shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > Avisos > INDULGÊNCIA PLENÁRIA

INDULGÊNCIA PLENÁRIA

ARQUIDIOCESE METROPOLITANA DE DILI

SECRETARIADO – CÂMARA ECLESIÂSTICA


 

INDULGÊNCIA PLENÁRIA

Ita ema nia pecado hamosu/lori consequência rua: pena eterna no pena temporal. Dalan nebé diak liu atu halakon pena eterna mak Sacramento Confissão. Liu hosi Confissao, Maromak estabelece fila fali comunhao entre ema ho Maromak, ema ho ema, ema ho criatura sira seluk no ema ho nia an rasik.

Maske ema hetan ona perdão ba nia sala sira, maibe la halakon pena temporal. Significa ema nebé foin hetan perdão precisa hetan purificação iha mundo ida ne’e ka iha purgatório wainhira nia mate. Dalan atu halakon pena temporal mak «Indulgência plenária».

Depois de Concílio Vaticano II, iha documento oficial principal 3 (tolu) nebé koalia kona ba indulgência plenária: 1) Constituição Apostólica Indulgentiarum doctrina ka «Doutrina das Indulgências» promulga iha 1 janeiro 1967 hosi Papa Paulo VI; 2) Código Direito Canônico, promulga iha 25 janiero 1983, hosi Papa Joao Paulo II; 3) Catecismo da IgrejA Católica, promulga iha 15 agosto 1997 hosi Papa João Paulo II.

Documento oficial Igreja nian define kona ba Indulgência:

  1. Maromak mak cura ita nia pena temporal, consequência hosi pecado. Tuir lolos ema merece simu consequência hosi nia sala rasik, maibe Maromak haraik perdão gratuito, Nia haraik «indulto divino» ba maksalak. Iha parte ida ne’e, Maromak mak hola iniciativa atu perdua, katak Maromak mak Autor.
  2. Maromak haraik indulgência liu hosi Santa Kreda ka Igreja nia medição. Significa Igreja la’os autora, maibe administradora redenção nian. Ho autoridade, Igreja distribui no aplica Cristo nia graça redenção nian (indulgência) ba maksalak sira nebé simu ona perdão liu hosi Sacramento Confissão.
  3. Maromak haraik indulgência ba sarani nebé laran kman (disposto) no cumpre requisito ka condição sira nebé Igreja estabelece (cf. Indulgentiarum doctrina, 1; Direito Canônico, 992; Catecismo, 1471).

Atu manan indulgência, precisa elemento fundamental tolu: batizado (simu ona Batismo), la excomungado no iha estado da graça (la moris iha pecado mortal) (cf. Código de Direito Canônico, 996 § 1).

Sarani ida-idak bele manan indulgência plenária ka parcial ba nia an rasik, ka aplica ba

 defunto sira (cf. Código de Direito Canónico, 994). Ita bele ajuda matebian sira liu hosi indulgência plenária, atu nune’e sira bele livre hosi pena temporal (cf. Catecismo da Igreja Católica, 1479). Maibe ema ida lebele halo indulgência plenária ba nia maluk sarani seluk nebé sei moris (cf. Penitenciária Apostólica. Indulgência plenária 2020).

Exclusivamente Romano Pontífice (Papa, successor Pedro nian) mak iha competência atu haraik Indulgência. Ordinário de lugar bele fo indulgência wainhira hetan consentimento hosi Sé Apostólica (cf. Código de Direito Canónico, 995 § 2).

Ba sira nebé moras ka questão idade, bele cumpre condição sira nebé iha liu hosi rádio no televisão (cf. Código de Direito Canônico, 996). Husu katak sira arrepende ka iha ato de contrição no sempre disposto ka pronto wainhira iha possibilidade atu confessa no comunga (Indulgentiarum doctrina. Normas, 11).

Arquidiocese Dili, atu celebra nia existência ba dala 80, estabelece indulgência plenária no determina ona igreja no fatin santo sira atu manan indulgência plenária: 1) Caterdal Dili, Santuário Ramelau, igreja Paróquia Balide no Santuário Fatubesi; 2) igreja paróquia Numbei, Oe-cusse, santuário Leol Batan; 3) igreja quase paróquia Ataúro.

Papa Pualo VI estabelece norma balu nudar guia ba prática indulgência plenária:

  1. Atu manan indulgência plenária, precisa preenche condição 3 (tolu): confissão sacramental (Sacramento Confissão), comunhão eucarística no reza intençao sira Amo Papa nian (Indulgentiarum doctrina. Normas, 7). Além de condiçao tolu ne’e, precisa mos iha disposição tomak atu hakribi sala sira hotu. Signifca sarani ida hetan indulgência plenária quando nia halo arrependimento lolós ba nia sala sira hotu. Se falta disposição ka la cumpre condiçao tolu ne’e ida, hetan impedimento atu manan indulgência plenária, só bele hetan indulgência parcial.
  2. Condiçao tolu nebé iha bele realiza iha loron nebé diferente. Maibe kona ba comunhão no intenção Amo Papa nian diak liu halo dala ida deit iha loron ida (Indulgentiarum doctrina. Normas, 8).
  3. Iha oração ba intenção sira Amo Papa nian, conclui ho oração «Ami Aman no Ave Maria», bele reza tan oração sira seluk (caráter facultativo) tuir sarani ida nia piedade no devoção ba Amo Papa (Indulgentiarum doctrina. Normas, 10).
  4. Iha possibilidade atu manan indulgência plenária maske la confessa no la comunga diretamente ba sarani sira nebé hela iha fatin nebé impossível ou difícil atu confessa no comunga, hakarak ho neon no laran atu manan indulgência plenária, maibe importante katak sira arrepende ka iha ato de contrição no sempre disposto ka pronto wainhira iha possibilidade atu confessa no comunga (Indulgentiarum doctrina. Normas, 11).
  5. Ba fatin sira nebé legitimamente determinado atu hetan indulgência plenária, Ordinário de lugar (Bispo no Conselho Episcopal) bele fixa loron sira nebé atu manan indulgência plenária. Maibe 2 novembro, nudar loron especial atu manan indulgência ba deit defunto sira (cf. Indulgentiarum doctrina. Normas, 15).
  6. Quando visita fatin determinado atu manan indulgência plenária, reza oraçao dominical no símbolo fiar nian (Ami Aman no Credo) (cf. Indulgentiarum doctrina. Normas, 16).
  7. Se laiha possibilidade atu padre ida administra ka atende confissão no comunhão ba sarani ida nebé iha «perigo da morte», Santa Igreja haraik ba nia indulgência plenária, ho esperança (condição) katak sarani ida ne’e durante nia moris habitualmente reza oração ruma (Indulgentiarum doctrina. Normas, 18).

Além de condição tolu iha leten, bele cumpre obra balu nebé expressa liu hosi categoria tolu (cf. Penitenciária Apostólica. O dom da indulgência, 29 de janeiro de 2000):

  1. Obra de Piedade ka religiosa: halo peregrinaçao piedosa ba santuário no igreja sira nebé estabelecido atu manan indulgência, participa Eucaristia iha fatin refere, iha Oração Kreda nian ka Liturgia das Horas (Laudes ka Vésperas); ka iha oraçao piedade ida (via-sacra, Rosário, no seluk tan); ka halo visita piedosa ba fatin estabelecido atu manan indulgência, pessoal ka ba ho grupo, halo adoração Santíssimo ka meditação, conclui ho Credo, Ami Aman no Ave Maria.
  2. Obra de caridade ka misericórdia: durante tempo indulgência, visita maluk sira nebé iha necessidade ka dificuldade (orfanato, eema moras, prisionéiro, terceira idade nebé mesak, deficiente, imigrante, no seluk tan); ka sustenta sira ho contibuição concreta balu, ka dedica tempo especial atu visita no passa tempo ho sira.
  3. Obra de penitência: pelo menos iha loron ida halo abstinência ba consumo hanesan fuma, tua, no seluk tan; ka halo jejum; ka abstinência la han na’an ka aihan ruma; buat hirak ne’e ho objetivo atu oferece quantia (osan) ba sira nebé precisa (kiak sira).

 

 

Dili, 23 setembro 2020

Pe. Justino Tanec

Coordenador Departamento Pastoral Liturgia

Arquidiocese Dili

Ho conhecimento

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *