi ema nian iha rai, uainhira hetan inspiração no hakbiit husi caridade, contribui ba edificação cidade universal Maromak nian nebé sai meta ida nebé história família humana tomak hakat ba».[4] halao tuir programa ida nebé sei bele reconhece husi político sira, husi kedas qualquer afiliação cultural ou religiosa, nebé hakarak tebes serviço hamutuk ba diak tomak família humana nian, pratica dadaun virtudes humanas nian nebé harii husi ação política diak ida: justiça, equidade, respeito mútuo, sinceridade, honestidade, fidelidade.

 

          Propósito hirak ne’e, soin bebeik atu hanoin «rahun diak politico nian», proposta sira husi sasin nain fiel Evangelho nian, Cardeal vietnamita Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, mate iha tinan 2002:

  • Rahun diak ba político ida nebé iha noção ida nebé aas no consciência klean husi ninia papel.
  • Rahun diak ba político ida nebé haroman ho credibilidade.
  • Rahun diak ba político ida nebé serviço ba bem comum no laos deit ba próprios interesses.
  • Rahun diak ba político ida nebé fiel ho constitente nafatin.
  • Rahun diak ba político ida nebé realiza unidade.
  • Rahun diak ba político ida nebé compromete hodi realiza mudança radical ida.
  • Rahun diak ba político ida nebé hatene rona.
  • Rahun diak ba político ida nebé[5]

 

          Cada renovação iha cargos eletivos, cada período eleitoral, cada etapa husi vida pública hanesan ona oportunidade ida atu fila fali ba fonte no referência sira nebé inspira justiça no direito. Husi buat ida nebé ita iha certeza: política nebé diak mak serviço ba Dame ; respeita no promove direitos humanos fundamentais, nebé mak hanesan ona deveres recíprocos, atu tetu ho vínculo confiança nian no gratidão entre gerações tomak husi presente no futuras.

 

  1. Vícios husi política

          Virtudes ninia par, infelizmente laos deit vícios, mesmo iha política, tamba bele mos kait ho incapacidade pessoal nune’e mos ba distorções iha ambiente nia leet no iha instituição nia laran. Ba ema hotu, loos duni katak vícios husi vida política hasai tiha credibilidade iha sistema sira nia laran husi buat hirak nebé nia sei halao, hanesan mos ho autoridade, decisão sira no ação ema tomak nian nebé nia dedica ba. Vícios hirak ne’e,hafraco tiha ideal ida iha vida democrática autêntica ninia laran, mesak bosok ten husi vida pública no hatuur iha perigo ba Dame  social ninia laran : corrupção – iha ninia múltiplas formas de apropriação nebé lalos husi bens públicos ou husi instrumentalização ema nian –,negação husi direito, falta de respeito ba regras comunitárias, enriquecimento ilegal, justificação husi poder tamba força ou ho pretexto arbitrário husi «razão de Estado», tendência atu hametin poder, xenofobia no racismo, recusa atu tau matan ba Rai, exploração ilimitada ba recursos naturais iha razão lucro nian nebé imediato, desprezo husi sira nebé mak ema obriga ba exílio.

 

  1. Política diak mak promove participação foin sae sira nian fo confiança iha ema seluk.

          Uainhira exercício husi poder político visa deit atu salvaguarda interesses husi indivíduos privilegiados balun, futuro ne’e sei compromete no foin sae sira bele hetan babeur husi desconfiança, husi ne’e mak sei condena bebeik iha margem sociedade nian, sem possibilidades atu participa iha projeto ida ba futuro. Pelo contrário, uainhira política sei traduz, concretamente, iha encorajamento husi talentos juvenis no husi  vocações nebé hakarak liu mak ninia realização, Dame  ne’e sei halekar iha consciências no iha oin. Sai duni confiança dinâmica ida, nebé significa «ha’u hamlaha ba ó no ha’u fiar ba ó» iha possibilidade atu ita serviço hamutuk ba bem comum. Tamba ne’e, política mak a favor ba Dame , se expressa iha reconhecimento husi carismas no capacidades ema ida-idak nian. «ida nebé diak liu mak ho liman nakloke? Ida ne’e mak soin ba Maromak atu fo no simu. Maromak lakohi atu oho (cf. Gn 4, 1-16) ou haterus, maibé atu tau matan no tulun hodi fó moris. Hamutuk ho fuan no inteligência, bele mos, ho liman, sei sai instrumento husi diálogo».[6]

 

          Ema ida-idak bele contribui ho ida-idak ninia fatuk hodi harii uma comum. Vida política autêntica, nebé harii iha direito no iha diálogo leal entre sujeito tomak, sei hafoun ho  convicção husi feto ida-idak, cada mane no cada geração hodi hakotu iha sira promessa ida nebé bele hametin energias relacionais foun, intelectuais, culturais no espirituais. Confiança ida hanesan ne’e nunca fácil hodi hamoris, tamba relações humanas hirak nebé existe mesak complexas. Iha tempo sira hanesan ne’e, em particular, ita moris iha clima ida desconfiança nian nebé haabut an iha tauk ba ema seluk ou husi ema liur, iha ansiedade husi próprias vantagens nebé lakon, no hatudu mos, infelizmente, ba nível político liuhusi atitudes takaan nian ou nacionalismo nebé hatuur iha questão fraternidade ida ne’e nian atu nune’e ita ninia mundo nebé globalizado liu precisa. Ohin loron, mais do que nunca, ita ninia sociedades necessita duni «artesãos dame nian» nebé bele sai autênticos mensageiros no sasin nain husi Aman Maromak nian, nebé hakarak diak deit no felicidade família humana tomak nian.

 

  1. Laos funu nem estratégia husi tauk.

          Funu mundial dahuluk nian liutiha tinan atus ida nia laran, hodi fo hanoin fali foin sae lubuk mak mate iha combates ida ne’e ninia laran no populações civis nebé mak mout lakon, ita hotu experimenta mos – iha tempo ohin loron nian, sei iha ema barak liu horseik –terrível lição husi funu sira fratricidas, ne’e mak, sei laiha Dame uainhira la reduz equilíbrio husi forças no tauk. Halo ema seluk iha ameaça nia laran significa reduz nia ba estado ida nebé sai objeto no nega ninia dignidade. Ho razão ida ne’e, ita precisa hadia escala sira ho termos intimidação nian, hanesan mos proliferação descontrolada husi armas nebé mak contrárias ba moral no oinsa buka concórdia nebé loloos. Terror halo ba ema sira nebé vulneráveis liu contribui ba exílio husi populações tomak iha mundo nebé buka rai ida ho dame. La sustenta husi discursos políticos nebé buka atu acusa migrantes ba sala hot-hotu no hasai kiak sira husi esperança.

 

          Sorin seluk, precisa reafirma katak Dame  ne’e sei haabut iha respeito ba ema hotu,independentemente husi ninia história, iha respeito ba ninia direito no bem comum, husi criação nebé mak confia tiha ona ba ita no husi rikusoin moral nian nebé  transmite husi gerações nebé liu tiha ona.

 

          Ita ninia pensamento sei hammetin no particularmente, iha labarik sira nebé moris iha zonas atuais conflito nian no sira hirak nebé mak hakaas an ba sira nia moris no sira ninia direitos atu hetan duni proteção. Iha mundo, labarik ida husi sira nain neen crianças sofre violência funu nian ou husi ninia consequências, uainhira la husu sira tuir dalan legal atu sira rasik sai soldado ou hola parte iha grupos armados. Testemunho husi sira nebé serviço atu defende dignidade no respeito ba labarik sira mak extremamente precioso ba futuro humanidade nian.

 

  1. Projeto boot ida ba Dame.

          Sei selebra, iha loron ne’e, septuagésimo aniversário husi Declaração Universal Direitos Humanos nian, nebé adota hafoun  Funu Mundial  da-II nian. Ba respeito ida ne’e, sei fo hanoin ita kona ba observação husi Papa São João XXIII: «uainhira consciência husi direitos ba an rasik mak mosu ona, iha nebá sei moris forçosamente consciência kona ba dever: iha titular direitos nian, dever atu reclama direitos hirak ne’e, hanesan expressão husi ninia dignidade; iha ema seluk, dever atu reconhece no respeita direitos hirak ne’e».[7] ho nune’e, Dame  mak fruto husi projeto boot político nian, nebé sei baseia iha responsabilidade mútua no iha interdependência husi seres humanos. Maibé ne’e mos desafio ida nebé mak husu atu compreende lor-loron. Dame  mak conversão ida husi fuan no klamar, sente fácil atu reconhece dimensões indissociáveis tolu husi Dame  interior no comunitária ida ne’e:

 

          Dame iha ninia an rassik, rejeita intransigência, rai kunan no impaciência no – hanesan São Francisco de Sales aconselha – kuda dadaun «buat diak uituan ba ó nia an rasik », atu ikus mai oferece «buat diak uituan ba ema seluk»; – Dame  ho ema seluk:  familia, belun, ema fuik le’et, kiak, ida nebé ema hewai…, buka atu hametin hasoru malun, atu rona mensagem dame nian nebé lori ba ó; – Dame  ho criação, descobre dadaun dom Maromak nian nebé lanahas no parte husi responsabilidade nebé compete ba ita ida-idak, hanesan habitante mundo ne’e nian, cidadão no ator ba futuro.

 

          Política Dame nian, nebé conhece didiak ema ninia fragilidades tomak no sei ocupa iha nia, sei inspira bebeik espírito husi Magnificat Maria ninian, Cristo Salvador nia inan no Liurai Feto Dame nian, hananu hodi ema hotu nia naran: «rahun diak [husi Ida nebé Bele Buat hotu] halekar husi dersan ba dersan  nebé hamtauk Nia. Nia hatudu Nia liman nia kbiit hodi halakon ema loko an sira.

          Nia hamonu ukun nain sira husi sira tur fatin hodi foti fali ema kiak sira (…), tuir lia menon nebé Nia hakotu ona ba ita nia bei ala sira, ba Abraão no nia bei oan sira ba nafatin» (Lc 1, 50-55).

 

Vaticano, 8 de dezembro de 2018.

Franciscus

[1] Cf. Lc 2, 14: «Glória ba Maromak leten aas ba no Dame iha rai ba ema sira be Nai hadomi».

[2] Cf. Le Porche du mystère de la deuxième vertu (Paris 1986).

[3] Carta ap. Octogesima adveniens (14/V/1971), 46.

[4] Carta enc. Caritas in veritate (29/V/2009), 7.

[5] Cf. «Discurso iha Exposição-Encontro “Civitas” Pádua» nian: Revista 30giorni (2002-nº5).

[6] Bento XVI, Discurso ba Autoridades Benim nian (Cotonou, 19/XI/2011).

[7] Carta enc. Pacem in terris (11/IV/1963), 24 (44).

© Copyright – Libreria Editrice Vaticana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *