shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > Notícias > MENSAGEM HUSI SANTO PADRE FRANCISCO BA CELEBRAÇÃO LORON MUNDIAL DAMEN BA DALA 54º

MENSAGEM HUSI SANTO PADRE FRANCISCO BA CELEBRAÇÃO LORON MUNDIAL DAMEN BA DALA 54º

1º DE JANEIRO DE 2021

 

CULTURA HUSI TAU MATAN HANESAN PERCURSO DAMEN  NIAN

  1. Besik dadaun mai Tinan Foun, ha’u hakarak tebes atu apresenta ha’u ninia respeitosas saudações ba Chefes Estado tomak no Governo, ba responsáveis tomak husi Organizações Internacionais hotu, ba líderes espirituais no ema fiar nain husi religiões oi-oin, ba mane no feto hirak nebe ho vontade diak. Ba ema hotu ha’u formulo votos nebe diak liu, ha’u hein katak tinan 2021 halo humanidade progrede iha dalan fraternidade, justiça no damen nian entre ema hotu, comunidades tomak, povos no Estados tomak. Tinan 2020 marca ona ho crise sanitária boot Covid-19 nian, nebe transforma ona iha fenómeno plurissectorial no global ida, hadaet makaas tebes crises inter-relacionadas seluk hanesan climática, alimentar, económica no migratória, no provoca dadaun sofrimentos no incómodos nebe boot. Ha’u hanoin, ba dala uluk, sira nebe lakon ona familia ida ou ema ida nebe sira hadomi, maibe mos iha sira nebe laiha serviço. Ha’u hanoin iha modo especial ba médicos, enfermeiras no enfermeiros, farmacêuticos, investigadores, voluntários, capelães no funcionários tomak husi hospitais no centros de saúde, nebe prodigaliza ona– no sira nafatin halo ida ne’e – ho kolen boot no sacrifício, ba ponto husi sira balun nebe mate ona uainhira buka nafatin atu besik ba moras sira hodi ikus mai hamenus sira ninia sofrimentos ou salva duni sira nia moris. Ao mesmo tempo ha’u hatoo homenagem ba ema hirak ne’e, hafoun fali apelo ba responsáveis políticos tomak no ba sector privado atu foti duni medidas adequadas hodi garante acesso ba vacinas contra Covid-19 no ba tecnologias essenciais nebe necessárias hodi fo assistência ba ema moras sira no ba sira hotu nebe kiak liu no kbiit laek liu.[1]

Todan duni katak, iha sasin wain caridade no solidariedade ninia sorin, infelizmente hetan impulso foun kona ba formas oi-oin husi nacionalismo, racismo, xenofobia nune’e mos funu no conflitos hirak nebe kari dadaun mate no destruição. Acontecimentos hirak ne’e no mos sira seluk tan, nebe haktadak iha dalan humanidade nian iha tinan 2020, hanorin ita kona ba importância husi ita ninia tau matan ba ema seluk no criação atu ikus mai bele hari sociedade ida nebe alicerçada iha relações fraternidade nian. Tanba ne’e, ha’u hili hanesan tema husi mensagem ne’e « cultura husi tau matan hanesan percurso damen  nian»; cultura husi tau matan * atu fokit sai cultura indiferença, husi descarte no husi conflito, nebe ohin loron dala barak liu parece prevalece.

 

  1. Maromak Criador, huun husi vocação humana ba tau matan ninian

Iha tradições religiosas barbarak, existe narrativa hirak nebe sei refere ba origem husi ema, ba ninia relação ho Criador, ho natureza nomos ninia saseluk sira. Iha Bíblia, livro Génesis nian revela, desde hahu mai, importância husi tau matan ou husi custódia iha projeto Maromak nian  ba humanidade, destaca ona kona ba relação entre ema (’adam) no rai (’adamah) no entre maun alin sira. Iha narração bíblica criação nian, Maromak confia jardim «nebe iha Éden» (cf. Gn 2, 8) ba Adão nia liman ho knaar ida katak «nia haburas no tau matan» (Gn 2, 15). Ida ne’e significa, husi sorin ida, foti rai ne’e hodi kuda no, husi sorin seluk, tau matan nia no halo nia bele nafatin ho ninia capacidade atu sustentar moris.[2] Verbo sira «haburas» no «tau matan» descreve ba relação Adão nian ho ninia uma-jardim no hatudu mos ba confiança nebe Maromak deposita iha nia atu halo an hanesan nain no guardião ba criação hothotu. Nascimento husi Caim no Abel hamoris história ida husi maun alin, hanesan relação iha termos atu  tutela ou tau matan nebe ho negativamente hamoris husi Caim. Hafoin hamate tiha ninia maun Abel, Maromak husu ba nia, Caim hatan: «ha’u, duni,  mak tau matan ba ha’u nia maun?» (Gn 4,     9).[3] Com certeza! Caim mak «tau matan» ninia maun. «Iha narrações nebe antigas liu ne’e, riku tebes ho simbolismo nebe klean, haktuir tiha ona ba convicção atual husi buat hotu nebe inter-relacionado no tau matan nebe autêntico husi ita ninia moris rasik no husi ita ninia relações ho natureza ne’e mak inseparável husi fraternidade, justiça no husi fidelidade ba ema seluk»[4].

 

  1. Maromak Criador, modelo husi tau matan

Sagrada Escritura apresenta Maromak, além Criador, hanesan Ida nebe mak tau matan ninia  criaturas tomak, particular liu mak Adão, Eva no ninia oan sira. Caim rasik, biar nia hatuun ona ba nia maldição tanba de’it crime nebe nia comete ona, simu hanesan dom Criador  sinal ida ba proteção, ba ninia moris nebe hetan salvaguarda (cf. Gn 4, 15). Facto ida ne’e, ao mesmo tempo confirma ba dignidade inviolável husi ema, cria ba imagem no semelhança Maromak nian, manifesta mos plano divino atu preserva harmonia husi criação, tanba « damen  no violência labele hela metin iha fatin ida nebe hanesan»[5].

 

Ne’e mak recisamente tau matan ba criação nebe mak iha base husi instituição Shabbat nian, além atu regula culto divino, buka liu atu estabelece fila fali ordem social no solicitude husi ema kiak sira (Gn 2, 1-3; Lv 25, 4). Celebração husi Jubileu, uainhira sei completa ona tinan sabático nian ba dahitu, consente trégua ida ba rai, ba atan sira no ba endividados tomak. Iha tinan graça nian ne’e, sei tau matan liu ba sira nebe kbiit laek liu, oferece dadaun ba sira perspetiva foun husi moris, atu nune’e sei laiha tan naran necessitado ida entre povo (cf. Dt 15, 4). Nota diak ida mos mak tradição profética, iha nebe hamosu compreensão bíblica husi justiça nebe sei manifesta iha forma hanesan comunidade ida nebe trata ba sira nebe kbiit laek liu iha ninia leet. Hanesan ne’e duni mak particularmente Amós (2, 6-8; 8) no Isaías (58) continuamente hasa’e lian tanba de’it justiça ba ema kiak sira, nebe, husi ninia vulnerabilidade no falta husi kbiit, mak Maromak de’it mak rona, hodi tau matan ba sira (cf. Sal 34, 7; 113, 7-8).

  1. Tau matan iha ministério Jesus nian

Moris no ministério Jesus nian hola isin nu’u ápice husi revelação domin Aman nian ba humanidade ( Jo 3,16). Iha sinagoga Nazaré nian, Jesus manifesta ona Nia an hanesan Ida nebe Maromak consagra ona no haruka ona ba «haklaken Liafoun Diak ba ema kiak sira», «atu haklaken libertação ba ema dadur sira no, ba matan aat sira, ba recuperação matan aat sira nian; haruka iha liberdade dadur sira» ( Lc 4, 18). Ações messiânicas hirak ne’e, típicas husi jubileus, constitui ona testemunho nebe eloquente liu husi missão nebe Aman confia ona ba Nia. Iha ninia compaixão, Cristo hakbesik-An ba ema moras sira iha isin no espírito no haraik isin diak ba sira; perdoa maksalak sira no haraik ba sira moris foun ida. Jesus mak Bibi Atan diak nebe tau matan ba nia bibi sira (cf. Jo 10, 11-18;  Ez 34, 1-31); ne’e mak Samaritano Diak nebe inclina-An ba ida nebe kanek, trata husi sira ninia kanek no tau matan ba nia(cf. Lc 10, 30-37).

Iha ponto culminante husi ninia missão, Jesus sela ninia tau matan ba ita, oferece An iha cruz  no liberta dadaun ita nune’e husi atan sala nian no husi mate. Deste modo, ho dom husi ninia moris no ninia sacrifício, loke mai ita dalan domin nian no dehan ba ema idaidak: «Tuir Ha’u mai! O mos halo hanesan ne’e» (cf. Lc 10, 37).

 

  1. Cultura husi tau matan, iha moris husi seguidores Jesus nian

Obras misericórdia espiritual no corporal constitui núcleo husi serviço caridade Igreja primitiva nian. Cristãos tomak husi primeira geração pratica ona partilha hodi labele iha entre sira ema ruma nebe necessitado (cf. At 4, 34-35) no sira esforça atu halo ba comunidade uma hakmatek ida, nakloke ba situações humanas tomak, disposta atu ocupa husi sira nebe kbiit laek liu. Nune’e, sai ona buat nebe habitual nudar ofertas voluntárias ba fo han ema kiak sira, hakoi sira nebe mate no fo han oan kiak sira, katuas ferik sira no vítimas husi desastres, hanesan náufrago sira. No iha períodos sucessivos, uainhira generosidade husi ema fiar nain sira lakon ona buat oituan husi sira ninia ímpeto, Padres Igreja nian balun insiste ona katak propriedade nebe mak Maromak hanoin ba bem comum. Santo Ambrósio afirma ona  « natureza ne’e hahoris ona sasan barbarak ba ema nebe soin ba uso comum. (…) Portanto, natureza ne’e produz ona direito comum ida ba ema hotu, maibe ganância mak halo nia sai direito ida ba ema oituan de’it »[6].

Superadas perseguições husi primeiros séculos, Igreja aproveita ona liberdade hodi inspira sociedade no ninia cultura. «Necessidades husi época exige duni energias hirak nebe foun ba serviço caridade cristã nian. Crónicas históricas tomak relata ona exemplos barbarak husi obras misericórdia nian. Husi esforços conjuntos hirak ne’e, resulta ona numerosas instituições ba hakuran necessidades humanas hirak nebe oi-oin mos: hospitais, albergues ba ema kiak sira, oan kiak sira, lares ba labarik sira, fatin hakmatek ba ema lao rai sira, no seluk tan»[7].

 

  1. Princípios husi doutrina social Igreja nian hanesan base husi cultura tau matan nian

Diakonia husi origens tomak, hariku tebes husi reflexão Padres nian no animada, iha séculos naruk, husi caridade operosa nebe haroman didiak testemunhas husi fiar, halo fuan nebe pulsante husi doutrina social Igreja nian, proporciona dadaun ba ema hotu ho vontade diak nudar património kmanek ida husi princípios, critérios no indicações, husi nebe mak bele hasulin  «gramática» husi tau matan: promoção husi dignidade pessoa humana tomak, solidariedade ho ema kiak sira no indefeso sira, solicitude ba bem comum no salvaguarda ba criação.

 

* Tau matan hanesan promoção ba dignidade no direitos ema nian

«Conceito husi ema, nebe mosu ona no haburas ona iha cristianismo, ajuda atu promove desenvolvimento ida nebe plenamente humano. Tanba pessoa ne’e exige sempre relação no laos individualismo, afirma inclusão no laos exclusão, dignidade singular, inviolável no laos xploração»[8]. Pessoa humana tomak mak fim iha ninia an, no nunca mero instrumento ida hodi avaliado de’it husi ninia utilidade: cria atu moris iha conjunto família nian, iha comunidade, iha sociedade, nebe membros hotu mesak iguais iha dignidade. No husi dignidade ida ne’e deriva direitos humanos, hanesan mos dever sira, nebe fo hanoin, por exemplo, responsabilidade atu simu no tau matan ema kiak sira, moras sira, marginalizado sira, ita ninia «maluk, vizinho ou distante iha espaço no tempo»[9].

 

* Tau matan ba bem comum

Cada aspeto husi moris social, política no económica hasoru ninia realização, uainhira coloca ba serviço bem comum nian, ida ne’e mak «conjunto husi condições moris social nebe permite, tanto ba grupo sira nune’e mos membro idaidak, alcança diak liu no facilmente ba perfeição rasik»[10]. Por conseguinte ita ninia projetos no esforços tomak bele iha nafatin ho ninia efeitos kona ba família humana tomak, pondera dadaun ninia consequência sira ba momento presente no ba gerações hirak nebe sei mai. Buat tomak nebe loloos no atual seja buat hirak hanesan ne’e, iha nia mak hatudu ba pandemia Covid-19, perante ba saida mak «ita nafatin hela iha bero nebe hanesan, ema hotu kbiit laek no desorientados maibe ao mesmo tempo importantes no necessários, ita hotu hetan bolu atu hatan hamutuk»[11], tanba «laiha ema ida mak bele soi nia an rasik »[12] no laiha Estado nacional ida mak bele isola an hodi assegura bem

comum husi ninia população rasik.[13]

 

* Tau matan liuhusi solidariedade

Solidariedade ne’e exprime domin ba ema seluk husi maneira concreta, la hanesan sentimento mamuk ida, maibe hanesan «determinação firme ida no perseverante hodi empenha bem comum, ou seja, ba diak ema hotu nian no ema idaidak nian, tanba ita hotu verdadeiramente mesak responsáveis ba ema hotu»[14]. Solidariedade tulun ita atu hare ba ema seluk – biar hanesan ema, iha sentido lato, nune’e mos hanesan povo ou nação – laos hanesan dado estatístico ida, laos mos hanesan meio ida hodi usa no depois harahun tiha uainhira la folin ona, maibe hanesan ita ninia maluk, companheiro iha viagem, bolu atu participa, hanesan ita, iha banquete moris nian, ba saida mak ema hotu mak igualmente hetan bolu husi Maromak.

 

* Tau matan no salvaguarda criação

Encíclica Laudato si’ reconhece plenamente ba interconexão husi realidade criada tomak, destaca dadaun exigência hodi rona, ao mesmo tempo ba hakilar  husi necessitado sira no husi criação. Husi rona loloos nian ne’e no constante bele hamoris tau matan eficaz ida ba rai, ita ninia uma comum, no husi ema kiak sira. Propósito ida ne’e, hau hakarak hatuur katak «labele sai autêntico iha sentimento união ida nebe íntima ho buat moris seluk husi natureza, se ao mesmo tempo laiha fuan domin, compaixão no preocupação ba seres humanos tomak»[15]. Na verdade «damen , justiça no salvaguarda ba criação mak questões tolu nebe completamente kait malun, nebe sei labele haketak atu trata individualmente, iha pena atu monu fila fali iha reducionismo»[16].

 

  1. Bússola ba rumo comum ida

Nune’e, iha tempo ida nebe dominado husi cultura harahun nian no perante agravamento husi desigualdade sira husi nações tomak nia laran no entre sira[17], ha’u hakarak convida responsáveis tomak husi Organizações internacionais no husi Governos, husi mundos económico no científico, husi comunicação social no husi instituições educativas tomak nebe kaer ona iha «bússola» husi princípios iha leten hodi fo hanoin atu fo  rumo comum ida ba processo globalização nian, « rumo ida nebe verdadeiramente humano»[18]. Na verdade, ida ne’e habiban atu hadomi valor no dignidade husi ema idaidak, lao hamutuk no solidariamente em prol  ba bem comum, hakuran dadaun sira nebe terus tanba kiak, moras, escravidão, discriminação no conflito sira. Liuhusi bússola ida ne’e, ha’u husu ba ema hotu atu sai profetas no testemunhas ba cultura tau matan nian, atu ikus mai bele preenche desigualdades sociais barbarak. No ida ne’e sei possível de’it ho forte no generalizado protagonismo ida husi feto sira iha família no iha esferas sociais tomak, políticas no institucionais.

Bússola husi princípios sociais, necessária atu promove  cultura husi tau matan nian, folin mos ba relações entre nações tomak, nebe bele inspira husi fraternidade, respeito mútuo, solidariedade no observância husi direito internacional. Ba respeito ida ne’e, sei reafirma ba proteção no promoção direitos humanos fundamentais tomak nian, nebe mak inalienáveis, universais no indivisíveis[19]. Sei bele hanoin fali mos respeito ba direito humanitário, sobretudo iha fase ida nebe mak mosu mai, sem interrupção, conflitos no funu sira. Infelizmente, regiões barak no comunidades mak laos ona hanoin kona ba tempos hirak nebe sira bele moris iha damen  no segurança. Cidades oi-oin mak sai tiha ona epicentro ida ba insegurança: ninia habitantes tomak baruk ona atu nafatin iha sira ninia ritmos normais, tanba atacados no bombardeados ho indiscriminadamente husi explosivos, artilharia no armas ligeiras. Labarik sira labele estuda. Ema mane no feto sira labele serviço hodi sustenta famílias. Carestia nebe lança abut sira iha fatin hirak nebe uluk ne’e desconhecida. Ema sira ne’e obrigado tem que halai, husik ba kotuk laos de’it sira ninia uma, maibe ninia história familiar no abut cultural tomak. Causas husi conflitos mesak oioin, maibe resultado mak sempre hanesan: destruição no crise humanitária. Ita buka atu para no husu ita an: saida mak lori ona ba sente conflito hanesan buat ida nebe normal iha mundo? No, sobretudo, oinsa converte ita ninia fuan no muda ita ninia mentalidade hodi buka damen loloos iha solidariedade no iha  fraternidade? Dispersão hira ona husi recursos ba armas, em particular ba armas nucleares[20], recursos hirak nebe bele utiliza ba prioridades nebe significativas liu hodi ikus mai bele garante segurança ba ema tomak, hanesan promoção husi damen  no husi desenvolvimento humano integral, combate kiak, remédio ba carências sanitárias! Aliás, ida ne’e mos mak evidenciado husi problemas globais, hanesan pandemia atual Covid-19 no mudanças climáticas. Oinsa mak sei sai corajosa ho decisão atu cria «“Fundo mundial” ida ho osan nebe sei gasta iha armas no despesas militares seluk tan, atu bele elimina hamlaha no contribui ba desenvolvimento  países hirak nebe kiak liu»[21]!

 

8. Atu educa iha ordem ba cultura tau matan nian

Promoção husi cultura tau matan nian husu fila fali processo educativo ida, no bússola husi princípios sociais nebe constitui, ba ninia efeito, instrumento fiável ida ba contextos relacionados oioin entre nia. Propósito ida ne’e, ha’u hakarak atu fornece exemplos balun:

Educação ba tau matan nebe moris iha família, núcleo natural no fundamental husi sociedade, nebe sei aprende atu moris iha relação no iha respeito mútuo. Maibe família precisa coloca an iha condições hodi bele cumpre tarefa vital ida ne’e no indispensável.

Sempre iha colaboração ho família, ita iha mos sujeitos encarregados seluk husi educação hanesan escola no universidade no analogamente, iha aspetos loloos nian, sujeitos tomak husi comunicação social[22].

Ita hotu hetan bolu hodi transmite sistema ida husi valores nebe fundado iha reconhecimento ba dignidade ema idaidak nian, husi comunidade linguística idaidak, étnica no religiosa, husi povo idaidak no husi direitos fundamentais nebe deriva  ba nia. Educação constitui pilar ida husi pilares sociedades tomak nian nebe justas liu no solidárias.

Religiões em geral, no líderes religiosos em particular, bele desempenha papel insubstituível ida iha transmissão ba ema fiar nain sira no ba sociedade iha valores solidariedade nian, respeito ba diferenças, acolhimento no tau matan ba maun alin sira nebe kbiit laek liu. Ha’u fo hanoin, ba propósito ida ne’e, liafuan sira nebe Papa Paulo VI profere ona iha Parlamento Uganda nian iha tinan 1969: «imi labele tauk ba Igreja; nia fo honra ba imi, educa imi cidadãos honestos no leais, la fomenta rivalidades laos mos divisões, buka promove liberdade nebe loloos, justiça social, damen ; iha karik  preferência ruma ne’e mak ba kiak sira, educação ba kiikoan sira no povo, tau matan ba atribulados no desvalidos tomak»[23].

Ba ema hotu nebe empenha iha serviço populações tomak nian, iha organizações internacionais, governamentais no laos governamentais, ho missão educativa ida, no sira hirak nebe serviço, ba variados títulos, iha campo educação no pesquisa, hafoun ha’u nia encorajamento atu bele too ba meta husi educação ida «nakloke liu no inclusiva, diak tebes ba rona paciente, diálogo construtivo no compreensão nebe klean»[24].

Ha’u hein atu convite ida ne’e, dirige iha contexto Pacto Educativo Global nian, hasoru adesão ida nebe luan no oioin.

 

  1. Laiha damen sem cultura husi tau matan

Cultura tau matan, enquanto compromisso comum, solidário no participativo hodi protege no promove dignidade no ema hotu ninia diak, enquanto disposição ba interesse, hodi presta atenção, disposição ba compaixão, ba reconciliação no ba cura, ba respeito nebe klean no ba acolhimento recíproco,constitui dalan privilegiada ida ba construção damen  nian. «Iha partes barak mundo ne’e nian, halo falta percursos husi damen  nian nebe lori ba cicatriza ema sira nebe kanek, iha necessidade husi artesãos damen  nian nebe prontos atu hahoris, ho criatividade no ousadia, processos husi cura no encontro foun ida»[25].

Iha tempo ida ne’e, iha nebe bero humanidade nian, hatatan husi anin boot crise nian, lao nafatin ho dificuldade ba buka iha horizonte ida nebe hakmatek no sereno, dalan ba dignidade pessoa humana nian no «bússola» husi princípios sociais hirak nebe fundamentais bele  consente iha ita atu luku ho rumo ida nebe seguro no comum. Hanesan ema fiar nain, ita nafatin hateke loos ba iha Virgem Maria, Estrela do Mar no Inan Esperança nian. Ita colabora ba malun, hamutuk, ba fim ida hodi avança ba horizonte foun domin no damen, fraternidade no solidariedade, husi apoio mútuo no acolhimento recíproco. Ita labele monu ba tentação hodi desinteressa ho ema seluk, especialmente sira nebe kbiit laek liu, ita labele hatoman an hodi helik ita nia hateke[26], maibe empenha iha ita idaidak nia an lorloron ho buat nebe concretamente atu «forma comunidade ida ba deit maun alin sira nebe acolhe mutuamente no tau matan didiak ba ema seluk»[27].

 

Vaticano, 8 de dezembro de 2020.               

 

 

Franciscus

 

 

 

 

 

 

 

©Copyright – Libreria Editrice Vaticana

[1] Cf. FRANCISCO, “Vídeo-mensagem por ocasião da LXXV Sessão da Assembleia Geral dasNações Unidas”, (25 de setembro de 2020).

* A expressão «cultura do cuidado» aparece na encíclica Laudato si’: «o amor social impele-nos a pensar em grandes estratégias que detenham eficazmente a degradação ambiental e incentivem uma cultura do cuidado que permeie toda a sociedade» (n. 231). Veja-se também o número 229.

[2] Cf. FRANCISCO, Carta enc. Laudato si’ (24 de maio de 2015), 67.

[3] Cf. FRANCISCO, «Fraternidade, fundamento e caminho para a paz», Mensagem para a celebração do XLVII Dia Mundial da Paz (1 de janeiro de 2014), 2.

[4] FRANCISCO, Carta enc.  Laudato si’ (24 de maio de 2015), 70.

[5] Pont. Conselho «Justiça e Paz», Compêndio da Doutrina Social da Igreja, n. 488.

 

[6] De officiis, 1, 28, 132: PL 16, 67.

 

[7] K. Bihlmeyer – H. Tüchle, Church History, vol.1 (Westminster, The Newman Press, 1958), 373-374.

[8] FRANCISCO, Discurso aos participantes no Congresso promovido pelo Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, no cinquentenário da «Populorum progressio» (4 de abrilde 2017).

[9] FRANCISCO, Mensagem à XXII Sessão da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das  Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP22) (10 de novembro de 2016. Cf. Mesa Interdicasterial da Santa Sé sobre a ecologia integral, Em marcha pelo cuidado da casa comum; no V aniversário da «Laudato si’» (LEV, 31 de maio de 2020).

[10] Conc. Ecum. Vat. II, Const. past. sobre a Igreja no mundo contemporâneo Gaudium et spes, 26.

[11] FRANCISCO, Momento Extraordinário de Oração em Tempo de Epidemia (27 de março de 2020).

[12] Ibidem.

[13] Cf. FRANCISCO, Carta enc. Fratelli tutti (3 de outubro de 2020), 8; 153.

[14] São João Paulo II, Carta enc. Sollicitudo rei socialis (30 de dezembro de 1987), 38.

 

[15] FRANCISCO, Carta enc. Laudato si’ (24 de maio de 2015), 91.

[16] Conferência do Episcopado Dominicano, Carta past. Sobre la relación del hombre con la naturaleza (21 de janeiro de 1987); cf. FRANCISCO, Carta enc. Laudato si’ (24 de maio de 2015), 92.

[17] Cf. FRANCISCO, Carta enc. Fratelli tutti (3 de outubro de 2020), 125.

[18] Ibid., 29.

[19] Cf. FRANCISCO, Mensagem aos participantes na Conferência Internacional «Os direitos humanos no mundo contemporâneo: conquistas, omissões, negações» (Roma, 10 de dezembro de 2018).

 

[20] Cf. FRANCISCO, Mensagem à Conferência da ONU finalizada a negociar um instrumento juridicamente vinculante sobre a proibição das armas nucleares, que leve à sua total eliminação (23 de março de 2017).

[21] FRANCISCO, Vídeo-mensagem por ocasião do Dia Mundial da Alimentação de 2020 (16 de outubro de 2020). (Trad. Minha).

 

[22] Cf. Bento XVI, «Educar os jovens para a justiça e a paz», Mensagem para o XLV Dia Mundial da Paz (1 de janeiro de 2012), 2; FRANCISCO, «Vence a indiferença e conquista a paz», Mensagem para o XLIX Dia Mundial da Paz (1 de janeiro de 2016), 6.

[23] Discurso aos Deputados e Senadores do Uganda (Kampala 1 de agosto de 1969).

[24] FRANCISCO, Mensagem para o lançamento do Pacto Educativo (12 de setembro de 2019). (Trad. Minha).

 

[25] FRANCISCO, Carta enc. Fratelli tutti (3 de outubro de 2020), 225.

[26] Cf. ibid., 64.

[27] Ibid., 96; cf. FRANCISCO«Fraternidade, fundamento e caminho para a paz» Mensagem para a celebração do XLVII Dia Mundial da Paz (1 de janeiro de 2014), 1.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *