shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > OPINIÃO

“CULTURA DEMOCRÁTICA NO TOLERÂNCIA IHA TIMOR LESTE”

(Uma leitura política ba iha situação campanha eleitoral no post-Eleição Anticipada)

Por Fr. Martinho do Nascimento Obe

Lian Makloken

Timor Leste dala ida tan celebra festa democracia tutuir malu iha tinan 2017 no 2018. Ne’e acontece tanba situação incerteza política nebe mak acontece depois de eleição parlementar 2017. Mosu Eleições Subsequentes tanba VII Governo Constitucional nebe liderado hosi coligação Partido Fretilin no PD ukun ne’e la to’o nia rohan tanba governo minoritário nune’e hetan rejeição ba progrma iha parlamento nacional. Ho ida ne’e perante situação incerteza no divergência política iha sistema democaracia povo deit mak iha decisão ba certeza política. Tanba ne’e atu hakruk ba constituição no povo nune’e iha 26 de janeiro de 2018, Presidente da República Dr. Lu-Olo hakotu impasse política hodi dehan katak: “Ho haraik-an Presidente husu ba Povo atu VOTA fila fali,tan makaer ukun mak povo”! Interpreta katak decisão presidente mak hatudu katak ida ne’e mak cultura democrática nia lala’ok. Nune’e iha loron 06 Fulan Febreiro tinan 2018 Presidente decreta loron ba eleição anticipada nebe monu iha loron 12 de maio de 2018. Hafoin rona tiha data eleição partidos politicos sira começa bo’ok an hodi halo consilidasaun ba sira nia estrutura hahú hosi base mai to’o iha nivel nasional. Ho ida ne’e iha loron 10 de Abril de 2018 hahú campanha eleitoral ba eleição Subsequente/anticipada. No bainhira iha situação campanha eleitoral ba eleições anticipadas hahú ho hakmatek mesmo que iha violência linguistica entre lider político sira. Maibe durante campanha to’o post-eleição anticipada povo continua hatudu sira nia maturidade política, alias maturidade democrática. Perante situação ne’e hosi hakerek nain nia ulun hamosu puisia ida nune’e: Ha’u ne’e se ba ó Timor! Imi se ba ó Timor! Ita se ba ó Timor! Ba ó Timor ami hotu ita nia oan! Timor mak kous iha ita nia knotak! Ami ran ida, ran Timor nian!Ami moris tan ita Timor! Ami mate tan Ita Timor! Ó Timor tan Democracia ami hatene tolerância!

 

a. Cultura democrática

          Hau hahú ho Bispo Emérito D. Carlos F. X. Belo, SDB nia mensagem antes ELPAR tinan 2017 dehan nune’e: “Ita hein katak iha ELPAR mai, povo Timor mak manan; Timor Leste mak manan; no democracia mak manan.” Ne’e atu dehan deit katak iha eleição ne’e la iha ida mak manan, la iha ida mak lakon maibe ita hotu manan, cultura democrática mak manan no tolerância multi-partidarismo mak manan. Tanba ne’e labele hamihis cultura democrática no tolerância ho divergência ideologia ka partidaria. Tan nasaun Timor Leste vinculado ho cultura democrática significa Timor Leste iha nia cultura no lisan rasik. Tuir Battista Mondin conceito “cultura” mai hosi lian latin, “colo”, katak, cultivar; trabalhar, habitar; frequenter e mos bele dehan katak, servir; tanba ne’e significa lolós hosi cultura mak hatudu ba actividade agrícola de cultivar ou kuda rai.  Maibe aplicação ba mundo antropologia hetan ona sentido foun, nebe dehan katak cultura ne’e hanesan disciplina, formação, educação do espírito. Tanba ne’e Tylor dehan cultura é a totalidade complexo do conhecimento, crença, arte, moral, direito, costume e hábitos que estão numa sociedade. Tanba ne’e, Timor Leste nação ida iha nebe iha nia cultura no nia lisan rasik nebe garantia ema atu realiza nia an iha cultura ne’e rasik. Ne’eduni ho cultura nia influência, maka povo timor hosi lorosa’e to’o loro-monu hatene respeita malu, hatene aplica tolerância iha sistema democracia nia laran mesmo que iha diferença ideologia ka multi-partidarismo maibe ita hotu hetan naran Timor nia oan doben; Significa la iha metan ka mutin, la iha beik ka matenek, la iha riku ka kiak, la ida manan ka lakon maibe ita hotu manan, ita hotu lakon tanba ita hotu Rai Timor nia oan nebe iha cultura ida no lisan ida.

          Ao passo que conceito democracia nia originalmente mai husi lian grega demokratia katak povo mak iha poder. Tanba ne’e Demokratia fahe ba lia fuan rua, “demos” katak povo no “kratos” katak poder. Nudar Abraham Lincoln define katak democracia mak sistema governo nian nebé celebra iha povo, husi povo no ba povo. Iha ne’e ita hetan ita nia ponto de partida katak cultura democrática depende ba povo ida. Tanba ne’e Timor Leste nudar nasaun ida ho nia povo ida nune’e Nação Timor Leste adopta sistema democracia iha nebe nia opta liu Cultura democrática do que regime democrática. No ida ne’e hatur kedas ona iha“preâmbulo constituição RDTL nian, iha  nebé cultura democrática ne’e rasik depende ba mentalidade povo ida nian, depende ba lisan, tradição povo ida nian” significa katak “cultura democrática nebé tau iha aspeto constituição ne’e, halo katak ita nia estado Timor Leste, hili cultura ida, do que regime ida”. Tanba saida? Tanba estado Timor leste ne’e hili cultura ida tan povo Timores ne’e, iha nia “cultura no lisan próprio”. Los duni, regime rua ne’e hotu-hotu democrática. Tan Cultura democrática mos baseia ba democracia, regime democrático mos baseia ba democracia. Ninia diferência ita hare katak cultura ne’e depende ba mentalidade povo ida nian, depende ba lisan ka tradição povo ida nian, ao passo que regime, ne’e depende ba autoritário partido nian. Em resumo katak cultura democracia iha Timor Leste la’o efectivo tanba povo timor iha nia cultura própria be hatudu tolerância aas perante multi-partidarismo ho nia divergência ideologia sira. Tanba ne’e simplesmente povo timor promove cultura tolerância iha sira nia relasaun democrática.

 

b. Timor Leste hatudu imagem cultura tolerância ba mundo

          Timor Leste além de iha predicado nudar nasaun democracia nebe opta liu cultura democrática, nasaun ne’e mós nudar nasaun tolerante “Nation of tolerance”. Predicado rua ne’e iha relação recíproca iha cultura democrática no cultura tolerância. Tanba sá? Tanba ita hare realidade Timor Leste hasoru impasse política no liuliu iha campanha eleitoral ba eleição anticipada mosu violência linguística entre líder político sira maibe povo timor “militante no simpatijante partido” continua matein paz no estabilidade iha rai laran. Tanba ne’e praticamente povo timor ne’e hatudu ona nia maturidade política no maturidade democrática ba mundo. Significa hatur povo timor ne’e hatur democracia nudar modo de ser, modo de agir, modo de pensar e modo de falar dos timorenses. Mesmo que iha diferença ideologia maibe Timor oan iha hanoin ida, modo de ser ida nudar Frater Zacarias Exposto dehan pensar democraticamente, viver democraticamente, agir democraticamente e fazer democraticamente. Los duni, perante impasse política, divergência ideologia no partidaria maibe povo timor moris iha iha tolerância atu moris harmonia no estabilidade. Nudar Herry Zudianto define tolerância katak “toleransi berarti ada harmoni, ada saling pengertian, dan kesediaan untuk menerima, saling mengakui dan mau bekerjasama dalam budaya demokrasi”. Husi definição pratica ne’e, simplesmente ita hetan ita nia ponto de encontro katak povo timor ne’e tolerante tanba iha coompreenção, recunhecimento no nakloke an ba multi-partidarismo ho nia diversas ideologias. Tanba ne’e tolerância iha contexto timor iha nia sentido luan no supera tiha tolenrância entre sucu ka étnico, religião no cultural. Tan tolerância nebe povo timor hatudu liu iha ne’e kona ba aspecto estrutral iha nebe la iha conflito social no econômica entre militante no simpatijante partido iha periodo campanha eleitoral no post-eleição anticipada. Ne’eduni povo timor tane as valores no patrimônios culturais hodi hatudu ba mundo katak nasaun Timor Leste biar sei kiak iha cunhecimento maibe praticamente povo timor buka harí sociedade ida nebé tolerante, solidária, fraterna no justa. No até povo timor mós halo “feedback democrática” ba líder político sira. Tan ita hare realidade katak wainhira ita observa iha eleição 2017, ita bele dehan katak ita hetan lição boot ida iha ita nia política. Wainhira povo mai husi sira nia maturidade política, mais sobre tudo sira nia “decolonialização da interioridade” (termo Pe. Martinho G. S. Gusmão). Katak povo nia silêncio, sira nia protesta no sira nia perseveransa, halo com que, sira fo ba partido político sira, ulun fatuk moras. Maibe iha eleição anticipada iha 12 de Maio de 2018 povo continua fo ba nação maioria ida atu ukun, no povo hein katak poder nebe sira delega ona ba partido nebe manan iha eleição anticipada tenke ukun ho diak no transparante la’os ukun tuir ita nia hakarak.

 

Tatakan   

Hakerek nain conclui artigo simples ne’e ho liafuan hosi pessoa eminente G+ Kay Rala Xanana Gusmão dehan iha nia discurso iha Siere Leõne dehan katak “Eleição ida sei ba no sei mai tan eleição foun maibe povo siere leone nafatin”. Ne’e atu dehan katak eleição sei la’o periodicamente maibe natureza povo ida nafatin nudar timoroan. Tanba ne’e Bispo Émerito Dom Carlos F. Ximenes continua afirma katak cultura democrática significa povo Timor mak manan; Timor Leste mak manan; no democracia mak manan.” Alias, iha eleição foin liu ne’e la iha ida mak manan, la iha ida mak lakon maibe ita hotu manan no cultura democrática mak manan no tolerância multi-partidarismo mak manan. Parabens ba Timor Leste no parabens ba povo Timor tomak nebe exerce ona dever cívico*.

(Martinho do Nascimento Obe, estudante ISFIT Fatumeta, Faculdade de Filosofia(2013-2016), actualmente reporter no announcer iha RTK Malo’a Dili, Timor Leste), Opinião Pessoal. Iha sujestaun bele haruka mai iha address email:cono.mutis@gmail.com,ou bele contacto +67077749662/75253302).

 

Referencia

  • Contituição República Democrática de Timor Leste
  • SUSENO, Franz Magnis, Etika Politik, Prinsip-prinsip Moral Dasar Kenangan Modern, Edisi ke-7, PT Gramedia, Jakarta, 2003
  • ————, 13 Tokoh Etika, ( sejak Zaman Yunani sampai abad ke-19), Edisi ke -16, Kanisius, 1997
  • RAWLS John, A Theory of justice, (Dasar-dasar Filsafat Politik untuk menwujudkan kesejahteraan social dalam Negara)
  • ZUDIANTO, Herry, Kekuasaan sebagai Wakaf Politik
  • GOUVEIA, Jorge Bacelar, Direito Constituicional de Timor-Leste, 1aedição, Gráfica de Coimbra, Lisboa, 2012

MENSAGEM BA JORNADA DA PAZ (ELEIÇÕES ANTECIPADAS 2018) HUSI PRESIDENTE DA CET.

 

CONFERÊNCIA EPISCOPAL TIMORENSE

Address : Maloa, Dili, Timor-Leste

Tel. :                                Fax. :                            

Email : 81211cet@gmail.com


 

SONHANDO COM A PAZ

EXPERIÊNCIA MESTRA DA VIDA-EXPERIÊNCIA SAI MESTRA BA ITA NIA MORIS

 

Ita ema aprende bebeik buat foun iha ita nia moris. Biar estuda barak no halo estudo bo’ot, biar halao kna’ar mesak importante no bo’ot, biar naran bo’ot no tur iha kadeira bo’ot, maibe wainhira ita sei moris, sei hasoru bebeik situação foun, nebe ita nunka koko uluk. Maibe mos, iha situação nune, maka ita nia kakutak buka hetan dalan oi-oin, atu hatan ba desafio foun hirak ne’e. tan ne’e mak matenek nain sira dehan katak ita sei aprende to’o mate.

Democracia, sai realidade foun ba ita nia cultura social, usos e custumes iha Timor-Leste. Ita nia organização social tradicional baseia ba reinos independents, biar mesak reino ki’ik. Tempo colonial no ocupação, Portugal no Indonesia, lori sira nia estrutura social mai, no hatama usos e costumes balu iha ita nia organização social; hamihis tiha ita nia estrutura social, halo ita depende ba ukun nain rai seluk nian.

Hahu 2002, ita moris iha oraganização social, ka regime foun ida atu ukun, naran Democracia; regime foun ida ne’e ho nia estrutura sira, nebe hanaran órgaos de soberania, povo, eleição, regras de funcionamento, foin halo parte ita nia cultura tinan 16 liu ba.

Situação foun ida lori novidade barak maibe mos foti desafio barak. Ba ita, Timor-Leste oan sira nebe hakarak moris ohin tuir mundo modern, situação foun ida ne’e foti desafios barak. Tinan 16 ne’e nia laran halo ita koko ona midar no moruk barak. Maibe realidade nebe ita bele observa iha tinan 16 nia laran, maka Timor oan sira halo curso ida acelerado, intensive, inteligente e competente konaba democracia. Iha tinan 16 nia laran ita koko ona situação sira nebe democracia sira rai seluk nian, balu tuan liu ita tinan 200, koko tiha ona. Balu dehan ita nação frágil, balu fali dehan falhado, balu fali dehan futuro la iha, balu fali dehan buat seluk-seluk tan. Buat nebe ita bele dehan, nakdoko, nakdoko duni, halis, halis duni maibe ladauk tohar no hein katak sei la tohar. Se ita hotu hakarak, sei nunka tohar.

Ita nia democracia nia situação foun ida maka Eleições Antecipadas. Liafuan democracia ita rona koalia no hatene saida mak ne’e; lia fuan estado mos ita rona koalia no hatene ona; Nação, Órgãos de soberania, Presidente da República, Parlamento, Governo, Tribunal ita rona no hatene ona. Agora Eleição Antecipada…Ne’e buat foun.

Fulan Julho 2017 ita halo eleição baibain tuir constituição haruka. Maibe eleição ida ne’e la fo funan, fuan, finin, tan Governo labele halao nia kna’ar no nação nia vida para tomak. Ne’e duni, iha Fevereiro 2018, Sr. Presidente da República usa nia competência tomak hodi decide convoca eleição antecipada, katak, bolu povo Timor-Leste atu hili fali força politica ka partido nebe povo bele fo fiar, hodi bele ukun nação Timor-Leste durante tinan 5 mai ne’e.

Ema hare husi liur dehan katak Timor-Leste moris iha crise. Maibe, dala barak, crise sira ne’e duni maka mai fo biban atu muda no hafoun buat barak iha ema no institicao sira nia vida hanesan, Nação, Estado, Igreja, Empresas, Instituições, etc.etc.

Eleição antecipada bele hanorin sa’a ida mai ita?

  1. Eleição Antecipada sai biban ba ita atu aprende katak wainhira nação nia moris la lao iha tinan ida nia laran, Julho 2017 bibit to’o 2018 ou liu tan, investimento la iha, osan la iha, economia motok, empresário sira dada i’is la diak, investimento husi liur la tama, pequeno comércio mout neneik hein atu mate deit, Sr. Presidente da República nudar Órgão Soberano nebe bo’ot liu iha nação nia laran, tan nia mak kaer governo nia moris fukun, halo decisão atu sobu parlamento, hasai kbi’it husi governo, no haruka fali eleição ida, biar ita foin halo eleição tinan 1 liu ba.
  2. Eleição antecipada ida ne’e, fo biban ba ita hotu atu aprende história foun Timor-Leste nian liu duni husi fundadores sira nia ibun rasik. Biar ladauk hakerek, maibe campanha eleitoral ida ne’e sai we matan bo’ot ida ba ita nia história, ohin no aban bain rua nian. Dala barak ho liu emoção do que ho kakutak malirin, ida-idak haktuir sira nia intervenção iha historia Timor-Leste nian. Biar dala barak povo lamenta katak em vez de apresenta programa partidos, político ho líder sira mak ke’e malu fali iha ema hotu nia oin; biar nune’e, ida ne’e positivo teb-tebes. Geração foun, Timor-Leste oan sira nebe la partecipa wainhira história foun ida ne’e hahu, no la hatene acontecimento sira hahu oin sa, ida-idak rona ho nia tilun, se mak halo saida, no halo oin sa’a. Dala barak lian la tuir malu no ibun lalais liu kakutak. Maibe nune’e mos kanek balun bele hahu hafitar-an daudaun… maibé ponto positivo maka geração foun la rona história husi ema seluk nia ibun maibe rona duni husi fundadores sira nia ibun. Buat lubuk ida mosu ba ema hotu nia matan no tilun, hodi fo biban atu ema hotu bele hatene naroman no nakukun fundadores no participantes história foun Timor-Leste nian, no bele lori ema ida-idak bele tetu ho nia sentido crítico rasik, no factos balun nebe to’o ohin loron sai hanesan segredo lulik, ema ho grupo balun nian deit, ohin loron fundadores sira duni maka fo sai atu ema hotu bele hatene. Iha psicologia hahalok hanesan ne’e hanaran Catarse. Iha espiritualidade ita bolu purificação. Ita hatene katak historia so bele sai deit imparcial no objective wainhira autores no actors directos ba acontecimento sira lakon hotu ona. Maibe buat diak maka wainhira autores no actors sira maka conta sira nia história rasik, ne’e katak sira moris no koko duni buat sira nebe sira haktuir. No biar wainhira hatudu liman ba malu mos, ne’e hatudu katak ida-idak hatene ida seluk nia vida. Ho koalia hirak ne’e hotu, geração foun aprende história hodi bele relativiza ema no sira nia hahalok, agora no aban bain rua.
  3. Eleição Antecipada ida ne’e sai biban atu fo hanoin katak povo ida ne’e matenek teb-tebes. Tan, iha deit tinan 16 nia laran, povo comprende politica ho maturidade bo’ot. Se ita compara clima eleição ohin nian ho tempo liu ba, hare katak clima hakmatek teb-tebes. Violência balu nebe acontece iha fatin balu, ne’e halo parte vida, emoção no irracionalidade iha democracia hot-hotu. Rai balun nebe moris iha democracia kleur liu ona ita, sei buti malu, rakut fu’uk ba malu, tuda kadeira ba malu iha parlamento, tolok malu, ect. Ita sei usa deit katana. Maibe husi 2001 to’o 2018, ita hare mudança bo’ot iha povo nia emoção. Graças a Deus, biar nudar realidade foun, democracia começa sai tasak dadaun iha ita nia cultura social.
  4. Eleição antecipada ne’e sai biban atu povo Timor-Leste aprende katak Governo ida sai forte wainhira oposição mos forte. Hain katak husi ne’e ba oin, consciência ida ne’e sai bo’ot liu tan iha ita nia democracia no classe politica nia concideração. Campanha electoral ida ne’e hatudu duni consciência ida ne’e. To’o oras ne’e linha fronteira ida ne’e ladun claro ou la iha, tan hotu-hotu hanoin katak colaboração maka estrategia diak liu. Maibe campanha eleitoral ida ne’e sai biban atu hatudu katak sistema ne’e la dun eficaz. Colaboração, maibe kala ida-idak sikat hela tudik iha kotuk. Ne’e duni wainhira sira hirus malu iha campanha eleitoral buat lubuk ida fakar sai hotu ba luron. Provérbio Português dehan: “zangam-se as comadres descobrem-se as verdades”. Quando uma laran hirus malu, buat hotu mai lekar iha luron. Maibe iha politca ita hatene katak buat nebe hateten ohin, aban bele nega, buat nebe ohin parece los aban la los ona, no hirus malu ohin aban hakuak malu fali hodi han hemu hamutuk. Maibe sente katak sira nebe sei sai governo no oposição define duni sira nia área claro teb-tebes. Nune’e povo no nação Timor-Leste maka sei manan tomak.
  5. Eleição antecipada ida ne’e sai mos biban ida atu força partidária no líderes políticos foun balu bele hahu mosu iha cena política nacional. Mosu ho linguagem foun, conceito foun, programa estruturado, ideias foun, dinamismo foun biar oin balu sei nurak no balu oin tuan ona. Maibe importante maka sira hahu mosu hanesan novidade. Bele usa terminologia biblica karik, to’o oras ne’e, ita rona liu Antigo Testamesto ho nia interveniente sira. Testamento foun ladauk hakerek. Maibe ita hahu moris dadaun iha tempo intertestamentário. Entre Antigo no Novo Testamento iha le’et ida quase tinan 200. Iha Timor-Leste, tempo intertestamentário ladauk naruk, foin maka tinan 2,3 liu ba no agora mak foin hatudu oin no liman. Maibe dinamismo ne’e hatudu katak povo Timor-Leste nia oan sira iha capacidade matenek atu aprende lais.
  6. Loron 12 de Maio sai dasin ida hodi tetu buat hotu iha tempo eleição antecipada ida ne’e:
  • Tetu povo nia maturidade política.
  • Tetu povo nia interece ba participação politica iha nação nia moris. Líder político balu, ho razão, hanaran eleição ida ne’e hanesan referendum.
  • Tetu capacidade lider sira nian atu hare se sira nia liafuan, dinamismo, ideias, estratégia, mensagem provoca duni impacto iha povo ka lae, kona duni povo nia fuan , kakutak no interece ka lae.
  • Tetu se povo iha ona consciência ka lae, katak tenke participa iha nia nação nia vida liu husi nia voto. To’o oras ne’e, persentagem abstenção nian bo’ot teb-tebes; katak ema la vota ne’e barak teb-tebes. Iha 12 de Maio, ho prego id aka lapisera ida, ho ai atu tunu sate ka ikan, importante mak ita tenke vota atu hili força política ka líder político nebe nia fo fiar atu ukun tinan 5 mai ne’e. Cidadão ida-idak tenke hatene katak ho nia voto pessoal nia contribui ba nação ida nia estabilidade. Durante tina 5, ukun nain sira maka ukun ita. Maibe iha loron votação, ukun nain sira nia vida política iha povo nia liman. Cidadão nebe mak la vota, depois labele reclama nia direito ba estado atu tau matan ba nia, tan nia la contribui ba vida política no estabilidade nação nian.
  • Ikus liu, eleição antecipada ida ne’e, hanesan eleição hotu-hotu, hanorin katak iha democracia, poder iha povo nia liman, povo mak manda. Biar nia la ukun, maibe nia hili força partidária no líder sira nebe nia fo fiar atu ukun. Iha democracia, povo nia decisão iha carácter soberano, katak nia maka manda no ema ida la discute povo nia decisão. Tan nia decisão mak todan liu. Hein katak força partidária no líder político sira hotu sei hatene hakru’uk ba povo nia decisão.

Se povo Timor-Leste hatene ona moris iha democracia ho maturidade, então força partidária no lider político sira nia maturidade política tenke bo’ot liu povo nian.

FELICIDADES BA ITA TIMOR–LESTE  oan toma no ba ita nia nação.

 

 

                                                                                                               Dili, 10 de Maio 2018

“FIGURA POLÍTICA” no “PROGRAMA POLÍTICA”

“O POLÍTICO” no “A POLÍTICA”

nafatin nudar fenómeno iha Campanha Eleitoral 2018

 

Dr. Pe. Júlio Crispim

(Jurista no Academista)

 

 

               Eleição Parlamentar Antecipada (EPA) PR decreta ona ba 12 de Maio de 2018 no iha momento nee tama ona ba período campanha eleitoral nian neebe envolve Partido Político (PP) hat no Coligação Partido Político sira (CPP) mos hat; nunee, hamutuk iha concorrente sira walu mak ba concorre kadeira balun husi kadeira 65 iha Parlamento Nacional (PN). Husi konkorente sira nee, ita identifica concorente forte ida husi PP no ida seluk husi CPP. Entre concorrente rua nee, iha hotu possibilidade atu qualifica nudar PP ka CPP mais votado ho qualificação maioria, qualificada (katak hetan mais husi cadeira 44 iha PN), absoluta (katak hetan mais husi cadeira 33 iha PN) ka simples (katak hetan menus husi cadeira 33 iha PN).  Atu hetan qualificação PP ka CPP mais votado nee, depende ba resultado EA, liu husi determinação povo ida-idak nia voto realizado iha EPA nee rasik. Campanha eleitoral nebee realiza dadaun durante período campanha nee, iha função principal atu hetan determinação povo ida-idak nia confiança no voto ba programa PP no CPP nian apresentado iha campanha eleitoral nee rasik.

               Concorrência importante ba EPA nee dadaun, ita hare katak husi PP no CPP sira aposta (taru ka vs) hela entre figura política (o político) no programa política (a política). Aposta ba figura política katak aposta ba ema político (o político), significa aposta ba ema nudar ema (o ser) ho nia influência pessoal (nia caracter pessoal, nia experiência pessoal, nia carisma pessoal no nia história pessoal). Nunee, aposta ba figura política katak aposta ba EMA SE MAK IMPORTANTE BA POLÍTICA. Enquanto, aposta ba programa política katak aposta ba plano no prioridade sira (a política), significa aposta ba sa mak atu halo (plano) no sa mak tem que halo (prioridade). Bele dehan mos, aposta ba programa política katak aposta ba hahalok política (o dever-ser) no aposta ba hatene halo buat diak (o saber-fazer) no halo ho diak (o fazer-qualidade) nudar objectivo determinate no finalidade lolos ba moris paz no digno. Nunee, aposta ba programa política katak aposta ba POLÌTICA SA MAK IMPORTANTE BA EMA

               Em concreto, iha campanha eleitoral 2018 nee, bele dehan, husi CPP neebe mak, aposta makaas ba figura política (o político) no aposta mos ba programa política (a política), mak AMP, neebe husi sorin ida, ita hetan figura hanesan MB KXG (Frente Armada), MB TMR (Frente Armada), MB L7 TMR (Frente Armada) no MB LUGU (Frente Diplomática) no husi sorin seluk, ita hetan figura Vergilio Smith (Frente Clandestina), Aderito Hugo (Frente Clandestina), Kalbuadi (?), Dionisio Babo (?), Júlio Tomas (?), Camelita Moniz (?), Francisco Guterres (?) no sst (husi CNRT), Fidelis Magalhães (geração foun) no sst husi PLP no Naimori (Frente Clandestina) no sst husi KHUNTO. Enquanto husi PP neebe mak, aposta makaas iha programa política (a política), aposta mos ba figura política (o político), mak FRETILIN, neebe husi sorin ida, ita hetan figura MB Mari (Frente Diplomática), MB Horta (Frente Diplomática), MB Abilio Araujo (Frente Diplomática), MB Rogerio Lobato (Frente Diplomática), MB Tara (Frente Armada), MB Sumoso (Frente Armada) no husi sorin seluk, ita hetan figura José Reis (Frente Clandestina), Francisco Branco (Frente Clandestina), Rui Maria de Araujo (Frente Clandestina), Aniceto Guterres (Frente Clandestina), David Ximenes (Frente Clandestina), José Manuel  (Frente Clandestina), Aurelio Guterres (Frente Clandestina), José Lobato (heroi Nicolau Lobato nia oan), Talik Reis (heroi Vicente Reis nia oan) no sst. Kona ba concorrente sira seluk (PP ka CPP), iha mos figura política ruma hanesan Avelino Coelho (Frente Clandestina) no sst husi PST, Gilaman Exposto (Frente Clandestina) no sst husi UDT, António Benevides (geração foun), Agostinho Gomes (Frente Clandestina) no sst husi PUDD, Fernando Gusmão (Frente Clandestina) no sst husi PDN, maibe sira aposta makaas ba programa política, inclui mos PD aposta makaas ba programa política, maibe PD mos aposta ba nia figura política hanesan Assanami (Frente Clandestina), Kalohan (Frente Clandestina), Adriano Nascimento (Frente Clandestina), MB Dudu (Frente Armada), Constancio Pinto (Frente Diplomatica), Nivio Magalhães (geração foun) no sst. Figura política hirak nee, ita bele considera deit hanesan produto história nian, neebe mai husi luta naruk ba independência no reconciliação iha processo harí no restaura RDTL nudar Etsado de Direito Democrático. Iha parte história luta ba independência no reconciliação, laos Frente Armada mesak mak luta (tanba mantem deit resistência Armada), laos Frente Diplomatica mesak mesak luta (tanba mobiliza deit opinião internacional no nia papel determinante balun) no laos mos Frente Clandestina mesak mak luta (tanba mobiliza deit Povo Maubere no Buibere sira nia participação no contribuição directa ka indirecta); katak Frente tolu nee hamutuk mak iha força politica boot hodi luta nafatin too restaura independência, inclui mos Igreja Católica nia papel, liu-liu hierarquia igreja nian (Bispo sira, Padre sira no Madre sira) neebe mobiliza força moral no social ba independência nee. Sira neebe la luta ba idenpendencia mak sira neebe radicalmente pro integração ka autonomia ba Indonesia.

               Independentemente husi matéria campanha eleitoral PP ka CPP nian neebe importante no determinante iha EPA, RDTL sei hetan resultado ida mosu husi eleição democrático no transparente hodi determina deputado sira neebe atu tama ba (PN) no fo biban ba PP no CPP neebe hakat liu barreira eleitoral ho maioria (qualificada, absoluta ka simples) bele lori nia deputado sira ba PN no hahu loke processo formação VIII Governo Constitucional (GC) nian. Resultado eleição democrático nee sei hamosu possibilidade rua ka hipótese rua iha processo formação VIII GC, mak: 1) hamosu PP ka CPP mais votado qualificada ka absoluta; 2) hamosu PP ka CPP mais votado simples.

               Tuir art. 106.º CRDTL, [PM indigitado husi partido mais votado (1.ª hipótese) “ou” husi aliança partido sira ho maioria parlamentar (2.ª hipótese)] katak, husi resultado EPA mak PP ka CPP ida hetan voto mais votado qualificada ka absoluta ka maioria qualificada ka absoluta (hetan ona maioria parlamentar mesak), nia indigita mesak PM hodi forma mesak VIII GC (1.ª hipótese), maibe mak husi resultado EPA, PP ka CPP ida la hetan voto maioria qualificada ka absoluta katak hetan deit voto mais votado simples ka maioria simples, sei hakat liu partícula “ou” iha norma nee, ba forma hamutuk Aliança PP ka CPP hodi hetan maioria parlamentar hamutuk ho PP ka CPP menus votado sira balun ba indigita hamutuk PM no forma hamutuk VIII GC (2.ª hipótese). Katak, husi resultado eleição democrática, CDRTL fo dalan ba forma governo liu husi hipótese rua nee: (1) forma mesak governo, wainhira PP ka CPP ida maioria qualificada ka absoluta; (2) forma hamutuk governo, wainhira PP ka CPP sira, nem ida hetan maioria qualificada ka absouta, katak PP ka CPP sira hetan hotu maioria simples, maibe sempre iha PP ka CPP ida mak mais votado nafatin no sira seluk menus votado hotu, (tuir CRDTL, laos 1.º mais votado, 2.º mais votado, 3.º mais votado ka sst).

               Nunee, tuir CRDTL katak PP ka CPP mais votado (qualificada, absoluta ka simples) mak iha privilegio no legitimidade democrática ba hahu processo formação GC mesak (ba PP ka CPP ho maioria qualificada ka absoluta) ka hamutuk (ba PP ka CPP ho maioria simples), enquanto PP ka CPP menus votado sira bele hola parte iha formação governo nee, wainhira hetan convite husi PP ka CPP mais votado (qualificada, absoluta  ka simples). Nunee, PP ka CPP menus votado sira la iha privilegio no legitimidade democrática ka la iha dalan tuir CRDTL atu hahu mesak processo formação governo, excepto iha consenso política entre PP no CPP (mais votado ho menus votado sira) no hetan consentimento legítimo husi PP ka CPP mais votado (simples) no mos husi Presidente República (PR) nudar dalan ikus iha processo formação governo nee.

               Husi resultado eleição democrática, qualquer PP ka CPP neebe hetan confiança política ho voto maioria iha eleição democrática (art. 7.º CRDTL) ba forma governo, programa política neebe considerado nudar materia principal, laos único, iha campanha eleitoral, mak sei considera nudar elemento determinante lolos iha formação governo nee. Iha nee, programa política mak sai nudar objecto determinante hodi acesso ba poder politika neebe democraticamente iha povo nia liman (art. 62.º CRDTL) ba governação legítima ida.

               Nunee, wainhira PP ka CPP ida hetan confiança política husi povo, programa política (a política), laos deit figura politca (o político), mak sai nudar factor determinante ba governação neebe iha capacidade no estabilidade governativa, tanba CRDTL rasik mak comtempla exigência no responsabilidade sira kona ba programa política PP ka CPP nian (iha manual política PP ka CPP nian) neebe sei transforma ba programa governo nian (art. 108.º CRDTL) hodi submete ba apreciação PN nian atu hetan confiança ka rejeição (art. 109.º CRDTL) husi maioria absoluta deputado sira iha efectiva função.

              Habadak, katak programa política (a política) PP ka CPP nian, laos deit figura política (o político), nudar elemento determinante iha campanha eleitoral ba hetan confiança política husi povo hodi hetan acesso ba poder política iha PN no iha Governo. Figura política (o político) considerado nudar sujeito política ida importante hodi dirige no organiza PP ka CPP, katak nudar sujeito política ida neebe bele halo decisão no gestão diak ba funcionamento PP no CPP sira. Nunee, wainhira hetan confiança política ho voto maioria husi povo figura política bele nakfilak ba figura governativa iha período governação. Enquanto, programa política (a política) considerado nudar objecto política ida determinate  hodi fo beneficio ba povo nia moris diak no bele garante PP ka CPP ba hetan confiança povo nian. Nunee. wainhira  PP ka CPP ba hetan ona confiança povo, programa política nee sei nakfilak ba programa governo nian, liu husi apreciação ka rejeição PN nian, iha período governação nian.

              Ikus, iha EPA 2018, bele dehan nafatin katak povo TL, laos povo matan delek no povo tilun diuk ka povo ignorante, maibe povo neebe, hori otas hori wain kedas, matan-moris no néon-nain nafatin. Katak, povo TL, hori uluk kedas, liu husi 30 de Agosto tinan 1999 too tinan 2018 nee, liu ona husi processo autodeterminação independência nian no liu mos husi determinação ka decisão politica lubuk ida, neebe hatudu momos katak povo TL, povo neebe matenek no povo neebe consciente, katak POVO NEEBE HATENE VOTA, vota tuir deit nia consciência no entendimento politica no vota tuir compromisso no determinação política ba: (1) HAMETIN SOBERANIA liu husi haforça COOPERAÇÃO INTERNACIONAL, (2) HADIA POVO NIA MORIS liu husi habelar INCLUSÃO SOCIAL no (3) HAMOS CORRUPÇÃO liu husi hakbi’it SISTEMA JUSTIÇA neebe PP ka CPP sira hamosu iha programa politica, laos vota deit ba figura politica no money politica neebe bele mosu iha eleição democrática sira.

 

OBRIGADO

KARIK LAOS OHIN, BAINHIRA TAN – KARIK LAOS POVO, SE TAN FALI

MAK ATU

VOTA BA PROGRAMA POLITICA

PARABENS BA POVO TIMOR-LESTE

Dili, 21 de Abril de 2018

Dr. Pe. Júlio Crispim Ximenes Belo

Formado em Filosofia e Teologia na STFK – Flores – Indonésia

Formado em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Macau – China

Formado em Direito na Pós-graduação e Pesquisa da UNTL – Timor-Leste

RECONHECIMENTO DAS ASSOCIAÇÕES E FUNDAÇÕES CATÓLICAS EM TIMOR-LESTE

Dr. Pe. Júlio Crispim Ximenes Belo

Formado em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Macau – China

 

 

INTRODUÇÃO

 

Ao Falar sobre Associações e Fundações Católicas, estamos a falar sobre as Pessoas Jurídicas Católicas instituídas nos termos do Direito Canónico. Estas só podem estabelecer as suas organizações e os seus funcionamentos na ordem jurídica timorense desde o reconhecimento das suas personalidades jurídicas pelo órgão Estadual competente em Timor-Leste. Em seguida abordarar-se-á estes assuntos para melhor conhecimento e entendimento de cada interessado.

 

1.   ASSOCIAÇÕES E FUNDAÇÕES ERECTAS NOS TERMOS DO DIREITO CANÓNICO

 

1.1. Das Pessoas

O Direito Canónico consagra a pessoa em pessoas físicas e pessoas jurídicas (Título VI do Livro I do CDC). Das pessoas físicas, o Direito Canónico consagra, é constituído pessoa, desde incorporado na Igreja de Cristo pelo Baptismo (Can. 96.º). A pessoa física tem a capacidade jurídica ou é maior desde que completou dezaoito anos de idade (Can. 97.º, n.º 1). Das pessoas jurídicas, o Direito Canónico consagra, A Igreja Católica e a Sé Apostólica têm natureza de pessoa moral por próprio ordenação divina (Can. 113.º, n.º 1). Na Igreja, além das pessoas físicas, há também pessoas jurídicas, ou seja, sujeitos em direito canónico de obrigações e de direitos consentâneos com a sua índole (Can. 113.º, n.º 2).

 

1.2. Das Pessoas Jurídicas

As pessoas jurídicas na Igreja são universalidades de pessoas ou universalidades de coisas (Can. 115.º, n.º 1). Assim, temos as universalidades de pessoas ou de coisas ordenadas a um fim consentâneo com a missão da Igreja, que transcenda o fim de cada indivíduo, são constituídas pessoas jurídicas por prescrição de direito ou por especial concessão da autoridade competente feita por decreto (Can. 114.º, n.º 1). Os fins consentâneos, acíma mencionados, são aqueles que se referem a obras de piedade, de apostolado ou de caridade quer espiritual e quer temporal (Can. 114.º, n.º 2). Neste sentido, as universalidades de pessoas constituem as associações e as universalidades de coisas constituem as Fundações.

 

1.3. Associações

As associacões são constituidas pelas universalidades de pessoas, no mínimo três pessoas, ou seja,  as universalidades de pessoas, que não pode constar de menos de três pessoas, é colegial se os seus membros determinam a sua actuação, concorrendo para tomar as decisões, com direitos iguais ou não, segundo as normas do direito e dos estatutos; de contrário é não-colegial (Can. 115.º, n.º 2).

 

1.4. Fundações

As fundações são constituidas pelas universalidades de coisas que, no mínimo possam bastar para atingir os seus fins, ou seja, as universalidades de coisas consta de bens ou coisas, quer espirituais quer materiais, e é regida, segundo as normas do direito e dos estatutos, por uma ou mais pessoas fisícas ou por um colégio (Can. 115.º, n.º 2).

 

1.5. Personalidades Jurídicas e Capacidades Jurídicas

As pessoas jurídicas públicas são universalidades de pessoas ou de coisas, constituídas pela autoridade eclesiástica competente para, dentro dos fins que a si mesma se propuseram, segundo as prescrições do direito, desenpenharem em nome da Igreja o múnus próprio que lhes foi confiado em ordem ao bem público; as outras pessoas jurídicas são privadas (Can. 116.º, n.º 1). As pessoas jurídicas públicas adquirem esta personalidade quer pelo próprio direito quer por decreto da autoridade competente que expressamente a conceda; as pessoas jurídicas privadas adquirem esta pessoanalidade apenas por decreto especial da autoridade competente que expressamente a conceda (Can. 116.º, n.º 2). Nenhuma universalidade de pessoas ou de coisas, que pretenda adquerir personalidade jurídica canónica, a pode obter sem que os seus estatutos sejam aprovados pela autoridade eclesiástica competente (Can. 117.º, n.º 2). A autoridade eclesiástica competente refere-se aos Bispos diocesanos; chamam-se Bispos diocesanos aqueles a quem foi confiado o cuidado de alguma diocese (Can. 376.º, 1.ª parte). O Direito Canónico atribuiu aos Bispos diocesanos a competência de governar a Igreja particular que lhe foi confiada, com poder legislativo, executivo e judicial (Can. 391.º, n.º 1). O poder legislativo exerce-o o próprio Bispo. O poder executivo e judicial exerce-os quer por próprio Bispo quer pelo Vigários gerais ou episcopais e Vigários judiciais ou juízes do tribunais eclesiásticas (Can. 391.º, n.º 2). Em relação com os estatutos das Associações ou Fundações Católicas só podem obter as suas personalidades jurídcas canónicas desde são aprovados pelos próprios Bispos diocesanos.

A autoridade competente da Igreja não confira personalidade jurídica a não ser àqueles universalidades de pessoas ou de coisas que prossigam um fim realmente útil, e, tudo ponderado, disponham de meios que se preveja possam bastar para atinggir o fim propsoto (Can. 114.º, n.º 3).

 

2.   ASSOCIAÇÕES E FUNDAÇÕES ERECTAS NOS TERMOS DO DIREITO TIMORENSE (CCT)

          O Direito timorense consagra também a pessoa em pessoa singular e pessoa colectiva (Título II, sub-títuto I do Livro I do CCT). A pessoa singular adquire a sua personalidade jurídica no momento do nascimento completo e com vida (art. 63.º, n.º 1 do CCT). A pessoa singular tem a sua capacidade jurídica ou é maior idade quem tiver completado dezassete anos de idade (art. 118.º do CCT). São pessoas colectivas as Associações e as Fundações (art. 149.º do CCT). A capacidade jurídica das pessoas colectivas abrange todos os direitos e obrigações necessários ou convenientes à prossecução dos seus fins (art. 153.º, n.º 1 do CCT).

 

2.1. Associações

As associações são constituídas por escritura pública ou por outro meio legalmente admitido, que contenham as especificações referidas no nº 1 do artigo 159º, gozam de personalidade jurídica (art. 150.º, n.º 1 do CCT).

O acto da constituição de associação especifica os bens ou serviços com que os associados concorrem para o património social, a denominação, fim e sede da pessoa colectiva, a forma do seu funcionamento, assim como a sua duração, quando a associação se não constitua por tempo indeterminado (art. 159.º, n.º 1 do CCT). Os estatutos podem especificar ainda os direitos e obrigações dos associados, as condições da sua admissão, saída e exclusão, bem como os termos da extinção da pessoa colectiva e consequente devolução do seu património (art. 159.º, n.º 2 do CCT).

O acto de constituição da associação, os estatutos e as suas alterações devem constar de escritura pública, sem prejuízo do disposto em lei especial. O notário deve, oficiosamente, a expensas da associação, comunicar a constituição e estatutos, bem como as alterações destes, à autoridade administrativa e ao Ministério Público e remeter ao jornal oficial um extracto para publicação. O acto de constituição, os estatutos e as suas alterações não produzem efeitos em relação a terceiros, enquanto não forem publicados (art. 160.º do CCT).

 

2.2. Fundações

As fundações adquirem personalidade jurídica pelo reconhecimento, o qual é individual e da competência da autoridade administrativa (art. 150.º, n.º 2 do CCT).

As fundações podem ser instituídas por acto entre vivos ou por testamento, valendo como aceitação dos bens a elas destinados, num caso ou noutro, o reconhecimento respectivo. O reconhecimento pode ser requerido pelo instituidor, seus herdeiros ou executores testamentários, ou ser oficiosamente promovido pela autoridade competente. A instituição por actos entre vivos deve constar de escritura pública e torna-se irrevogável logo que seja requerido o reconhecimento ou principie o respectivo processo oficioso. Aos herdeiros do instituidor não é permitido revogar a instituição, sem prejuízo do disposto acerca da sucessão legitimária. Ao acto de instituição da fundação, é aplicável o disposto na parte final do Art.o 160º, quando conste de escritura pública, bem como, em qualquer caso, aos estatutos e suas alterações (art. 176.º do CCT).

No acto de instituição deve o instituidor indicar o fim da fundação e especificar os bens que lhe são destinados. No acto de instituição ou nos estatutos pode o instituidor providenciar ainda sobre a sede, organização e funcionamento da fundação, regular os termos da sua transformação ou extinção e fixar o destino dos respectivos bens (art. 177.º do CCT).

Na falta de estatutos lavrados pelo instituidor ou na insuficiência deles, constando a instituição de testamento, é aos executadores deste que compete elaborá-los ou completá-los. A elaboração total ou parcial dos estatutos incumbe à própria autoridade competente para o reconhecimento da fundação, quando o instituidor os não tenha feito e a instituição não conste de testamento, ou quando os executores testamentários os não lavrem dentro do ano posterior à abertura da sucessão. Na elaboração dos estatutos tem se em conta, na medida do possível, a vontade real ou presumível do fundador (art. 178.º do CCT).

Não é reconhecida a fundação cujo fim não for considerado de interesse social pela entidade competente. É igualmente negado o reconhecimento, quando os bens afectados à fundação se mostrem insuficientes para a prossecução do fim visado e não haja fundadas expectativas de suprimento da insuficiência. Negado o reconhecimento por insuficiência do património, fica a instituição sem efeito, se o instituidor for vivo; mas, se já houver falecido, são os bens entregues a uma associação ou fundação de fins análogos, que a entidade competente designar, salvo disposição do instituidor em contrário (art. 179.º do CCT).

 

3.   ASSOCIAÇÕES E FUNDAÇÕES CATÓLICAS RECONHECIDAS PELA RDTL NOS TERMOS DA CONCORDATA.

          A República Democrática de Timor-Leste reconhece a personalidade jurídica pública da Igreja Católica nos termos do Direito Canónico (art. 3.º, n.º 1 da Concordata). A República Democrática de Timor-Leste reconhece também a personalidade jurídica pública, nos termos do Direito Canónico, da Conferência Episcopal Timorense cujo estatuto são aprovados pela Santa Sé, bem como das Dioceses, Paróquias e outras jurisdições eclesiásticas, desde que o acto constitutivo da sua personalidade Jurídica canónica seja notificado ao órgão competente do Estado (art. 3.º, n.º 2 da Concordata).

          A República Democrática de Timor-Leste reconhece a personalidade jurídica das Associações e Fundações eclesiásticas erectas canonicamente desde que o acto constitutivo da sua personalidade jurídica canónica seja registado no órgão competente do Estado (art. 5.º, n.º 1 da Concordata). As Associações e Fundações reconhecidas regem-se pelo Direito Canónico e pelo Direito de Timor-Leste, aplicados pelas respectivas autoridades, e têm a mesma capacidade civil que o Direito Timorense atribui às pessoas colectivas de idêntica natureza (art. 5.º, n.º 2 da Concordata).

 

CONCLUSÃO

          São as Associações e Fundações Católicas aqueles que foram erectas canonicamente e adquirem a personalidade jurídica canónica por decreto da autoridade eclesiástica competente e tem o seu estatuto aprovado pela autoridade eclesiástica competente. Significa isto, que: (1) o acto constitutivo da personalidade jurídica canónica das Associações e Fundações Católicas devem ser constituidas pelo decreto do Bispo diocesano; e (2) o estatuto canónico das Associações e Fundações Católicas devem ser aprovados pelo Bispo diocesano.

          Nos termos da Concordata as Associações e Fundações Católicas erectas canonicamente, em Timor-Leste, devem ser registados no órgão competente do Estado timorense para o efeito do reconhecimento da sua personalidade jurídica canónica pelo Estado timorense.

 

 

Dr. Pe. Júlio Crispim Ximenes Belo

Dili, 12 de Abril de 2018

 

KETA TAUK HATAN, IHA TEMPO ATU HILI

(Mario Oliveira)

 

Contextualiza Mensagem Papa Francisco Nian ba Jornada Mundial Joventude nian

ba dala XXXIII

 

Preliminar

                  Uainhira ha’u nia kakutak bilan hodi hanoin, tan preocupação lubuk nebé ha’u hasoru, ha’u lahetan tema interesante hodi hakerek kona ba “discernimento vocacional á luz da sagrada Escritura” nudar tema geral nebé secção academia Spepal nian fó, maibé iha ha’u nia hanoin lahetan ne’e, mosu duni vontade atu hakerek kona ba “discernimento vocacional” ne’e rasik, husi ne’e hotu diak mai ha’u atu foti tema “KETA TAUK HATAN, IHA TEMPO ATU HILI” nebé coincide kedas ho mensagem Papa Francisco nian ba Jornada Mundial juventude nian ba dala XXXIII ho ninia tema :”JOVENS,  FÉ NO DISCERNIMENTO VOCACIONAL” tamba ne’e diak tebes hodi contextualiza kedas mensagem Papa Francisco nian ba Jornada Mundial juventude ba dala XXXIII  ne’e, atu husi ne’e;  nebé fó duni anin foun iha mundo nebé nakonu ho buat nakukun ba ema hirak iha hela dalan fahe entre sim ou não. Loos duni “discernimento vocacional” hanorin dadaun ita atu conserva iha memória nebé liu ona; atu mos bele rona, hamutuk ho vontade tomak, ba Liafuan Maromak nian nebé infunde coragem no haraik graça necessária ba responde Maromak ninia bolu.

                  Laos ona tarde atu contextualiza“discernimento vocacional”, maibé precisa duni atu iha biban sira nebé situação husu atu halo “discernimento” ba ema ida-idak ninia an,  relaciona ho resposta ida lolos tamba vocação ne’e laos opção maibé resposta. Ba nune’e ho naroman Biblia nian ha’u hatur mos artigo simples ne’e iha pasagem biblico “«Keta tauk, Maria, basa o hetan rahun diak tebes iha Maromak futar oin» (Lc 1, 30). Hodi simplifica ba parte sira tuir mai.

  1. Keta tauk Hatan
  2. Iha Tempo Atu Hili
  3. Haksolok ho saida mak Hatan
  4. Lia taka

 

  1. Keta tauk Hatan

                  Liafuan tauk no hatan hetan kedas polaridade negativa ho keta nebé hatur duni afirmação certa ida husi ema hirak nebé hela iha dalan fahek entre sim ou não, Keta tauk Hatan nebé tuir loloos hetan frase completo “keta tauk atu hatan” ho ninia sentido positiva provoca duni perturbação makaas iha fuan, surpreende ho saida mak diak liu no aat, hodi sukat mos ho identidade no vocação, nebé uluk liu bai-bain deit. Ema bai-bain, nune’e mos personagens lubuk tan husi Sagrada Escritura, tauk perante mistério husi Maromak ninia bolu, nebé, iha momento ida ba seluk, confronta ho imensidão  husi desígnio divino no sente dadaun ema ninia kbiit laek hanesan criatura rai rahun. Maromak, lê iha fuan nebé klean, no dehan ba ema : «Keta tauk»! Maromak lê mos iha ita ninia íntimo. Conhece didiak desafios nebé ita mos precisa enfrenta iha vida, sobretudo uainhira ita hela iha opções fundamentais de que depende saida mak ita no ita halo iha mundo ne’e. Hanesan buat ida hamosu «perplexidade» katak iha hela decisões kona ba ita ninia futuro, ita ninia estado de vida, ita ninia vocação. Iha momentos balun, ita mos hela iha nakdoko no hetan mos assalta ho tauk oi-oin. Tauk saida deit bele mosu, iha nebé ema preocupa liu profundamente ba saida mak tuir lolos, laimportante, laurgente no lanecessita.  Buat ida tauk «de fundo», nebé existe iha ema barak nia an, saida mak laos atu hadomi, laos mos atu habelun, husi buat nebé lasimu husi saida mak ema iha. Ohin loron, iha ema barak nebé, tenta hodi hariku an ho padrões frequentemente artificiais no inatingíveis, iha sensação hodi sai buat seluk husi saida mak iha realidade. Halo bebeik «foto-retoques» husi imagens próprias, helik an ho máscaras no identidades falsas, too quase atu halo sira an hanesan loos «fake» ida, falso ida. Barak mak iha obsessão hodi simu número possível barak liu husi apreciações «gosto» nian. No husi ne’e, halo com que sensação de desajustamento hirak ne’e, hamosu duni tauk lubuk no incertezas nabutuk. Seluk tan mak tauk hodi laconsegue  hetan segurança afetiva ida no moris mesak. Iha mos barak, ba hare fali husi serviço sira nebé lafolin, tama iha tauk hodi laconsegue hetan conveniente afirmação professional ida, hodi labele realiza sira ninia mehi. Sai aat liu mak consequencia mate ninia tali fukun lanamkore husi sira ninia kakorok.

                  Sei trata ho tauk nebé atualmente presente iha ema barak ninia an, ema fiar nain barak hanesan laos fiar nain. No husi sira rasik nebé acolhe ona dom husi fé no buka ho serio sira ninia vocação, por certo laescapa husi tauk. Balun mos mak hanoin: dalaruma Maromak halo exemplar no malorek liu; talvez, hodi hakat iha estrada nebé Maromak hatudu, la verdadeiramente feliz, ou laos ona buat nebé husu iha tempo nebé liu. Seluk nebé interroga: Se lao tuir dalan nebé Maromak hatudu mai ha’u, se mak sei garante mai atu ha’u consegue lao too nia rohan? Desanima sei mosu?  Lakon vontade? Sei diak liu mak persevere vida inteira ?

                  Iha momentos hanesan ne’e mak  fera dadaun fuan nebé nakonu ho dúvidas, nune’e necessário atu halo discernimento(“KETA TAUK HATAN, IHA TEMPO ATU HILI”). Ne’e mak permite ita liuhusi ordem confusão nebé  pensamentos no sentimentos iha, oferece duni biban atu iha momento kakutak lahasoru malun ho fuan, buka oinsa mak “ hili loloos no latauk atu hatan” hanesan resposta ida tamba vocação ne’e laos opção maibé resposta, hanesan  Ir. Graça Disingakala Nunes Profa. Dra. Ir. Aíla Luzia Pinheiro De Andrade, NJ iha sira ninia artigo ida :”A VOCACAO NÃO É UMA ESCOLHA MAS UMA RESPOSTA esclarece “a relação de intimidade com a pessoa de Jesus Cristo é a resposta incondicional do homem”.  Tamba ne’e evangelho ne’e mos, sai mata dalan hodi lao iha maneira justa no prudente, nebé ema bele moris iha resposta ida nebé loloos.  Bíblia lanega sentimento humano husi tauk, nem inúmeros motivos nebé bele provoca perturbação iha fuan nebé klean.  Mai kedas ho Abraão  ninia tauk(cf. Gn 12, 10-11), Jacob mos tauk (cf. Gn 31, 31; 32, 8), hanesan mos Moisés (cf. Ex 2, 14; 17, 4), Pedro (cf. Mt 26, 69-75) no Apóstolos (cf. Mc 4, 38-40; Mt 26, 56). Jesus rasik, embora  iha nível incomparável ida, sente tauk no angústia (cf. Mt 26, 37; Lc 22, 44).

                  Hanesan ne’e ba  ema precisa duni iha coragem atu dehan ho fuan “Fala, Senhor; o teu servo escuta”» (1 Sm 3, 9). Iha ema ninia dúvidas, sura mos ho Igreja nebé tinan 2018 nia laran. Hatene katak iha bons sacerdotes, consagrados no consagradas, fiéis-leigos – sira hirak ne’e ema baibain –, maibé necessário atu loke cidades no comunidades hodi cresce, mehi, perscruta horizontes foun!  Nunca  sai nain ba prazer hodi goza  encontro, amizade, prazer  husi mehi hamutuk, hodi lao hamutuk ho sira seluk. Cristãos autênticos labele tauk atu nakloke ba ema seluk, hodi compartilha espaços vitais sira hodi transforma dadaun  iha espaços de fraternidade. Ohin loron labele deit atu halibur maibé labele husik, jovens sira no sira hirak nebé hakarak buka ksolok juventude nian iha escuridão sala taka metin nian ida, iha nebé iha deit única janela atu hare mundo,  seja husi deit computador no husi smartphone. Loke husi par em par odamatan sira moris nian! sira ninia espaços no tempos hodi bele habita husi  pessoas concretas, relações profundas, nebé imi fo possibilidade hodi compartilha experiências autênticas no reais lor-loron nian.

 

  1. Iha Tempo Atu Hili

                  Ho certeza katak  graça Maromak nian iha ita, prova duni ho força ida atu iha coragem ba presente: coragem atu hasoru pergunta rua nebé mak mai satan: magia no marketing. Parece que consegue atrai pessoas atu hatan ba  Cristo ninia bolu no resolve  problema contradição mundo nian. Maibé, no fim, sei faan ba mercado ilusões individualistas nian. Magia mak fuga husi  alteridade, husi comunidade. Trata Evangelho hanesan buat ida nebé bele adquire ba sacrifícios ninia folin, promessas no ofertas. Hasai tiha ema husi comunidade hodi coloca mes-mesak iha Maromak futar oin, atu halo barter ho Maromak, hodi sosa graças no bênçãos no  milagres husi Maromak. Serve hanesan força  husi palavrórios humanos no devocionismos baratos, nebé no fundo atu resolve  problema pessoal ida, atu alcança cura ida, atu supera crise ida etc., no too atu adquire ingresso antecipado ida ba lalehan. Haluha tiha katak Evangelho laos sosa no faan, maibé atu moris! Evangelho Jesus Cristo ninia mak vinda gratuita Maromak nian ba ita, ne’e mak encarnação Maromak nian nebé mai hasoru malun ho ita. Pluralismo religioso no ético sociedade atual nian lori duni ema sira atu halo fali religião sai assunto privado ida deit. Cristianismo hanesan religião ida nebé hatuur kedas iha relação entre ema ho Maromak no entre ema ho ema, hanesan religião ida ho resposta ba transformação mundo nian.  Nebé ninia consequencia logico mak simplicidade husi sasin moris, husi convivência cotidiana ho ema fiar nain sira, husi pertença comunidade simples ida nebé nakonu ho fé, pequeno grupo de reflexão no oração, iha nebé hirak ne’e sei converte ba Cristo. Será precisa atu  adapta tuir iha tempo nebé lao ba bebeik ho resposta ida loloos “iha tempo atu hili” hanesan teólogo Karl Rahner  ninia liafuan “respeito de todos os cristãos: o cristão do século XXI ou sera um místico ou simplesmente não será cristão. Sem mística, sem santidade, o presbítero não será ninguém e nada terá a oferecer a seu povo. Apresentando os desafios da Igreja para o futuro. Liutan ne’e Rahner reclama ausência husi mestres no discípulos, hodi salienta :“Onde existem ainda os ‘pais espirituais’, os gurus cristãos, que possuem carismas para iniciar os discípulos na meditação e, até mesmo, no misticismo, onde se poderá reconhecer a realidade definitiva do ser humano, isto é, sua união com Deus, como uma coragem sagrada? Onde estão os que têm coragem de ser discípulos desses pais espirituais?”. Iha tempo atu hili, hili didiak atu keta hili sala hanesan deit opção ida maibé hili hanesan resposta. Tamba hili hanesan opção no hili hanesan resposta buat rua nebé lahanesan ho ninia consequencia nebé lahanesan mos.

 

  1. Haksolok ho saida mak Hatan

                  Vocação mak ação bolu husi Maromak, hanesan ninia iniciativa domin nian nebé corresponsável (Is 59,1; Jr 1,5; Rm 9,12; Gl 1,15; 5,8). Maromak bolu tamba hadomi (cf. Dt 7,6-8; 23,6; Jo 15,16; Mc 3,12). Tuir Bíblia, missão mak elemento central husi vocação.  Quando Maromak bolu ema balun, haruka nia ba missão ida, ho ninia fim mak halo oinsa ema ida ninia função bele lao diak iha comunidade ida ninia leet.  Missão mak sempre encargo ida. Tamba ne’e mak São   JOÃO PAULO II. Hatoo Mensagem iha ocasião ba Jornada Mundial da Juventude nian bad ala XV iha tinan 1999 dehan “Deus criou-nos para compartilhar a sua própria vida; chama-nos para sermos seus filhos, membros vivos do Corpo místico de Cristo, templos luminosos do Espírito do Amor.  Chama-nos para ser “seus”: quer que todos sejam santos”.  Hafoin Maromak bolu tiha cada ema, precisa liu-liu mak iha coragem atu husik buat hotu, sei abandona buat hotu nebé pertence ba mundo ninia soin, ba iha nebé Nia haruka no halo saida mak Nia husu. Coragem mak passo ida importante liu ba dalan vocacional ida bem-sucedido. Ne’e duni mak precisa iha coragem hodi entrega an ba Maromak ninia liman no husik atu Nia mak ukun ita, atu mos ita bele hasoru tempestades hotu iha dalan nebé ita liu, vicissitudes hotu nebé iha ho haksolok. Coragem atu husik buat hotu no dehan Sim ba Maromak ! Não temas, “Coragem! Levanta-te, ele te chama.” (Mc 10 49). Loos duni husi domin ne’e mak Nia bolu, ho domin ne’e mak ita hatan, ho domin ne’e mos mak ita halao missão ho ksolok no domin ne’e rasik mak ita sai ita an rasik laos tuir fali ema seluk dehan saida kona ba ita. “Amor é a origem e o fim de toda vocação e o Deus que nos criou sem nós não nos salva sem nós, hanesan Santo Agostinho afirma.  Ita hotu hetan bolu atu colabora iha plano salvação nian. Nia precisa husi ita ninia sim nebé mai husi laran hanesan hatan nebé haksolok no haksolok ho saida mak ita hatan.

 

  1. Lia taka

                  Quando ita koalia discernimento vocacional. Ida ne’e tamba atu efetiva fali vocação nebé ema iha, tuir projeto Maromak nian, contribui ba buat nebé diak laos deit pessoal ou husi instituição ba saida mak ema pertence, maibé, husi isin lolon tomak : criatura Maromak nian.  vocação ne’e rasik ato dinâmico ida, procedimento gradual ida, história domin ida, relacionamento profundo ho Maromak  liuhusi Nia Oan Mane iha Espírito Santo, no husi ne’e mak,  husu liu-liu atu tama iha intimidade ho Maromak, sai ida deit iha escola Mestre nian, pois vocação, hanesan ato husi bolu, conta mos ho envolvimento husi sujeitos nain rua: Maromak nebé bolu no ema hatan. Ikus mai. KETA TAUK HATAN, IHA TEMPO ATU HILI. (Assim Seja e Bem Hajam)

 

Referências Bibliográficas

TIMOR LESTE “QUO VADIS” (Ó BA NE”EBÉ)

(Nor G. Cardoso)

 

INTRODUÇÃO

                  Timor Leste, rai lafaek, rai ida ne’ebé iha tinan barak nia laran hetan opressão hosi rai barak. Maibé iha momento ne’ebé Timor hahú determina nia jati diri, Timor oan hamutuk hodi hakilar: “viva ukun rasik an”. Timor ida deit, lao iha dalan ida deit, dalan ba ukun rasik an, kilat fuan ikus nian mak ita nia ukun rasik an tenik Sr. Nicolao Lobato, matebian. Luta nafatin keta tauk, keta hakiduk, maske ita sira ne’e mate mohu mos, labaraik ki’ik ida foin moris mai mos kaer bandera, Timor tenke hetan ukun rasik an tenik Sr. Xanana Gusmão. Maibé ida ne’e deit la to’o, ita buka atu reza nafatin no bei-beik atu Timor tenke hetan ukun rasik an, tenik Bispo Dom. Alberto Ricardo da Silva, matebian.     

                  Timor oan sira ida deit, lao iha dalan ida mesak, hae dalan ukun rasik an. Iha Timor oan nia moris ita labele haketak, se mak povo, se mak sarani. Buat rua ne’e sai ida deit, sai ona isin no ran. Iha realidade ohin loron, ita lao hosi sikun ida ba iha sikun ida, hosi sorin ida ba sorin seluk, Timor moris buras to’o naksaren ho hahalok: corrupção, individualismo, hedonismo, materialismo, egoismo nst… uluk luta atu halakon tiha buat sira ne’e hotu. Maibé afinal buat sira ne’e, hanesan diábo ne’ebé hatais hela unuk festa ukun rasik an nian, depois hetan ukun an moris buras hikas fali. Ho realidade hirak ne’e, ita bele husu Timor “quo vadis” (Timor para onde vais-Timor ó ba ne’ebé)? Timor agora lao hela iha dalan perdição. Tamba Timor oan sira nia moris ohin loron, compara karik ho “SODOMA no GOMORA”, sira sei diak liu fali. Rai lafaek ne’e iha tinan hirak tuir mai nia oan sira la muda an, Timor nia moris atu ba los ne’ebé? Timor nia vida sei sai haesan Sodoma no Gomora eh nação sira iha continente África.

 

1.1. Timor Leste, molok ukun rasik an VS ukun rasik an

                  Timor molok ukun rasik an, nia emar sira moris iha unidade, dame, domin, moris iha fuan compaixão (fuan be sente lisuk), fraternidade, harmonia, nst… Nia emar sira hotu hakilar ba mundo unidade nascional, Timor “ida deit”. Liafuan “ida deit” hatudu iha: mate ka moris, ita mate hamutuk; moris mos, moris hamutuk; terus mos, terus hamutuk. Ita bele halo compração ba Timor ida uluk hanesan, ISIN LOLON. Wainhira parte ruma hosi isin lolon ne’e kanek eh tohar ka moras, isin lolon tomak sente hotu moras ne’e. Eh ita bele dehan wainhira liman ruma kanek, matan tanis hodi lelir, no wainhira matan ben sai, liman hamos. 

                  Molok ukun an, Timor nia emar sira nia moris hanesan exemplo iha leten ne’e. Eh ita bele dehan Timor nia moris besik los hanesan anjo sira iha lalehan. Missa la falta, ema domin nain, fuan nakfuan no nakburas ho compaixão, laran kmaus no laran luak. Buat hirak ne’e, buat sira ne’ebé anjo sira nian, maibé ema Timor ida uluk buat sira ne’e iha no sira halao duni iha sira nia moris. Ita haré ema Timor oan sira hanesan los anjo sira ne’ebé lao hela iha rai ne’e.

                  Timor oan sira nia moris uluk moris iha unidade iha diversidade, amizade no fraternidade nia laran. Carácter balu ne’ebé hatudu unidade no fraternidade mak “gotong royong”, la iha diferença iha raça, iha cor, iha lian. Timor iha raça ida deit, cor ida mesak. La  iha funu baluk entre Timor oan, iha funu baluk ida mesak mak opressor, mak colonizador. Timor oan sira hotu-hotu iha mehi ida mesak, “ukun rasik an, duni sai opressor, duni sai colonizador, halakon corupção, sunu motuk individualismo, hedonismo, materialismo, egoismo” ntst…

                  Espírito ida uluk ne’e lakon, buat sira ne’e hotu sai hanesan história. Timor hetan tiha ukun rasik an, sira ne’ebé uluk aventura deit agora sai fali veteranos. Timor oan sira sai fali “bode expiatório” (kambing hitam) no sai traidor ba nia nação rasik. Papa Francisco hatete: “diak liu pecador, do que traidor”. Diak liu laos veteranos, do que uluk traidor ikus mai sai veteranos. Ho ema sira traidor berwajah malaikat, maibé nia fuan no laran hanesan mate isin iha rate laran. Hodi haburas corrupção, individualismo, hedonismo, materialismo, egoismo iha Timor. Halakon identidade no santidade rai lulik, rai Timor nian, ne’ebé ema tomak hatene: “Timor terra de Santa Cruz e terra de Santa Maria”.

                  Hetan ukun an Timor hili dalan democracia, ne’ebé nakonu ho liberdade total. Liberdade ida ne’ebé ikus mai halo ema lakon nia “dever no obrigação”. Sira haluha katak uluk ema barak ran fakar suli ba rai, isin asu mak dada, luta atu hetan ukun rasik an. Maibé iha realidade hatudu ukun rasik an para deit iha democracia. La hanoin ona katak buat ida luta ne’e tenke halo nafatin, luta atu keta iha corrupção, individualismo, hedonismo, materialismo, egoismo iha nação ida ne’e. Maibé Timor oan sira barak luta to’o deit atu hetan democracia, hodi hari partido, hanesan ema sira hadau malu fatin hodi faan kankung.

                  Democracia halo Timor oan barak monu iha laço liberdade irracional. Liberdade be lori Timor lao ba dalan “perdição”. Liberdade lao ba libertinagem, hodi ukun rasik an lao ba perdição. Timor nia liberdade ba libertinagem, “sai ópio” ne’ebé halo Timor oan sira, liu-liu ukun nain sira lori Timor lao ba perdição. Hahalok “ópio” nian hatudu iha: individualismo, egoísmo, opressão, corrupção, violência, aborto, divórcio, hedonismo, materialismo nst… halo ema Timor oan barak haluha sira nia an rasik, Timor oan barak lakon ona fuan compaixão. Ita bele haré bainhira ema ruma hetan acidente ka ema ruma nia uma hetan sunu ka ahi han, ema barak ba hobur hodi hatete liafuan “kasian” no pior liu ba hasai “foto” hodi hatama iha SOSMED (social média), em vez de ba tulun ema ne’e maibé lae, hobur lisuk deit hodi buka atu hatama iha média sira. Timor oan sira para deit iha liafuan “kasian”, laos lolo liman hodi tulun ema ne’e.

                  Hahalok ida tulun malu ne’e ita hetan deit wainhira Timor seidauk ukun rasik an, maibé hetan tiha ukun rasik an buat sira ne’e sai sampah, hanesan sampah sira iha Dili laran ne’ebé ema lori ba soe iha Tibar. Dili hanesan capital Timor nian, maibé iha realidade Dili hanesan capital ba prática: individualismo, egoísmo, opressão, corrupção, moris aat, divórcio, hedonismo, materialismo nst…corrupção moris buras-nakfunan-nakfuan-to’o naksaren, família rahun, moral hahu lakon. Uluk ema Timor badinas atu serviço, maibé ohin loron lae ema hetok badinas liu atu naok.  

                  Timor nia moris compara ho cidade SODOMA no GOMORA nia moris. Cidade rua ne’e sei diak liu. Buat sira individualismo, egoísmo, opressão, corrupção, moris aat, divórcio, hedonismo, prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões invejas, bebedeiras, orgias… sira ne’e sei la halo ita hetan liman rohan reino lalehan nian (cf. Gal. 5:19-21). Buat sira ne’e mos mak cidade rua ne’e halo, ida mos mak Timor oan sira halo. Se ita la halakon buat sira ne’e, keta halo ba Jesus dehan fali lia makaas ba ita: “imi hanoin imi tama reino lalehan, imi sei tun liu ba inferno nia okos liu ba”.  Timor oan sira la reflete hodi hanoin didiak, Timor nia destido sei aat liu fali cidade “SODOMA no GOMORA”.

 

1.2. Sodoma no Gomora sei diak liu Timor (cf. Gen. 19, 1-29)

                  Rai lafaek nia moris ohin loron hanesan los ho Sodoma no Gomora. Maibé cidade rua ne’e sei diak netik, tamba wainhira Maromak atu haruka ahi tun hosi lalehan, atu sunu motuk tiha cidade ne’e, maibé iha ema ida ho naran Abraão ne’ebé brani hodi halo discussão ho Maromak. Cidade rua ne’e Maromak atu sunu motuk tamba iha cidade ne’e nia laran moris buras ho hahalok “individualismo, egoísmo, opressão, corrupção, hedonismo, injustiça, materialismo, moris aat, divorcio nst… hanesan mos buat ne’ebé mak buras los iha Timor.

                  Maske molok Maromak atu harahun no sunu motuk cidade ne’e, iha ema fiar nain no hamtauk Maromak, Abraão ne’ebé ho aten brani hodi halo diálogo ho Maromak, dehan: Na’i iha karik ema justo limanulu, Ita Bo’ot sei harahun nafatin ka lae? Na’i hatan: Há’u sei perdoa cidade ne’e. Maibé Abraão husu tenik: se iha deit ema hatnulu-resin lima, Na’i sei harahun nafatin cidade ne’e? Na’i hatan: Há’u sei la harahun. Abraão husu: ema nain rua nulu deit? hafoin Abraão hatutan hodi husu: keta iha karik ema nain sanulu, Ita Bo’ot sei haruhun cidade ne’e? Na’i hatan: Há’u sei la harahun. maske ikus mai Maromak harahun duni cidade ne’e, tamba ema justo la to’o ho buat ne’ebé Abraão hatete. Maske nune’e Maromak sei salva netik ema justo nain tolu: Lot, ho nia oan feto nain rua.

                  Oinsá ho Timor? Iha ka lae ema fiar nain ho aten brani hodi halo diálogo ho Maromak? Iha Timor laran ita dolar hosi sikun ida to’o lidun ida, su’u hosi ohak to’o leten, Abraão nia saseluk sira [sira hotu ne’ebé simu ona batismo (leigos, consagrados, ordenados)] barak los. Wainhira Maromak atu harahun cidade Timor karik sira ne’e bele eh lae koalia hasoru Maromak hanesan Abraão koalia?

                  Timor nia moris ohin loron, moris buras ho buat aat no buat dodok, mate isin nia nia is mos sei diak liu. Se Timor oan sira la hakribi sala hodi fila laran ba Maromak, Timor nia moris sei aat liu fali cidade rua ne’e. Maromak laos deit lori ahi bai-bain mak sunu motuk rai Timor hanesan sunu cidade rua ne’e, maibé Maromak sei hatun “ahi inferno” nian ne’ebé sei la mate hodi sunu rai Timor.

 

 1.3. Lori Timor ba hakribi salan hanesan cidade Nínive (Jonas. 3, 1-10; 4, 1-11)

                  Cidade Nínive nia emar sira mos moris aat, hanesan lolos Timor nia emar sira nia moris. Maske iha tempo ne’ebá Maromak iha ona hanoin atu harahun cidade ne’e, tamba cidade ne’e la moris tuir ona Maromak nia ukun fuan no Maromak nia hakaran. Maibé tamba cidade ne’e nia emar sira, ho tulun Profeta Jonas nian sira fila laran ba Maromak total no radical hosi hahalok sira individualismo, egoísmo, opressão, corrupção, moris aat, divórcio, hedonismo, prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões invejas, bebedeiras, orgias… Sira halo Jejum no abstinência nascional, hahú hosi liurai tun to’o ba povo kiik sira hotu, no laos deit ema maibé animal sira hotu mos halo Jejum no abstinência. Ikus mai cidade ne’e Maromak la consegue hatun desgraça ba sira, maibé Maromak fó hikas fali graça no benção ba sira. Ba sira nia rai, sira nia moris, no buat moris tomak iha rai ne’e.

                  Timor atu labele hetan desgraça hosi Maromak hanesan Sodoma no Gomora, tamba ne’e iha tempo Quaresma ne’e Timor oan hotu, liu-liu hahú hosi Na’i ulun sira hotu to’o ba povo kiik sira hotu atu fila laran ba Maromak, fiar iha Maromak, hakribi sala, confessa sala ba Maromak. Atu Timor labele hetan maldição ne’e. Wainhira tan, se laos loron ohin, wainhira tan se laos agora?

                  Tempo Quaresma fó biban ba ita atu fila fuan no laran tomak ba Maromak (cf. 2 Cor 6,1-2). Maromak fó ona graça ukun rasik an nian ba ita, tamba ita nia moris uluk moris ida ne’ebé nakonu ho domin, dame, paz, unidade, laran sadia, moris tuir Maromak Nia hakaran no ukun fuan sira. Hanesan uluk Israel sira moris iha fatin exiliado, Maromak liberta sira tamba sira nia moris hanesan ho ita nia moris uluk molok ukun rasik an. Keta halo ba aban bainrua ita Timor nia moris hanesan fali, Israel nia moris, wainhira Maromak lori sira ba tiha Jerusalém, sira haluha tiha Maromak hodi adora fali Maromak seluk (osan, poder, materialimos, individualismo, hedonismo nst…), no ikus mai hetan desgraça hosi Maromak hodi exilia fali sira ba Babilónia (cf. Ez 4,6). Se buat ne’e mosu ba Timor, Timor nia emar sira atu exilia ba los ne’ebé?

                  Atu Timor nia moris labele acontece tan buat ne’ebé hanesan acontece ba Israel. Buka ba atu ita Timor oan sira nia moris, buka atu adora Maromak mesak ida deit. Fiar ba Maromak mesak ida deit, moris tuir Maromak nia ukun fuan domin no Maromak nia hakarak. Atu desgraça hirak ne’e Maromak hadook tiha hosi ita, no haraik fali mai ita graça no benção.

                  Timor oan buka atu halo confissão no halo introspeção ba ita ida-idak nia an rasik. Hanesan Profeta Joel iha nia profecia terik katak hatete: “agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus; ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo” (Joel 12, 12-13).

                  Iha tempo loron hatnulu nia laran ne’e buka atu halakon tiha ita nia maromak falsu sira hanesan: “osan, poder, hedonismo, individualismo, egoísmo, opressão, corrupção nst…” (cf. 1 Reis 19,1-8). Buka atu hakribi buat sira ne’e hotu liu hosi halo “penitência, jejum, abstinência, caridade no oração” (cf. Mt 4,2). Fiar ba katak wainhira ita halo buat hirak ne’e, katak halo conversão no fiar iha Evangelho (cf. Mc 1,15), Maromak sei la hatun desgrça ba Timor oan sira, maibé sei hatun graça wain, moris-buras ba Timor, ita nia rai doben.

 

CONLUSÃO

                  Tempo Quaresma tempo diak, Santa Creda fó mai ita Timor oan sira hotu, dalan conversão, katak fila fuan no laran ba Maromak hodi fiar iha Nia Evangelho. Conversão katak muda moris, muda hosi moris ida ne’ebé moris hela iha nakukun sala nia laran no diabo nia ukun. Lori ba hetan moris iha naroman Cristo nian, moris iha Maromak Nia Graça no domin.

                  Jesus Cristo mak meta final ema sarani sira. Ho dalan conversão buka atu moris iha comunhão íntima ho Maromak no ho ita nia maluk sira ho domin Cristo nian. Saran ita nia moris tomak ba Maromak. Ho ida ne’e ita bele lori hikas no hari hikas fila fali ita nia rai doben Timor Leste, rai lulik, rai Santa Cruz no Santa Maria, moris-buras, klean iha fiar, dame no domin, tuir Maromak Nia hakaran. No buka atu hari civilizão Timor iha domin. Ida ne’e mak ita hotu hein no ita hotu buka.

 

REFERÊNCIA

BÍBLIA SAGRADA, Difusora Bíblica, Franciscanos Capuchinos, Lisboa/Fátima, 2000.

Compêndio Da Doutrina Social da Igreja/Pontifício Conselho “Justiça e Paz”, Tradução Conferência Nascional dos Bispos do Brasil (CNBB), – 7. Ed. – São Paulo : Paulinas, 2011.

DOMIN NO HADOMI. HADOMI HO DOMIN

Waldimiro Afonso VIANA

Estudante teologia iha Instituto de Filosofia e de Teologia –ISFIT Dom Jaime Garcia Goulart,

no Seminarista iha Seminário Maior São Pedro no São Paulo Fatumeta, Dili.

oras ne’e estuda iha Pontificio Universidade Urbaniana, Roma

 

Saran Lia

Husi título nebé hakerek iha leten, hau hanoin, belun sira bele IHA ona ideia geral konaba SAIDA mak hau hakarak DEHAN iha artigo [tulisan] ida ne’e. Ou ho liafuan seluk dehan husi título artigo ida ne’e nian, fo tada ona konaba BUAT SÁ mak hau hakarak DEHAN husi hakerek ida ne’e. Mai ita hala’o aventura domin nian…

 

Comprenção Geral

Iha Dicionário Inglês-Tetum, liafuan love traduz ba “domin”; to love: hadomi; falling in love: laran-monu; want to, desire: hakarak; no like, fond of: laran-kona; “gosta” – adapta husi português (haré WILLIAM 2008, 35; 36; 49). Liafuan gosta bele traduz mós ba: “hakarak”. Iha Dicionário Português-Tetum, liafuan amor traduz ba “domin; doben” no amar: hadomi. Iha nebá define mós “domin” nudar «sentimento kle’an ema ida nian ba ema seluk» (BETTENCOURT 2015, 37). Nune’e wainhira koalia konaba “domin”, iha ita nia hanoin mosu liafuan hirak hanesan: hadomi, laran-monu, laran-kona, hakarak…

Iha língua grega, iha liafuan ha’at (4) nebé traduz liafuan domin: Eros (domin conjugal); Storge (domin familiar), Philia (domin amizade) no Agape (domin incondicional).

 

Domin nudar Desejo

Eros hatudu ba domin conjugal entre feto ho mane. Domin nebé caraterizada ho desejo sexual. Mitologia grega personifica deusa da beleza/fertilidade hanaran Afrodite no deus do amor/procriação hanaran Eros. Afrodite ninia oan mak Eros. Ho liafuan seluk dehan: beleza mak hahoris eros. Katak domin-eros moris husi atração física. Significa ita hahú laran-monu ba saseluk (o outro) nebé iha sexo diferente, tamba ninia oin kmo’ok, ninia isin diak… Saseluk ninia beleza física mak “atrai” ita atu conhece nia. Wainhira ita haré karik pintura sira grega nian: Eros dezenhado ho imagem mane-klosan kaer rama iha liman. Rama ne’e mak uza atu hána fetoran nebé halo nia laran-monu. Nia laran-monu uluk nanain tamba feto ninia beleza do corpo: oin kmo’ok, isin diak… Ita haré mós katak imagem «coração rua ho ráma borus» sempre sai ícona famosa ba domin namorado/a nian. Maibe wainhira domin ida ne’e hakat ba Matrimónio, ita haré imagem «coração rua ho ráma borus» nakfilak ba «pombu rua kesi ho fita mutin» nebé baibain simboliza laran mo’os no laran maus.

Domin-eros la’os absolutamente negativa, maibe precisa purifica. «O eros necessita de disciplina, de purificação para dar ao homem, não o prazer de um instante, mas uma certa amostrado vértice da existência, daquela beatitude para que tende todo o nosso ser» (Bento XVI, Deus caritas est – DCE, 4). Nudar ser humano, ema composto husi ISIN no klamar. No ita labele considera ISIN nudar buat aat, basá Maromak cria buat hotu diak (cfr. Gn 1, 25). Maromak cria EMA iha ninia totalidade [isin no klamar], nune’e mós wainhira Nia bolu EMA: Nia bolu atu HADOMI tuir domin nebé hakerek ona iha ema nia ISIN nudar feto no mane. «… the call to love as God inscribed in the human body as male and female» (WEST 2009, 29; 137). Iha Matrimónio, Maromak bolu feto no mane atu HADOMI ho domin nebé Nia rasik hakerek ona iha ema ida-idak nia an. Nia cria feto no mane atu moris hamutuk no sai ida deit hodi hakonu rai-klaran (cfr. Gn 1, 28). Maibe oinsa ho celibato? Konaba ne’e, Jesus hanorin: «Iha ema [eunuco] nebé desde inan ninia knotak nune’e kedas ona; iha balun, ema seluk mak halo, no iha balun ho hakarak rasik tamba Reino Lalehan» (Mt 19,12). Orador no escritor livro britânico C. West (1954 ) hakerek nune’e: «… who choose the charism of celibacy forego marriage to devote themselves to follow the call of Jesus in a particular way» (ibid., 29). Ita bele dehan katak ema hirak nebé HILI dalan celibato la’os katak laiha domin-eros, la’e! Nudar ema normal existe desejo hirak ne’e maibe, tamba Jesus nia lia bolu (the call of Jesus), sira “salta” ou “hakat” liu tiha matrimónio terreste (forego marriage) hodi dedica an ba matrimónio celeste atu hahoris no hakous oan espiritual ba Maromak nia Reino. Moris celibato ida ne’e la’os tamba ema seluk mak obriga, maibe ho hakarak rasik. Celibato tamba Reino Lalehan.

Ita fila hikas ba assunto domin matrimonial. Los duni katak domin-eros hahú ho atração física, laran-monu ba saseluk nebé iha sexo diferente tamba nia oin kmo’ok, isin diak, maibe domin cristão labele hela deit iha beleza isin nian; maibe SAI husi beleza isin nian BA iha beleza domin ne’e rasik. Significa sai husi domin-eros ba iha domin nia kmanek lolós: Agape. Ou ho liafuan seluk dehan: eros purificado. Nune’e relação domin íntima [sexual] iha vida matrimonial mak hahalok ida sagrada no segredo. Sagrada tamba Matrimónio católico la’os contrato social, maibe Sacramento (sacra: sagrado). No segredo tamba iha nebá mak kaben-nain sira hatudu íntimidade domin nian, nune’e hahalok domin ida ne’e, la soin atu sai consumo público no laos exposição ida atu hatudu ba ema hotu atu haré. Hahalok ida ne’e nudar segredo kaben-nain nian.

 

Domin nudar Afeição

Storge indica domin inan/aman ba oan. Escritor irlandes C.S. Lewis (1898-1963) hanaran domin-storge ho: Afeção, Afection (cfr. LEWIS 2012, 39ss). Domin-storge mak domin nebé natural no comum. Natural tamba relação RAN nebé sulin iha ita nia isin. Normalmente wainhira ita moris mai nudar oan ida, ita la moris nune’e deit, maibe ita moris husi domin entre inan no aman nian. Instinto natural fo tada katak nudar oan, ita sempre moris husi inan no aman. No inan ho aman mós moris husi família ida: husi avô/ó, bisavô/ó… tutan nune’e laiha rohan. Comum, tamba desde moris mai, ita simu tiha ona afeção no carinho husi inan/aman, maun-alin no parente sira, maske ita foin consciênte (sadar) wainhira ita adulto. Inan/aman hadomi uluk ona ita, molok ita foin hatene atu hadomi sira. Nudar Aristóteles (384-322 a.C) dehan:

Inan/aman hadomi [stergousin] nia oan desde moris mai, enquanto oan sira hadomi [philousi] inan/aman, liu tiha tempo balun, wainhira razão ou sensibilidade funciona. Nune’e mak hatudu momós razão tan sa inan sempre hadomi liu hotu = I genitori, infatti, amano i figli appena nati mentre questi amano i genitori solo quando è passato del tempo, e quando hanno acquistato giudizio o sensibilità. Da queste considerazioni risulta chiaro anche per queli ragioni le madri amano di più». (Etica Nicomachea – EN, VIII, 1161b 25).

Husi família no parente sira ninia domin (afeção) no carinho mak neineik-neineik forma daudauk ita ninia capacidade afetiva atu hadomi sira nudar sira hadomi tiha ona ita. Abut husi domin-storge mak consanguinidade: ran ida, bei-ala ida, geração ida. Significa relação RAN mak sai critéria ba existência domin ida ne’e nian. «But Afection has its own criteria. Its objects have to be familiar» (LEWIS 2012, 41). Ita hadomi malu tamba ita iha relação familiar: …bisavô/ó, avô/ó, aman, inan, maun, alin, tio, tia, primo, prima, oan, bei-oan… No hadomi malu ho domin [afeção] familiar nian.      

 

Domin nudar Amizade

Philia hatudu ba domin amizade nian. Hadomi nudar belun. Belun bele entre mane ho mane, feto ho feto ou, feto ho mane. Basá maske iha ona inan, aman, káben, oan, família maibe nudar ema, ita mós precisa belun. Relação amizade ida ne’e bele mosu tamba hasoru malu beibeik: iha escola, iha serviço fatin, eh hela besik malu; vizinho nst. Bele mós tamba hela hamutuk durante período ruma: iha seminário, iha colégio, iha convento, iha quarantena, iha academia nst… Ou tamba hobby nebé hanesan: futebol, basquetebol, música, desenho, escultura nst… Ou tamba idea nebé hanesan iha: política, social, economia nst… No iha relação domin-philia entre feto ho mane existe mós: domin nebé meramente tamba amizade (hadomi malu nudar belun) no existe domin tamba namorado/a (hadomi nudar doben nebé iha processo ba Matrimónio). Maibe domin-philia la limite deit entre ema, hatudu mós domin ba buat ruma. Bele hanoin ba liafuan filosofia: husi philia (domin) no sophia (sabedoria). Domin ba sabedoria. Hadomi sabedoria. Belun ho sabedoria. Diferente ho Sofista sira nebé considera an nudar “nain” ba sabedoria. Wainhira sente an nudar “nain” bele hamosu tendência atu julga la’os ona tuir lialós, maibe tuir fali interesse pessoal ou grupo nian. Nune’e dalabalun tamba deit interesse pessoal, ita bele saran fali belun ba perigo. Iha história filosofia, filósofo Sócrates (470-399 a.C) ninia mate considera nudar resultado husi conflito de interesse Sofista sira nian.

Conceito philia, fo hanoin mós ita konaba amizade entre filósofo bo’ot grego: Platão (428-347 a.C) no Aristóteles (384-322 a.C). Iha expressão ida nune’e: «Amicus Plato magis amica veritas» (cfr. GUSMÃO 2013, 37ss). Belun ho Platão, maibe belun-liu ho lialós. Habelun malu iha lialós. Hatur iha Aristóteles nia liafuan nebé dehan:

«… atu salva guarda lialós, tenke halakon tiha sentimento pessoal sira, liu-liu wainhira ida ne’e konaba filosofia: maske nain rua belun malu, maibe hahalok sagrada liu mak hanai lialós = almeno per salvaguardia la verità, lasciar perdere i sentimenti personali, soprattutto quando si è filosofi: infatti pur essendoci cari entrambi, è sacro dovere onorare di piú la verità» (EN, I, 1196a 15).

Ba Aristóteles, iha estudo filosófico, diak tebes, sé ita halakon tiha sentimento pessoal nebé dalaruma halo ita la brani atu questiona (ou critica) no corrige ita nia belun. Iha ita nia relação amizade, diferença idea bele existe, maibe respeito mútuo iha nafatin. Ida ne’e mak amizade lolós nian. Diferença idea la’os sai obstáculo ba amizade, maibe sai desafio atu amizade ne’e dura no hetan ninia perfeição. Sé belun mak halo crítica, nia sei critica argumento nebé mak ita hato’o. Diferente ho ida nebé halo ataque ba personalidade: nia buka liu mak ita nia fraqueza humana atu desacredita ita do que hamosu idea atu confronta. Maibe dalaruma mós acontece katak tamba deit tauk lakon amizade, ita lakohi corrige ou hili nonok iha realidade injustiça.  

Koalia konaba philia, ita hanoin mós significado profundo São João evangelista nian nebé exprime relação amizade entre Jesus ho discípulo sira. Ou amizade entre Jesus ho Marta, Maria no Lázaro (cfr. Jo 11,5). Iha São João 15,9-17, wainhira koalia konaba mandamento domin (agape) nian, nia apresenta relação Jesus ho discípulo sira, la’os ona nudar atan, maibe belun (philous). La bolu ona atan, maibe belun. Basá atan la hatene saida mak nia na’i halo, maibe belun revela segredo ba malu. Atan ho na’i iha gap nebé haketak, maibe belun koalia terbuka ba malu. Atan hakru’uk ba na’i nia ordem, maibe belun hanoin hamutuk buat sá mak atu halo. Atan serbí nia na’i, maibe belun fahe ba malu. «Hau bolu imi belun, basá hau dehan sai lolós tiha ona buat hotu nebé hau rona husi Aman» (Jo 15,15). Belun fahe experiência nebé liu hamutuk iha momento ruma: hamnasa, tanis, ksolok, susar… Nune’e mak memória ba amizade sempre sai nudar música saudades nian. Música nebé bolu hikas memória passada mai presente. Nune’e wainhira ita rona música ne’e halo ita hanoin hikas história passada tamba música ne’e iha ninia história rasik nebé liga diretamente ba experiência amizade nian. Nune’e maske ita rona beibeik, maibe ita la sente baruk. No quanto mais ita repete, tanto mais ita sente diferente.

 

Domin nudar “Doação Total”

Agape indica domin total no incondicional: saran moris tomak. Iha Novo Testamento domin-agape refere ba Maromak nia domin ba humanidade. «Maromak hadomi (egápesen) tiha ona mundo, tamba ne’e Nia fo [ba mundo] Nia Oan Mesak, atu nune’e ema nebé fiar iha Nia sei la lakon, maibe hetan moris rohan laek» (Jo 3,16). Ou hanoin ba Jesus nia liafuan: «Laiha domin (agapen) bo’ot liu: Ida nebé saran moris ba nia belun sira» (Jo 15,13). Nune’e domin-agape contém hahalok: fo ou saran moris tomak. No domin-agape ida ne’e mak “domin” nebé Jesus Cristo husu ba São Pedro atu halo ba [Jesus] Ninia Igreja. Igreja nebé harí duni iha [São Pedro] ninia leten (cfr. Mt 16,18).

Evangelho São João 21,15-17 hatudu diferença entre Jesus nia pergunta no São Pedro nia resposta. Jesus husu domin-agape no São Pedro hatan domin-philia. Iha tetum, ita labele nota, maibe iha texto grego hatudu ninia diferença. Iha primeira no segunda pergunta, Jesus husu: «Ó hadomi hau? Agapâs me? No São Pedro hatan: Hau hadomi ó. Philô se» (cfr. ZAPPELLA 2014, …). Texto ida ne’e apresenta katak domin-agape mak “domin” nebé Jesus husu. Hadomi (domin-agape) significa saran moris tomak. Banati tuir mandamento nebé Nia haruka: «Imi sei hadomi malu nudar hau hadomi ona imi» (Jo 15,12). Haré ba São Pedro ninia martírio (saran moris; mate iha cruz) sai duni SASIN konaba domin-agape nebé Jesus husu ona ba nia. São Pedro hatudu duni katak nia hadomi (saran moris ba) Cristo no ba Cristo nia Igreja. Ita hotu hetan vocação atu partecipa iha domin total no incondicional ida ne’e. Laos significa katak ita tenke mate iha cruz hanesan Jesus no São Pedro, la’e! Maibe hatudu ba hahalok saran moris tomak liu husi ita nia disponibilidade atu serbí Cristo liu husi vida matrimonial eh vida celibatária. Disponibiliza ita nia moris, ita nia an, capacidade, talento, tempo no buat hotu nebé ita IHA atu tulun ema seluk. Hadomi significa saran moris tomak. No razão atu hadomi mak ho domin Cristo nian. «Nudar Aman hadomi tiha oan hau, nune’e mós hau hadomi tiha ona imi. Imi sei hela iha hau nia domin» (Jo 15,9). Ou hanoin mós ba liafuan kmanek nebé São João hakerek: «Maromak mak domin, ema nebé hela iha domin, hela iha Maromak, no Maromak hela iha nia» (1 Jo 4,16).

 

Domin nudar caridade

Maromak mak Domin. Deus é Amor. Deus Caritas est. Husi língua grega ita ba língua latina. «Iha Vulgata latina, liafuan agapan traduz ba deligere no philien traduz ba amare. Maibe laos vice versa nudar buat sá mak ita espera. Liafuan agape la traduz ba delictio, nem ba amore, maibe traduz ba caritas» (SCHINELLA 2008, 31). Iha latin existe verbo deligere: hadomi no substantivo amor,em: domin. Maibe iha mós liafuan caritas,tatem: caridade, charity, tulun-malu. Liafuan hirak ne’e atu apresenta deit diferença entre: «Deus é Amor» no «Amor come caridade». Atu evita confusão ita distingue tiha ho letra maiúscula «Maromak mak (Domin)» no minúscula «(domin) nudar caridade». Halo caridade significa fo ou fahe buat nebé ita IHA hodi tulun ema nebé precisa. Soin nebé ita hetan bele tulun mós ema seluk. Sorte nebé ita hetan bele tulun mós ema seluk. Maibe precisa purifica didiak ita nia motivo. Ita fo tulun la’os tamba pressão, la’os atu bele controla nia, la’os tamba orgulho pessoal, la’os tamba buka oin, la’os atu manan voto iha eleição, maibe fo tulun tamba DOMIN. Ita fahe tamba uluk nanain ita simu ona nudar “dom” husi Nai Maromak. Nudar Papa Bento XVI dehan: «Quem quer dar amor, deve ele mesmo recebê-lo em dom» (DCE, 7). Nune’e «domin nudar caridade» significa fahe buat nebé ita IHA ba ema seluk. Ou fo buat nebé ita IHA atu tulun ema seluk. Caridade supera justiça. Sé justiça haruka: “fo ba ema buat nebé ninian!”; caridade hamaus ita atu: “fo ba nia buat nebé nia laiha”. Simplesmente halo caridade katak fahe ba ema nebé laiha no fo ba ema nebé precisa.

 

Domin nudar hakarak diak

Aventura domin nian sei continua: husi tetum ba grego, husi grego ba latin no husi latin mai italiano. Ema italiano/a sira iha expressão kmanek konaba domin: «Ti voglio bene». Baibain traduz ba: «Hau hadomi ó. Eu te amo. I love you» nebé literalmente dehan: «Hau hakarak diak ba ó» (cfr. SRI 2007, 45ss). Expressão ne’e composto husi: Ti (A te: ba ó); voglio bene (hau hakarak diak); husi verbo «Voler bene = hakarak diak». Nune’e hadomi significa hakarak diak ba ema seluk. Catecismo Igreja Católica (CIC) cita São Tomas de Aquino nia obra Summa Theologia, I-II, 24,1 hanorin nune’e: «Hadomi katak hakarak diak ba ema seluk. Amar è querer bem a alguém» (CIC, 1766). Nune’e ita hadomi significa ita hakarak diak ba ema seluk. Conceito «hakarak diak» ida ne’e la’os iha sentido buka lucro ou buka beneficio ba an rasik, maibe refere ba hahalok sacrifica «an rasik» atu ema seluk hetan «diak». Diferente ho hahalok egoista nebé hakarak sacrifica «ema seluk» atu hetan «diak» ba «an rasik». Hahalok egoista hamosu tendência atu instrumentaliza ema seluk. Nune’e ita precisa consciênte no distingue didiak entre: loving (hadomi) no using (uza). Keta husik ita nia an atu ema seluk uza. “… not to let ourselves be used” (cfr. SRI 2007, 5ss). Keta husik ema seluk uza deit ita ba ninia satisfação pessoal.

 

Domin nudar “Descoberta do Outro”

Aventura seidauk remata! Husi Novo Testamento (NT), ita fila uitoan ba Antigo Testamento (AT) ho «indicação importante ba livro Cântico dos Cânticos nebé tuir interpretação ohin loron nian, livro ne’e contém poesia sira nebé considerado nudar knananuk domin iha festa nupcial israelita sira nian, nebé tane aas domin conjugal» (cfr. CDE, 6). «Atu exprime idea konaba domin, ebreu sira uza verbo aheb no sustantivo ahabah nebé iha grego traduz ba liafuan ha’at (4): eros, philia, agape no storge. Maibe storge la mosu iha Bíblia grega» (SCHINELLA 2008, 29). Papa Bento XVI hakerek ona katak iha AT língua ebraica nian iha liafuan rua (2) atu indica domin: «liafuan dodim nebé exprime «O amor ainda inseguro, numa situação de procura indeterminada» no substitui ho liafuan ahabà nebé iha AT versão grega nian, traduz ba agape; caraterizado nudar concepção bíblica konaba domin» (DCE, 6). Saida mak domin-ahabà ou domin-agape ne’e? Papa Bento XVI dehan:

Este vocábulo exprime a experiência do amor que agora se torna verdadeiramente descoberta do outro, superando assim o carácter egoísta que antes claramente prevalecia. Agora o amor torna-se cuidado do outro e pelo outro. Já não se busca a si próprio, não busca a imersão no inebriamento da felicidade; procura, ao invés, o bem do amado: torna-se renúncia, está disposto ao sacrifício, antes procura-o (DCE, 6).

Dalabarak iha relação amizade mosu hahalok hakarak impõe no instrumentaliza ema seluk: tanesan ho Ditador-domin nebé lori domin nia naran atu obriga ema seluk tuir nia hakarak pessoal (egoismo), nune’e laiha ona fatin ba hasoru malu (Espaço para o encontro) no laiha ona tempo ba diálogo (Tempo para compartilhar). Ou dalaruma tanesan mós ho Imperador-domin nebé ibun dehan hadomi, maibe hahalok hatudu «usa» ema seluk ba projeto pessoal (egocentrismo), nune’e laiha ona fatin ba ema seluk (Espaço para o outro) no laiha ona tempo atu rona ema seluk (Tempo para recolher).

Husti texto iha leten Papa Bento XVI apresenta experiência domin nudar experiência de descoberta do outro. Nune’e hadomi significa descobre [existência] ema seluk nian. Hadomi significa reconhece katak «Para além de HAU» existe mós EMA SELUK. Hadomi, halo ita conhece no reconhece ema seluk ninia existência. Livro Gênesis haktuir encontro ida nebé nakonu ho surpresa: descoberta. Encontro dahuluk entre Adão (mane) ho Eva (feto) nebé hamosu kedas ona sentimento maravilha husi Adão ba ninia saseluk: Eva. «Maibe domin la’os sentimento deit. Sentimento BA no MAI. Sentimento bele sai nudar maravilhosa centelha inicial deit, maibe la’os totalidade domin nian. O amor não é apenas um sentimento. Os sentimentos vão e vêm. O sentimento pode ser uma maravilhosa centelha inicial, mas não é a totalidade do amor» (DCE, 17). Nune’e saida mak domin? Domin katak descoberta do outro. Adão wainhira haré Eva, nia dehan saida? Dadolin kmanek simu hasoru Eva ninia presença. Haré tiha Eva, Adão dehan: «Ó mak ISIN husi hau nia isin; RUIN husi hau nia ruin» (cfr. Gn 2,23: Esta é, realmente ossos dos meus ossos e carne da minha carne). Adão descobre ninia an iha Eva. Nune’e hadomi significa SAI husi ita nia an (egoismo) hodi ba hasoru ema seluk (o outro), basá iha ema seluk ita hetan (descobre) ita nia an (si mesmo).

 

Domin nudar “O Cuidado do Outro”

Papa Bento XVI apresenta mós experiência domin nudar experiência do cuidado do outro pelo outro. Nune’e hadomi significa cuidado [báli, hein] ita nia saseluk. Ita cuidado nia hatudu katak ita considera ninia existência. Nune’e hadomi iha relação ho responsabilidade. Dala ida tan, hau hakarak cita pasagem evangélica São João 21,15-17. Passagem ne’e hatudu mós ba relação entre domin no responbilidade. Jesus molok fo responsabilidade, Nia husu domin. «Simão, João nia oan, ó hadomi hau?… Hein [báli] hau nia bibi-oan sira» (v. 15). «Simão, João nia oan, ó hadomi hau?… Hein [báli] hau nia bibi sira» (v.16 e 17). Nune’e hadomi significa SAI husi vínculo “hanoin an deit” (egoismo) hodi fo fatin mós ba ema seluk. Basá wainhira ita sai husi ita nia egoismo, halo ita hanoin mós existência ema seluk. Katak fora husi hau nia an existe mós ema seluk. Nune’e hadomi «la’os ona buka diak ba an rasik, maibe buka diak ba ema nebé ita hadomi. Ja não se busca a si próprio […] procura, ao invés, o bem do amado» (DCE, 6). Nune’e cuidado ema seluk hatudu hahalok ida husi hahalok lubuk ida domin nian.

 

Domin nudar laran-luak

Wainhira koalia konaba «domin» labele haluha «perdão». Basá sira rua habelun malu. Sé ita brani atu hadomi, ita mós sei pronto atu perdua. No plenitude domin nian mak perdão. Iha Salmo 50 dehan: «Haraik perdão mai hau, oh Maromak, basá Itabot laran-luak; iha Ita domin nebé bo’ot, hamós hau nia sala hotu» (v. 2). Maromak perdua basá Nia laran-luak. Iha cruz leten Jesus mós harohan: «Aman, perdua sira salan ba! Basá sira la hatene buat sá mak sira halo» (Lc 23, 34). Iha Lucas 15, 11-32, Jesus mós haktuir parábola Aman laran-luak. Aman nebé haksolok teb-tebes wainhira nia oan fila-fali mai uma (cfr. Lc 15,32). Maromak perdua tamba hadomi. Maromak hadomi tamba ne’e nia perdua. Papa Bento XVI dehan: «… tamba domin mak perdua. porque é amor que perdoa» (DCE, 10). Papa Francisco haklaken dehan: «Maromak la kole atu perdua, maibe ita mak kole atu husu Ninia laran-luak» (Evangelii Gaudium – EG, 3). Iha nebá (EG, 3), Papa Francisco cita Jesus nia resposta ba São Pedro. São Pedro nebé husu: «Nai, hau nia maun eh alin sala hasoru hau karik, hau sei perdua dala hira. Dala hitu? Jesus hatan: Hau la dehan ba ó katak dala hitu, maibe hitu-nulu dala hitu» (Mt 18, 21-22). Linguagem símbolica «hitu-nulu dala hitu» (70×7) la’os matemáticamente katak perdua dala «atus-ha’at resin sia-nulu (490)», maibe refere ba hahalok perdão «Para sempre». Perdua ba beibeik. Nanu’u domin ita simu husi Maromak, ita fahe ba ema seluk, nune’e mós perdão ita simu husi Maromak, ita fo mós ba ema seluk. Iha oração Ami Aman, ita reza: «Haraik perdão mai ami salan nudar ami perdua ema halo aat ami». Ita simu perdão nune’e ita mós sei fo perdão. Simu perdão mak experiência oinsa saborea Maromak ninia domin no momento oportuno atu fila-fali ba Maromak. Papa Francisco cita Oração Colecta (I Domingo Quaresma) hodi dehan Quaresma nudar «sinal sacramental ba ita ema ninia conversão» nebé haklaken no habiban ita atu fila-fali ba Nai ho fuan tomak no moris tomak» (haré Papa Francisco, Mensagem Quaresma 2018). Santo Padre husu ita atu atenção ho profeta falso. Sê mak profeta falso? Profeta falso tanesan ho Samea nebé habobar lia. Habobar ho lia bosok no haklaken domin falso. «Emoção humana nebé hakarak halo ema seluk sai ATAN, nune’e bele lori tuir sira nia hakarak» (paragrafo 4). Profeta falso tanesan mós ho Mau-bosok. Hirak nebé hafalun buat aat ho surat tahan nabilan. «Ema hirak nebé apresenta buat aat nudar diak no apresenta lia bosok nudar lialós hodi confunde ema nia fuan» (paragrafo 5). Hahalok profeta falso nian mak halo ema sai ATAN atu UZA ema seluk nudar instrumento. No saida mak Papa Francisco husu ita atu halo? Nia bolu ita atu hakonu kmanek Quaresma ho hahalok diak iha oração, esmola no jejum. Iha oração, Nia husu atu: «Buka consolação iha Maromak» (paragrafo 11). Iha Maromak mak ita hetan consolação lolós. Basá samea la oferece ai-moruk atu kura, maibe hetok habosok ita ho ai-moruk aat nune’e haterus liu tan ita no halo ita sai atan. Iha esmola, Papa Francisco dehan: «Hahalok fo esmola, halo ita livre husi ganância [ka’án ba osan] no halo ita descobre katak ema seluk mak hau nia maun-alin: nune’e buat nebé hau IHA laos hau nian deit» (paragrafo 12). Labele halo ema seluk nudar instrumento, maibe haré ema seluk nudar hau nia maun-alin (o outro é o nosso irmão paragrafo 12). Wainhira ita haré karik «ema seluk nudar hau nia maun-alin» significa ita fahe ba malu sasán hirak nebé hau IHA nudar sasin lolós kona ba moris comunhão iha Santa Kreda (partilhar com os outros os nossos bens, um testemunho concreto da comunhão que vivemos na Igreja – paragrafo 12). Iha jejum, Santo Padre hatete: «Hasai tiha ita nia kbi’it atu halo violência, halo’ot tiha arma sira funu nian, nune’e bele fo biban ba ita atu moris diak liu tan» (paragrafo 13). Hamós tiha hanoin a’at no hakribi tiha hahalok violência nian. Basá violência hamosu deit crueldade, tortura, castigo, oho nst… Violência hamosu funu; funu hamosu hamlaha, moras no mate… Violência la fo biban atu ita moris digno, dame no hadomi malu mak halo ita moris digno liu tan.

 

Hakotu Lia

Atu koalia konaba “domin” ita precisa tempo ruma atu explica. Atu hakerek konaba “domin” ita precisa surat tahan ruma atu descreve. Maibe atu HADOMI ita precisa moris tomak atu bele comprende. Basá domin bo’ot liu mak saran moris tomak ba ema nebé ita hadomi. Hahalok domin ne’e mak hau hakerek nudar título: «Domin no Hadomi. Hadomi ho Domin». Atu dehan katak: «Domin halo ita hadomi. Maibe ita sei hadomi ho domin lolós». Significa hadomi ho domin (eros) purificado; hadomi ho afeção (stroge) madura; hadomi ho domin amizade (philia) nebé honora verdade; hadomi ho domin (agape) nebé total no incondicional; hadomi ho domin (caridade) sem fingimento; hadomi ho domin (hakarak diak) ba saseluk. Hadomi ho domin (respeita) ema seluk; hadomi ho domin (responsabilidade) ba ema seluk; hadomi ho domin (perdua) ema seluk. Hadomi la’os atu hatudu ita nia kbi’it, maibe atu simu ema seluk ninia fraqueza. Nudar Jesus hatudu ona: Nia hadomi no perdua nafatin São Pedro, maske São Pedro pernah nega Nia. Jesus perdua no hadomi soldado sira, maske sira hakanek no halo a’at ba Nia… Hadomi tuir Jesus hadomi. Hadomi nanu’u Jesus hadomi. Basá Jesus hameno dehan: «Imi sei hadomi malu nudar hau hadomi ona imi» (Jo 15,12). (*Estudante Instituto Superior de Filosofia e de Teologia –ISFIT, Dom Jaime Garcia Goulart, Fatumeta, Dili. Oras ne’e hala’o estudo Teológico iha Pontificia Università Urbaniana –PUU, Roma).

 

Referências Bibliográficas:

«Amor» in José BETTENCOURT, Dicionário de Português-Tetum, Lidel, Lisboa 2015, 37; «Love» in Catharina WILLIAM e VAN KLIKEN, World-Finder. Inglesh-Tetun, Tetun-Ingles, Sentru Lingua Dili Institute of Technology, Dili 2008, 36.36.49; «Vangeli e Atti degli Apostoli. Interlineare greco, latino, italiano», in Marco ZAPPELLA (ed.), San Paolo, Milano 2014 (1991); ARISTOTELE, Etica Nicomachea, Testo grego a fronte, in Claudio MAZZARELLI (ed.), Bompiani Testo a Fronti, Milano 2015; BENTO XVI, Carta Encíclica Deus Caritas Est, (25 dezembro 2005); FRANCISCO, Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, (24 novembro 2013); , «Porque se multiplicará a iniquidade, vai resfriar o amor de muitos (Mt 24, 12)» in https://w2.vatican.va/content/francesco/it/messages/lent.index.html, data accesso: 10 fevereiro 2018; GUSMÃO, Martinho G. da Silva, Hans-Georg Gadamer: Penggagas Filsafat Hermeneutik Modern yang Mengagungkan Tradisi, Kanisius, Yogyakarta 2013; LEWIS, Clive Staples, The Four Love, William Collings, London 2012 (1960); SCHINELLA, Ignazio, Eros e Agape nell’enciclica di Benedetto XVI Deus Caritas est, Editoriale progetto 2000, Consenza 2008; SRI, Edward, Man, Women and the Mystery of Love: Pratical Insight from John Paul II’s Love and Responsability, (revised and expanded), Servant Books, Cincinnati 2015; WEST, Christopher, Theology of the Body for the Beginners: A Basic Introduction to Pope John Paul II’s Sexuality, Ascension Press, West Chester 2009 (2004).

AS MÃES TAMBÉM SOFREM

Em Timor-Leste, durante a ocupação indonésia, muitas mães sofriam…Sofriam ao verem as filhas e os filhos presos, torturados, desaparecidos, feridos e mortos. Também a senhora dona Natália Filipe Horta sofria…Sofria por ver seu Timor (Português) ocupado…sofria por ver os seus irmãos timorenses a sofrer. Sofria por ver um filho morto no mato. Sofria…por ver um filho, não na prisão de Díli ou Cipinang, mas porque era “uma pedra” no sapato dos diplomatas indonésios, sobretudo, dos senhores Mochtar Kusumaatmadja (Ministro dos Negócios Estrangeiros da Indonésia, 1978-1988) e Ali Alatas (Ministro dos Negócios Estrangeiros, 1988-1999). E por causa desse filho da Diáspora, a mãe sofria…Os serviços secretos do Invasor controlavam os seus movimentos, os seus passos, as suas conversas…A senhora Dona Natália sofria tudo isso…mas, sempre, com um sorriso nos lábios e demonstrando grande fortaleza de alma!

Esta manhã (de Portugal) traz-me à memória aqueles momentos difíceis em que muitas mães sofriam, na década dos anos 80 e 90 do século XX.

A senhora dona Natália nunca foi ao Paço Episcopal, em Lecidere-Dili,  para falar comigo. O motivo era óbvio…Mas, nós encontrávamo-nos nas traseiras do hotel Turismo, ou, às vezes, furtivamente, nos corredores das salas de aula do Externato de São José, em Balide. Falávamos de Timor, do filho, diplomata na Diáspora, enfim…do sofrimento do povo timorense…

Eu notava nela, apesar da dor e do sofrimento, uma fortaleza espirito extraordinário. E tinha uma esperança ilimitada que, um dia, iria ver e abraçar de novo o tal filho cujo nome andava nas bocas do mundo…e dos diplomatas indonésios. Iria assistir ao Sol nascente a irradiar cor e beleza num Timor livre e independente!

Mesmo, vivendo num clima de liberdade e de paz, no período de independência, a senhora dona Natália, sempre  quis ser  uma mãe pobre, uma avó discreta, simples e humilde. E eu choro…por ter conhecido Dona Natália Horta…choro por termos (ela e eu), por termos passado juntos momentos de angústia, de sofrimento e de luta num período difícil da nossa história.

Hoje, só quero agradecer a Deus pela vida desta senhora timorense intrépida e corajosa. E rezo ao Deus Altíssimo para que a receba na sua glória e lhe dê descano eterno. Aos filhos, aos netos e a todos os parentes apresento os meus sentidos pêsames, a minha fraterna solidariedade nesta hora de dor e, as minha humildes orações.

 

Porto, 27 de fevereiro de 2018

Dom Carlos Filipe Ximenes Belo

Igreja Católica no Política : Leitura Interpretativa

WALDIMIRO AFONSO VIANA

Estudante teologia iha Instituto de Filosofia e de Teologia –ISFIT Dom Jaime Garcia Goulart,

no Seminarista iha Seminário Maior São Pedro no São Paulo Fatumeta, Dili.

oras ne’e estuda iha Pontificio Universidade Urbaniana, Roma

 

 

Introdução

Tensão política rai-laran sa’e aás uitoan no alvo ba insatisfação ema balun nian, la’os hatudu de’it ba governante, membro parlamento, ka político sira, maibé dirige mós ba servidor Igreja Católica nian: bispo, padre no religioso/a sira. Razão ne’e lori ha’u atu reflete konaba relação entre «clero no política» hodi liga ho opinião nebé lança iha Media Social. Ne’e nudar reflexão pessoal ida atu su’ut hikas Igreja Católica Timor ninia papel iha política rai-laran nudar «defesa dos indefesos». Oinsá bispo, padre religioso/a sira mete [koalia, hakerek no halo] política nudar defensor do povo maske sira la’os representante do povo.

 

Igreja Católica Nia Papel  iha História Timor nian

«Holanda ataque Solor (1613) missionário hadau fali iha 1629, Holanda ocupa hodi bi’it 1637. Missionário obrigatório muda ba hela iha Larantuka. Larantuka sai centro ba evangelização no defesa. Holanda hadau Malaka (1614), Muçulmano Makassar, aleado Holanda nian ataca Larantuka no Mena (1614), Missionário sai comandante iha batalha. Cupão monu ba Holanda (1652) e Lifau sai estabelecimento no centro ba evangelização no defesa». História da Igreja em Timor, Pe. Francisco PINHEIRO, Especializado iha História da Igreja, docente iha ISFIT-Fatumeta, Dili. (SEARA DIOCESE DILI, 20.08.2015).

Ita haré housi texto história badak ne’e, Igreja Católica nia papel iha história política Timor nian, hahú kedas ona desde colonial Português no Holanda tau sira nia ain iha continente Ásia, hahú kedas ho missionário sira. Ne’e hatudu mo-mós katak Igreja Católica nia papel iha política fo identidade ba rai ida ne’e. Missionário sai comandante batalha hodi defende ilha Timor, Flores, Larantuka no Solor. Governo Português seidauk hanoin halo Timor sai colónia ida. Significa relação entre Timor no Portugal mak relação comercial. Ba Igreja Católica, Timor nudar Rai Missão. Missionário sira iha poder político no poder espiritual. Defende Rai Missão no haklaken evangelho. Separação poder foin mosu wainhira António Coelho Guereilho hahú governo (1702) no missionário sira concentra ba educação (lê no hakerek). Maibé ho diminuição missionário (1811), tamba reforma Marquês de Pombal no expulsão ba jesuíta sira no religioso sira seluk (1759), governo tama iha situação difícil, Atapupo (1818) depois Pantar monu ba Holanda nia liman, movimento liberalismo expulsa tan religioso dominicano sira husi missão Timor (1834), no Governador Lopes de Lima, entrega Flores, Larantuka, Solor ba Holanda hodi troca Maubara (1834-1874). Igreja Católica iha tiha ona papel importante ba rai ida ne’e, la’os de’it iha evangelização, hodi halo Timor sai maioria católica maibé, iha mós política, tan missionário sira  defende povo Timor. Sira comanda batalha halo defesa ba ataque maibé, Governador Lopes de Lima entrega tiha Flores, Larantuka, Solor ba Holanda.      

Iha tempo resistência 1975-1999: bispo, padre, religioso/a iha nafatin papel importante ba política luta ba libertação nacional. Padre sira executa ordem, fo an ba clandestina, facilita encontro no subar Maun Bo’ot sira. Bispo sira koalia maka’as hasoru crueldade militar sira Indonésia nian. Clero sira nia papel iha política contribui ba rai ida ne’e. Nune’e Preâmbulo Constituição RDTL afirma: “[…] a Igreja Católica em Timor-Leste sempre soube assumir com dignidade o sofrimento de todo o Povo, colocando-se ao seu lado na defesa dos seus mais elementares direitos”. Igreja Católica iha Timor-Leste hatene simu ho dignidade sofrimento tomak Povo nian no sempre sai defesa ba povo nia direito elementar. Tansá ita hakfodak ho bispo sira nia opiniões políticas? Tansá ita hakfodak wainhira padre sira koalia no hakerek konaba política? Ida ne’e contribui ba literatura Timor nian. Iha Constituição RDTL artigo 11o. alinea 2 dehan: “O Estado reconhece e valoriza a participação da Igreja Católica no processo de libertação nacional de Timor-Leste”. Igreja Católica ninia participação iha libertação nacional ne’e, la’os de’it mak koalia no hakerek konaba política maibé halo política, nebé atu contra injustiça iha aspeto  hotu, iha povo nia moris no sai defesa ba povo. Igreja nia política mak defende no salva povo. Luta ba bem comum, antes no depois de ukun rasik an. Ukun rasik an  nebé ema hotu sente ona maibé, balun de’it mak sei goza. Povo hakdasak iha rai, ninia representante semo iha lalehan. Povo uza Angguna dehan estrada aat, ninia representante uza prado dehan estrada diak.  

 

Clero no Política: entre bele no labele

«Ohin loron bispo no padre sira hotu tama no hatama kanuru tohar ba politika hotu. Diocese ida ne’e defende grupu politika ida ne’e, diocese ida seluk defende grupu seluk mós». (Facebook, 04.01. 2018; 16:46).

Ne’e mak lamentação ida iha wall facebook nebé questiona konaba «clero no política». Ema sê mak hakerek (post), mai ha’u la importante atu elabora, importante mak argumento nebé nia hato’o. Basá, ita nia ponto ba reflexão mak: «dehan saída» la’os «sê mak dehan».

Lei Igreja Católica nian, Codex Iuris Canonici (CIC) –promulga iha 27 novembro 1983– cânone 287, hakerek nune’e:

  • 1 Os clérigos […]
  • 2 Não tomem parte ativa em partidos políticos ou na direção de associações sindicais, a não ser que, a juízo da autoridade ecclesiática competente, o exija a defesa dos direitos da Igreja ou a promoção do bem comum.

Cânone 287 ne’e, koalia konaba clero (bispo, padre) no política. Saida mak política? Ha’u prefere hahú ho etimologia. Liafuan ne’e mai husi língua grega, politiche composto husi polis (cidade/Estado) no tiche (husi techne katak arte/ciência). Nune’e política katak arte/ciência atu governa cidade/Estado. Nudar ciência, clero sira mós estuda política no balun hasai especialidade. Nune’e sira la delek konaba política, sira mós hatene lala’ok política nian, organização, sistema, funcionamento, lei nst. Sira hatene sistema governação: democracia (povo mak ukun), monarquia (Ida mak ukun), oligarquia (Balun mak ukun), tirania (Kro’at mak ukun) nst.

Iha rai doben Timor-Leste, ita adopta democracia (demos: povo no cratos: ukun) significa povo mak ukun. Ukun oinsá? Ukun liu-husi ninia representante sira iha Parlamento Nacional, nebé iha poder atu controla Governo. Povo mak hili representante sira ne’e liu-husi eleição. Maibé Presidente mak sei hili Primeiro Ministro (Chefe Governo) husi partido mais votado ou aliança partido nebé maioria parlamentar (CRDTL art. 106o. alinea 1). Citação ne’e, atu hatudu de’it katak ema sê mak hakarak ukun, sei hola parte iha partido político. Iha buat rua diversa: Política nudar ciência no Partido Político nudar instrumento. No wainhira ita liga clero no política, buat nebé Lei Uma Kreda bandu mak: clero sira labele hola parte ativa iha partido político. Labele sai membro ativo iha partido. Labele hola parte iha partido atu nune’e partido manán, nia hetan posição. Ne’e mak Igreja bandu. Se clero halo política hadau poder no hetan posição, ne’e mak Uma Kreda hakahik.

Timor-Leste la adopta tirania nebé limita povo nia participação iha política maibé, adopta democracia. No democracia fo biban ba cidadão hotu (inclui clero sira) atu hato’o ninia opinião no [bele] mós clero sira hato’o povo nia aspiração. Tansá? Tamba clero besik liu, hela iha povo nia le’et, hamutuk ho sira no  rona liu povo nia lia halerik iha no ba tempo hotu.  Diferente ho representante nebé fim de semana mak ho prado halai liu husi povo nia uma oin, depois dehan estrada diak. Clero la precisa tara batina atu halo política no koalia política. Clero mós la persisa tara batina atu tutan povo nia lian nebé la lian, hanesan membro do Parlamento Nacional sira halo, basá tur iha Parlamento Nacional la significa [belum tentu] sai representante povo sepenuh-nya.

Clero sira sei moris hela iha rai, seidauk ba lalehan. Sira moris iha mundo, sai cidadão iha nação ida, pertence ba rai ida. Significa iha direito hanesan mós cidadão sira seluk. Raro! Maibé ita atento karik, liafuan iha cânone 287 hakerek mós («a não ser que, a juízo da autoridade ecclesiástica competente…»). Significa clero bele hola parte ativa iha política wainhira hetan autorização atu defende Igreja nia direito no promove bem comum. Clero bele halo política maibé, la’os [labele] atu hadau poder no hetan posição. Basá clero nia knaar la’os atu governa Estado maibé, administra Sacramento nst. Nune’e conclusão mak: clero bele halo política, enquanto defende Igreja nia direito no promove bem comum. Clero labele halo política enquanto atu hadau poder no hetan posição.

 

Igreja Católica: Política Plinplan?

«Relijiozu lalika halo politika plin plan, uluk halo buat ida ohin halo buat seluk. 2005 demonstrasaun iha Dili halo hasoru governu tanba governu hasai materia relijiaun moral iha eskola». (Facebook, 04.01. 2018; 16:46).

Husi lamentação ne’e, iha mós liafuan interessante atu elabora. Ne’e mak «política plinplan». Iha parte ida, lakohi atu bispo no padre sira mete política, maibé iha parte seluk, reconhece [bele] mete política maibé labele plinplan. Liafuan («plinplan») ne’e habadak husi língua indonésia: plintat-plintut; refere ba «hanoin, decisão ou atitude sira nebé laiha firmeza». Ninia conotação negativa. Saída mak sai fundamento? Demonstração 2005 – maibé ha’u prefere uza manifestação. Igreja Católica halo manifestação dame hasoru Governo Fretilin atu defende confissão religiosa sira hotu ninia direito. Manifestação atu halo «defesa dos direitos da Igreja» (cfr. cân 287). Bispo, padre, religioso/a no fiar-na’in católico sira defende ema-fiar na’in hotu (protestante no muçulmano) nia direito atu hetan «Educação Fiar no Moral obrigatória iha Ensino Público» (cfr. Nota Pastoral dos Bispos Católicos de Timor-Leste sobre o Ensino da Religião nas Escolas Públicas, Dili, 17.02.2005).

Importante atu hanoin katak manifestação 2005 ne’e, Igreja Católica halo, la’os tamba anti-Fretilin, ou pro-oposição, ou pro-partido seluk, la’os mós anti-Islam, ou anti-Alkatiri. Maibé atu mós promove bem comum (cfr. cân 287). Necessário tebes atu hanorin fiar no moral iha Escola Pública sira – no Católica mós, tamba atu hatoman cidadão sira moris iha honestidade, solidariedade, prudência, justiça nst. Honesto iha serviço. Solidário ho belun. Hadomi ambiente. Respeita ema seluk nia direito. La foti sasán arbiru… La halo corrupção. La egoísta. La halo lei atu beneficia an rasik. Evita hahalok injustiça. Wainhira hanorin no hatoman cidadão ki’ik-oan sira ho hahalok diak, significa salva daudaun governante aat iha futuro. Atu labele monu ba tentação: «remata mandato, cumpre sentença». Hala’o knaar polícia no escolto konvoi ho cirene ba serviço-fatin provisório (kantor), maibé mandato remata, polícia no guarda konvoi ho cirene ba hela-fatin provisório (prisão).

 

Igreja Católica: Consciência Crítica ba Nação

«Sono certo che voi, con i sacerdoti, continuerete a svolgere la funzione di coscienza critica della nazione, mantenendo a tal fine la dovuta independenza dal potere politico in una collaborazione equidistante che lasci ad esso la resposabilitá di occuparsi del bene comune della società e di promuoverlo». Discorso del Santo Padre Francesco ai presuli della Conferenza Episcopale di Timor Est in Visita  AD LIMINA APOSTOLORUM, Roma, 17 marzo 2014.

Lós duni katak iha separação poder entre Estado no Igreja. Instituição rua diferente. Maibé separação la significa laiha colaboração. Konaba relação rua (Comunidade Política no Igreja Católica) iha documento Concílio Vaticano II, Gaudium et Spes no. 73-76 explica claro konaba independência, autonomia no cooperação. Maibé iha ne’e, ha’u cita de’it discurso Papa Francisco nian ba Bispo Conferência Episcopal Timorense. Iha mensagem Santo Padre uza verbo «Continuare», terceira pessoa plural, futuro. Nia tenik: «Voi, con i sacerdoti, continuerete a svolgere la funzione di coscienza critica della nazione…». Se Papa Francisco uza verbo («continuare») ne’e la’os asal-asalan, ha’u hanoin, ha’u hetan razão atu explica, tansá uza verbo («continuare») no la’os («cominciare»). Verbo rua ninia uzo diverso: «cominciare» indica buat ruma nebé «foin hahú», enquanto «continuare» significa «hatutan» buat nebé hahú tiha ona. Papa Francisco hatene katak Igreja Católica iha Timor-Leste sai tiha ona consciência crítica ba nação desde hahú, tan ne’e, nia tatoli atu continua buat nebé imi halo tiha ona. Sai consciência crítica la significa sai oposição, contra Estado sem razão, lae! La significa husik responsabilidade, lae! Lakohi colabora, lae! Maibé significa sai nudar «Lia» ida nebé koalia beibeik no koalia nafatin. Significa sai nudar «alarme» atu fo hanoin no bolu atenção ba perigo ruma. Nune’e Igreja Católica coopera wainhira política hatur iha princípio subsidiariedade, justiça social, bem comum no colabora wainhira promove dame, domin, unidade no liberdade.

 

Conclusão

Igreja Católica ninia missão la’os halo política, maibé nia iha knaar profética. Nia iha dever atu koalia no fo hanoin, sei la impõe. Nudar Papa Francisco nia mensagem: «Imi (Bispo sira) no imi nia na’i-lulik sira continua sai consciência crítica ba nação». Refere ba Igreja nia knaar profética. Maibé hatudu mós ninia ser nudar Inan no Mestra. Nu’u Inan, nia fo hanoin beibeik; nu’u Mestra nia hanorin nafatin. Clero sira simu knaar la’os atu governa Estado maibé, serbí Maromak nia emar sira. Sai defesa dos indefesos, la’os sai representante do povo. Sira la precisa tara batina, ba tur iha PN atu representa povo maibé, iha sira nia-an, iha nação ida ne’e, sira mak cidadão balun entre cidadão lubun nebé ita hanaran Povo Timor. (*Estudante Instituto Superior de Filosofia e Teologia –ISFIT Dom Jaime Garcia Goulart Fatumeta, Dili, Timor-Leste. Oras ne’e, continua estudos Teológicos iha Pontificia Universidade Urbaniana, Roma).

 

Referência :

DOCUMENTO CONCÍLIO VATICANO II, Constituição Pastoral Gaudium et Spes konaba Igreja iha Mundo Atual (7 dezembro 1965); Codex Iuris Canonici –CIC (data promulgação 27 novembro 1983); CONSTITUIÇÃO DA RDTL (20 março 2002); Dom Alberto Ricardo DA SILVA e Dom Basílio do NASCIMENTO, Nota Pastoral dos Bispos Católicos de Timor-Leste sobre o Ensino da Religião nas Escolas Públicas, Dili, 17 fevereiro 2005 (forum-haksesuk.blogspot.it; up-load: 24 janeiro 2006); Discorso del Santo Padre Francesco ai presuli della Conferenza Episcopale di Timor Est in Visita  “AD LIMINA APOSTOLORUM”, Roma, 17 marzo 2014 (m.vatican.va); Pe. Francisco PINHEIRO, História da Igreja em Timor, Seara Diocese Dili (ainnomaia.blogspot.it; up-load: 20 agosto 2015).

“CONSTITUCIONAL PATRIOTISM” : TETU HIKAS NO SUKAT TO’OK ELEIÇÃO ANTECIPADA

Martinho G. da Silva Gusmão

Hanorin Filosofia Politica, Ética  Filosófica

 

Artigo ida ne’e mai ho ideia singular: labele monu lalais ba eleição antecipada! Partido Fretilin nahouk ona. Dom Basilio do Nascimento no Padre Dr. Júlio Crispim explica claro tiha ona – katak, dalan único atu resolve impasse politico ohin loron mak eleição antecipada. CNRT, PLP, KHUNTO ne’ebe forma AMP mos “hein de’it decisão” PR Lu-Olo nian, “hein buat di’ak, maibe pronto hasoru buat at”. PD mesak mak la concorda ho eleição antecipada, maibé se maioria (Fretilin, CNRT, PLP ho KHUNTO) houk ona, PD hakruk. Há’u nia posição katak – eleição antecipada ne’e péssima ideia (ide sangat buruk). Ho respeito tomak ba partido sira no belun clero, há’u hare husi filosofia – eleição antecipada ne’e “contra-senso”, “absurdo”.

Há’u sai comissario iha CNE, 2007-2013 – hakerek livro 4 no artigo/ paper 40 resin ba de’it assunto eleição. Buat ne’ebe há’u hatene katak eleição halo de’it ba PR no PN. Ne’e duni, wainhira Governo monu, katak, “demissão” ba Governo. La normal wainhira dehan kedas eleição! Maibe, wainhira PN “dissolve” mak bele halo eleição duni. Hau sei explica tuir buat ne’ebe há’u estuda no hatene durante tinan 6 nia laran ne’eba.

 

Hermenêutica legal …  

Ohin loron ema hotu-hotu hare lisuk de’it mak ba artigo 106o KRDTL. Ha’u mós lakohi lakon. Ha’u le fila ba fila mai to’o dekor tiha. Maibé, explicação ne’ebe ha’u bele rona husi Bispo Baucau nian ho Padre Julio Crispim, hanesan possibilidade ida. Nune’e mós wainhira jurista, Dr. Manuel Tilman hato’o … ohin ida, aban seluk. La hatene tan sa mak, iha fulan 3-4 nia laran ema mata-manas de’it ho artigo ida ne’e, no liu-liu patina iha liafuan “ou” de’it.

Ha’u la’os jurista, maibé kleur ona hanorin filosofia política ho especialidade ida: Hermenêutica legal! Ne’e katak, hanorin estudante sira atu hare no tetu lei ka constituição husi artigo ida hodi nakdaet ba artigo seluk.

Wainhira ita hare didi’ak, afinal artigo 106o ba deit “Nomeação” primeiro ministro. Ninia hanoin ida de’it: PM. Hau la hare didi’ak, tan sa mak ema barak halo ulun moras to’o kedas “governo minoria” no “oposição maioria”, depois mosu to’o “aliança maioria parlamentar 2”.  Foti tiha nia, Primeiro Ministro halo proposta ba Presidente da Republica atu nomea Ministro sira. Hotu ona iha ne’e.

Importante atu ita hatene, PR hili ema ida atu sai PM hare ba ninia governabilidade – katak, nia bele kaer governo ne’e ho diak no ho qualidade. Iha ne’e factor ne’ebe determinante mak PR “ouvidos os partidos políticos representados no Parlamento Nacional” – “rona hotu partido politico sira ne’ebe iha ninia representante iha PN” (hau nia tradução). Iha caso agora, PR rona partido-Fretilin, depois CNRT no PLP, PD ho KHUNTO. Tuir logica constitucional, Dr. Mari Alkatiri sai PM tan partido 5 nahouk hotu. Pelo menos, partido 4: Fretilin, PLP, PD no KHUNTO. Partido CNRT hili uluk ona dalan atu sai oposição. Ne’e duni, fou-foun há’u hanoin katak nomeação ba Dr. Mari Alkatiri tuir ona dalan constitucional.

Maibé, ha’u surpresa tebes ho declaração PM Alkatiri nian, katak, nia simu knar ne’e tan Bispo Basilio do Nascimento mak husu ka “fo apoio”, no liu-liu ninia “compadre” Xanana Gusmão mos simu hotu! Ikus mai, “compadre” 2 monu tama iha conflito nia laran tan “comadre” sira tama klaran. Kama mos tohar! Kala nune’e mak wainhira Dr. Manuel Tilman no Dr. Julio Crispim koko atu hadi’ak kama ain-tohar ne’e, sira 2 haluha tiha atu suku mos lipa nakles.

Nune’e, ita hare problema la’os ona iha artigo 106o: governo maioria ka minoria. Hun no abut mak “compadre” ho “comadre”! Filosofo politico husi Harvard, John Rawls dehan, “… justice as fairness … constitucional democracy …. so far as possible, independent of controversial philosophical and religious doctrines”. Atu bele hatur justisa lolós tuir nia fatin, democracia constitucional, bele karik, hases tiha husi controvérsia filosófica no doutrina religião nian: Bispo, padre, compadre no comadre.

Wainhira mosu conflito, hau nia maluk balun husi Comunidade Islâmica Timor-Leste hakerek iha facebook, katak, di’ak liu Alkatiri lalika sai PM wainhira ema la considera nia, hatun ema Islam nia honra ka dignidade. Fila mai, tan “umat Islam” tane metin nafatin nia. Liu tiha horas balun, posting ne’e lakon tiha ona. Kala ita nia maun-alin sira hanoin katak Mari Alkatiri sai PM atu tane sae Islam. Sira mós hanoin katak sai PM ne’e depende ba doutrina religião Islam nian (ne’e mentalidade Indonesia nian).

Situação sai complicado wainhira “oan sarani” sira (Fretilin, CNRT, PLP, PD no KHUNTO) iha PN la hatene saída mak “padrinho” ho “madrinha” cumbina malu ho bispo, padre no ustad ho pastor sira. Kasian, “oan sarani” sira la hetan orientação didi’ak mak ninia resultado sai rungu-ranga hotu, liu-liu “ampao” la iha ba festa Natal nian.

Ba há’u, saída mak Dr. Mari Alkatiri explica iha televisão, hatudu ona katak nomeação ba PM ne’e complicado husi inicio kedas! Há’u nia pergunta: se “compadre” José Alexandre Gusmão nahouk atu “compadre” Mari Alkatiri sai PM, tan sa mak Presidente partido CNRT Kay Rala Xanana Gusmão la suporta? Ho “compadre” na’in 2 ne’e ninia problema, tan sa mak CNRT no Fretilin tenki fera ulun hamutuk ho bispo no padre Julio Crispim atu justifica eleição antecipada?

Ha’u la hetan resposta husi artigo 106o KRDTL. Iha livro Tractatus Logico-Philosophicus nia laran, Ludwig Wittgenstein (filosofo) dehan “§ 7: Wovon man nicht sprechen kann, darüber muss man schweigen” (wainhira ema la iha liafuan atu ko’alia, iha biban ne’e nia nonok tiha). Atu dehan, wainhira artigo 106o la dehan buat ida konaba ba eleição antecipada, ema labele rakalele tun sae atu rakatiki tiha PM. Artigo 106o ne’e bele hakawe ho artigo 85o alínea d); ka 86o alinea h).

Maibé, se governo compadre Alkatiri nian monu duni karik? Ne’e fohin mak to’o iha Demissão do Governo (artigo 112o n. 1, 2). Sasukat la to’o atu halo eleição antecipada. Ita ba halo to’ok leitura critica hermenêutica legal ba artigo ide ne’e:

1). Implicam a demissão do Governo – kona-da’et ba governo ida atu hakotu ninia knar:

  1. O inicio da nova legislatura. Hahu legislatura foun. Ida ne’e normal, wainhira eleição 2017 hili ona deputado foun, VI Governo hotu ona. Labele ona assina tan projecto! Erro ne’ebe VI Governo halo mak, dehan hela semana 2 de’it ona, sistema taka hotu ona mos nakdedar fahe lalais projecto, nune’e VII Governo mak ulun moras. Hanesan los iha 2007, Governo no PN (Fretilin) nakdedar hakarak aprova lalais Lei Pensão Vitalicia (LPV), maibé AMP (CNRT, PD, ASDT/PSD) la ulun moras tan hotu-hotu “turut menikmati”.
  2. A aceitação pelo Presidente da Republica do pedido de demissão apresentado pelo Primeiro Ministro. Hanesan iha 2014, Kay Rala Xanana Gusmão husu atu PR hakotu PM ninia knaar no fo hikas fali ba Rui Maria Araújo. Tuir lolos PD no FM halo boikot ba decisao ne’e, tan CNRT la hili husi ninia coligação maibé ba hili fali oposição (partido Fretilin). Ida ne’e exemplo ida, katak, Fretilin suporta governabilidade “minoria” ho voto coitado! La iha eleição antecipada. PM Gusmão mak kala isin baruk ona be entrega fali ba PM foun. Ida seluk, iha 2006 wainhira PR Xanana husu PM Alkatiri atu resigna husi ninia knar. La iha eleição antecipada! Tan Fretilin sei bele assegura “single majority” ida.
  3. A morte ou impossibilidade física permanente do Primeiro Ministro. Wainhira PM mate ka hetan desastre ruma ne’ebe halo nia labele ona bok-an tun sae. PM mate ka tun, governo mos hotu. La iha eleição antecipada.
  4. A rejeição do programa do Governo pela segunda vez consecutiva. Katak, wainhira programa ne’ebe PM hatoo ba PN hasoru ona “rejeição” ka “penolakan” dala rua tui-tuir malu (hare mos artigo 108o; 109o KRDTL). Dehan de’it “segunda vez consecutiva”, maibé la dehan liu tiha loron 1 ka 2, 30 ka 60. Hanesan Dr. Mari Alkatiri dehan, tuir lolos oposição fo tiha moção dahuluk, fo tan kedas ba daruak iha loron ne’e kedas. Ha’u la’os jurista, maibé “prazo legal” bai-bain fo ida be máximo.
  5. A não aprovação de um voto de confiança. Wainhira PN halo ona “rejeição”, PM Alkatiri bele husu “voto de confiança” (artigo 110o). Ne’e katak, Governo bele halo negociação didi’ak hodi husu hikas PN (liu-liu oposição) atu fo voto foun hodi bele hala’o ninia programa ne’ebe monu ona. Wainhira la hetan tan confiança, nune’e Governo demite. PM Alkatiri la husu, maibé ba kedas dehan “hau sei la mai dala rua tan iha PN”. Significa, Dr. Mari Alkatiri lakohi usa ninia direto constitucional nu’udar Chefe do Governo atu husu “voto de confiança”. Maibé, ha’u hare liu ida ne’e hanesan problema psicológico (bele mos metafisica; bele mos meta-ética), la’os politico. Ha’u hanoin, PM Alkatiri “de propósito” (sengaja) husik ninia governo chumba duni!
  6. A aprovação de uma moção de censura por uma maioria absoluta dos Deputados em efetividade de funções. Katak, PN halo “moção de censura” (artigo 111o), wainhira hare katak Governo la halo tuir ninia knar ona no programa la’o la los ona. Ha’u la compreende, matenek nain sira iha oposição AMP, governo sei hatoo hela programa no ladauk tan executa ninia governação, oinsa mak hato’o tiha “moção de rejeição” ba tuir kedas “moção de censura”? Kala, AMP hakarak duni halo PN naksobu tan sira hanoin uluk ona eleição antecipada, antecipadamente! Maibé atu fo exemplo di’ak liu mak wainhira V Governo fo ZEESM ba Mari Alkatiri, tuir lolos CNRT, PD no FM halo “moção de censura”. Basá, ZEESM la tama iha programa Governo nian. “Compadre” Xanana mak hakarak fo ba “compadre” Alkatiri. “Comadre” sira iha Dili mak lori ba monta iha Oe-Cusse. La hatene, tan sa mak CNRT, PD no FM la halo? Agora, wainhira Governo sedauk halo buat ida, CNRT mak iha ulun atu halo “moção de censura” ba Fretilin ho PD. Kabun makili, maibé laran mak sae fali! Ka hanesan uluk, PM Alkatiri no MNEC Ramos Horta assina Taci-Timor ba tinan 50, PN la halao “moção de censura”. Agora, deputado sira husi oposição AMP atu halo hasoru PPN, ne’e hanesan ema kaer tudik la’os atu ba ku’a na’an ka modo, maibé ba tesi ninia kakorok rasik. Ba ha’u, oposição AMP halo kanek-an de’it. Tuir lolos ne’e, PLP mak matenek liu, tan Taur Matan Ruak wainhira kaer knar nu’udar PR nia tahek Fretilin no CNRT ba caso sira ne’e.

2). “O Presidente da Republica só pode demitir o Primeiro-Ministro nos casos previstos no numero anterior e quando se mostre necessário para assegurar o normal funcionamento das instituições democráticas, ouvido o Conselho de Estado”. Katak, PR atu hatun PM, rona mos husi Conselho de Estado (artigo 91o). PR laos nahi tur nahi mehi ba hatun ona PM. Lae! Iha ninia dalan rasik. Dalan ne’e mos la badak, hanesan ita nia hanoin badak.

To’o iha artigo hirak ne’e hotu, ita hare de’it mak DEMISSÃO ba PM no Governo. Se Governo monu, la iha eleição antecipada. Tan, PM no Governo la’os POVO mak hili, maibe PR mak foti. Partido sira mak hili PM! Ne’e duni, tuir regra ka logica constitucional, PR rona hikas “Conselho de Estado” no foti processo foun. Katak, bolu hikas partido-Fretilin, CNRT, PLP, PD no KHUNTO atu tur hamutuk hodi hili PM foun. Githu aja kok repot?!

Keta haluha, Lei-Inan dehan PR “ouvido” (rona netik) partido sira no Conselho de Estado. Maibé, PR mak iha knar exclusivo atu hakotu lia. AMP lalika ona dehan sei lori PR ba processo “impeachment”. There is no way to go!

Maibé, eleição antecipada bele mosu, wainhira Parlamento Nacional monu! Buat ne’ebe há’u hare, AMP hamonu tiha ona PN molok hamonu Governo! Governo hamrik ona tan “compadre” 2 no bispo hamutuk ho PR hakotu ona lia, katak: bele! – “green light”. To’o iha PN laran mak “oan sarani” sira rungu-ranga dehan “minoria” ho “maioria”, alias, “padrinho-madrinha” mak fo “ampao” poder la hanesan! Nune’e mosu “red light” hela de’it iha PN.

Iha artigo 100o mak ko’alia konaba “Dissolução” ba PN. KRDTL hatur “O Parlamento Nacional não pode ser dissolvido nos seis meses posteriores à sua eleição…”; dehan katak liu tiha eleição foun ida, labele hamosu tan eleição seluk iha fulan 6 nia laran. Eleição ida uluk monu iha Julho 2017. Labele halo eleição foun iha fulan 6 nia laran, katak, to’o Janeiro 2018 de’it mak ninia “prazo legal” moris! Nune’e mos wainhira iha PR nia mandato hela fulan 6 de’it ona, ka “Estado de sítio” ka “estado de emergência”, labele iha “dissolução”. Ne’e duni, wainhira PR haruka atu halo “dissolução” ba PN mak KRDTL 100o dehan “subsequentes eleições”. Ida ne’e mak ita ba hamutuk ho PM Alkatiri no Partido Fretilin kokotek no kokorek iha medsos konaba eleição antecipada. Liafuan “eleição antecipada” rasik la hakerek iha KRDTL, maibé “subsequentes eleições”. Iha sistema eleitoral mundo rai-klaran, “eleição antecipada” (early election; primary election) ne’e ba de’it nação sira ne’ebe tenki troka senadores ka deputados atu hakotu sira nia mandato no hili foun fali.

Pergunta boot: ho razão saída mak PR halo “dissolução” no haruka halo “subsequentes eleições” (= eleição antecipada)? Artigo 100o la dehan buat ida. Ita ba took artigo 86o alínea f); dehan knaar PR nian atu “Dissolver o Parlamento Nacional, em caso de grave (1) crise institucional que não permita a formação de governo ou (2) a aprovação do Orçamento Geral do Estado por um período superior a sessenta dias, com (3) audição prévia dos partidos políticos que nele tenham assento e (4) ouvido o Conselho de Estado, (5) sob pena de inexistência jurídica do ato de dissolução, tendo em conta o disposto no artigo 100o; (número 1-5, ha’u mak tau atu fasilita leitura) …. dalan naruk no halo kolen. PR Lu-Olo la tur heneba, teki-teki ida rua tama ba ho “compadre” no “comadre” ba husu eleição antecipada! La iha!

 

KRDTL artigo 86o alínea f) ne’e todan oituan

1). “… crise institucional que não permita a formação de governoPR tetu uluk lai crise institucional ne’ebe halo katak labele forma governo. PR lalika hare ba asneiras “compadre” sira, “oan sarani” ho “padrinho” sira. Na verdade, ko’alia momos karik ohin loron ita hasoru crise psicológico husi Xanana no Alkatiri, ne’ebe halo “instituição estado” sai tiha “U boot” husi “compadre” sira nian. Ne’e duni Taur Matan Ruak ko’alia loos, Xanana ho Alkatiri ne’e halo Estado sai tiha “família” nia custa. Partido Fretilin no CNRT ne’e sai tiha ona oligarquia Alkatiri no Xanana. PLP mak “comadre” karik. Depois KHUNTO sai “comadre” nia maluk? Hau sente, maun sarani no alin sarani sira iha CNRT, PLP no KHUNTO mak hakarak hadau lalais “ampao” (poder no projeto)! Ne’e duni, governo forma ona maibé asneiras no manhosa sira iha AMP mak halo natal ho ano novo ne’e sai rungu ranga tiha. Crise institucional ne’e mosu la’os KRDTL, maibé psicológico ka metafisica. Fou-foun, Fretilin hametin uluk tiha ona “alianca maioria parlamentar” (AMP): Fretilin, PLP, KHUNTO. Maibe, to’o dalan klaran, AMP mosu fali ho Fretilin, PD, KHUNTO. To’o hili PPN mak hela de’it ona Fretilin no PD. Iha sistema semi-presidencial, Fretilin no PD bele kaer nafatin Governo. Los duni, Governação Fretilin/PD nian hamosu problema governabilidade, tan suporta minoria iha PN.

Maibé, buat ne’ebe há’u hare oposição AMP halo “suicídio politico” (bunuh diri politik) tan husi sira nia “crise metapsicológica” (ansi, liman ain nakdedar, hamlaha ne’ebe transforma ba ‘sede do poder’; filosofo Nietzsche dehan “der Wille zur Macht” – the Will toward Might; la’os de’it “power”, maibe “might”) mak hamosu “crise institucional”: boikot buat barak iha PN; obviamente vota contra programa, lakohi participa iha reuniões comissões PN nian, lakohi halo programa atu visita eleitores, lakohi tama serviço (deputado senior sira falta hela de’it) to’o ikus mai husu destituição PPN, deputado balun CNRT nian koko atu “hadau lalais meja” PPN, too OGE no OR (“emergência”) mos chumba hotu. Agora, AMP rasik mak hanoin atu aprova lalais OR (“agonizante”); koko atu tama bebeik plenária, buka atu halo lei anticorrupção. Maibe kala Fretin no PD hanoin la biban ona, tan tempo atu executa mohu tiha ona! Ne’e duni, AMP hamout duni Koligasaun Fretilin-PD iha “crise institucional” nia laran atu bele atingi sira nia hanoin halakon “governabilidade”, maibe mos sei labele hamosu “formação do governo”.

PR bele foti decisão atu halo eleição antecipada. Maibé, há’u surpresa tan AMP mak lakohi fali halo eleição antecipada. Wainhira Deputado Fidelis Magalhães (PLP), Arão Noe (CNRT) no Luís Ribeiro (KHUNTO) halo declaração hamutuk no hato’o razão oi-oin, hau sente “estranho” (aneh). “Santíssima trindade” oposição AMP nian ne’e hanesan los “flu burung”, la’os ona manu-falur ne’ebe ne’ebe laran kmaus, maibé makerek! Sira hanoin de’it atu oinsa mak Governo monu lalais, maibé la sukat katak sira hotu namtate.

2). “…. a aprovação do Orçamento Geral do Estado por um período superior a sessenta dias”! Kala ida ne’e mak problema ne’ebe rasta malu la hotu rai. OR la liu. OGE mos intupido. PM Alkatiri la lori hikas OGE mai lalais. Nia hakarak atu halo iha 31 de Janeiro! Ne’e dok liu ona prazo “60 dias”. Agora oposição AMP koko atu halo manobra oinsa mak bele halo debate hikas ba OR (tan osan atu bele sustena makina estado nian mohu duni ona); ka, koko atu hatudu katak sira mak badinas liu iha PN laran. Loro-loron ita le facebook, ita mak sente moe fali. Ba há’u, iha aspecto ida ne’e AMP la sukat politica, maibe halo metafisica – “hakarak salva povo” maibe hare katak Fretilin-PD nia programa politico ho liafuan “irracional”, “inconsistência”, “la realista” no “ambicioso”. Maibe, aban-bainrua sira manan eleição antecipada, oinsa mak sira apresenta fali “irracional” ho “inconsistência” ne’e nu’udar “racional” no “consistente”?

3). Maibe, keta haluha katak PR mos sei iha “… audição prévia dos partidos políticos que nele tenham assento ”! Ne’e duni, liu tiha fulan 6 mak OGE la aprova nafatin, hafoin PR bolu partido hotu-hotu: Fretilin, CNRT, PLP, PD no KHUNTO atu rona sira nia hanoin lai. Be partido sira seluk ne’ebe la iha “assento” iha PN, oina? Ita hein de’it iha liur atu rona gosip! PR halo “audição previa”, la’os halo “decisão”.

4). Ikus liu, PR sei “…ouvido o Conselho de Estado” (hanesan artigo 91o). PR “rona” de’it, hotu ona. La dehan katak PR tenki halo tuir. Ne’e problema boot tan fali ona, tan iha Conselho de Estado nia laran “compadre” ho “comadre” mak tur iha laran. Sira ko’alia saída de’it mos ita labele hafuhu husi janela kuak atu rona. Tan KRDTL dehan “As reuniões do Conselho de Estado não são publicas” (no 2). Ne’e?!

5). Wainhira PR la hakat tuir 1-4, mak sei mosu “sob pena de inexistência jurídica do ato de dissolução, tendo em conta o disposto no artigo 100o”. PR labele dissolve PN, wainhira la la’o tuir dalan hirak ne’e. Maibe, AMP sei labele kokorek no kokotek husu “impeachment”, wainhira PR foti decisão ba eleição antecipada. Nune’e mos, Fretilin-PD labele mangame wainhira PR dehan la iha “subsequente eleições”.

 

Conclusão, katak, “normalmente” eleição antecipada ida mosu la’os tan Demissão do Governo, maibe Dissolução do Parlamento Nacional. Governo monu, ne’e “salah satu alasan”, la’os “satu-satunya alasan”. PN mak “bubar”, dalan único mak eleição antecipada. Githu lho, mas!!! Hau sai comissário tinan 6, no participa iha evento lubuk ida nacional ho internacional, hakerek livro no artigo … hau seidauk hare processo eleição ba membro Governo nian, sa tan referendo ba programa governo. Referendo ba LPV bele; ba ZEESM bele; ba mega projecto Taci-Mane bele!

 

Constitucional patriotism”: Proposta ba Impasse!

 Ba há’u, eleição antecipada sai hanesan vírus cancro ida ne’ebe estraga no halo “CULTURA DEMOCRATICA” iha Timor-Leste sei mate kotu kedas. Iha Lian-Makloken KRDTL nian dehan, “Plenamente conscientes da necessidade de se erigir uma cultura democrática e institucional própria de um Estado de Direito onde o respeito pela Constituição, pelas leis e pelas instituições democraticamente eleitas sejam a sua base inquestionável; …”. Hanoin konaba “cultura democrática” ne’e ita labele haketak ho “representatividade democrática” no “oposição democrática” (artigo 70o).

Tan sa mak ita adopta tiha filosofia democracia nian ne’ebe furak tebes, maibe ita sobu hodi halimar de’it? Wainhira Xanana Gusmão kaer knar nu’udar Chefe do Governo, mosu bebeik liafuan “estado frágil” no “estado falhado”. Timor-Leste nia naran sai bo’ot iha estado frágil sira ne’e nia let, la’os tan ita mak di’ak liu maibe tan ita mak osan barak atu hami’ak rai seluk. Ita rasik fraco ida be fraco nian kedas. Exemplo mak agora mosu dada’uk, issue “eleição antecipada”.

Timor-Leste nia “cultura democrática” (la’os “regime democrático”) hatur lolos duni doutrina “patriotismo constitucional”. Há’u gosta saída mak Jürgen Habermas dehan, “… democratic citizenship need not be rooted in the national identity of a people. However, regardless of the diversity of different cultural forms of life, it does require that every citizen be socialized into a common political culture” (JH, Facts and Norms, 1996: 500). Atu ita bele sai cidadão democrático, ita nia hun no abut mak “… profundo sentimento, as aspirações e a fé em Deus do povo Timor-Leste” (preambulo KRDTL); “normas e os usos costumeiros” (art 2o n. 4); “Igreja católica” (art 11o n. 2); “confissões religiosas” (art 12o). Ita nia identidade nacional mos hatudu iha diversidade – husi Lorosa’e too Loromonu; taci-feto ba taci-mane; firaku-kaladi-baikenu. Rikusoi hirak ne’e mak halo Habermas hatudu katak ema ida-idak hatene hare Constituição nu’udar fatin ba “common political culture”.

Crise constitucional ne’ebe mosu agora, tan ita hakerek tiha buat furak iha surat tahan leten, maibe sai burado iha “common political culture”. Alias, iha tinan 22 nia laran ita restaura tiha independencia, ita la kaer KRDTL nu’udar solução ba problema “national identity” no “common political cultural”, maibe sai tiha fali problema nia hun no abut. Todan liu tan, ita nia camada intelectual lakohi ona ko’alia tuir sira nia matenek, maibe tuir sira nia politica no bisnis!

Proposta husi Habermas nian konaba “constitucional patriotism” bele ajuda ita atu labele sobu “cultura democrática” no halo rahun “oposição democrática”, liu husi eleição antecipada. Hamutuk ho Habermas, há’u identifica problema 3 iha “Estado frágil” (ne’ebe g7+ la mai Timor-Leste atu ajuda resolve), no ho kedas sugestão atu LABELE lalais tama ba ELEIÇÃO ANTECIPADA.

Problema dahuluk (1): iha Estado Frágil nia laran, lei ho ordem mak namlele! Ne’e duni “instituições eleitas” [tuir dalan democracia nian] lakon ninia monopólio atu usa força legitima atu protege Povo rasik, maibe hanesan atu halo Povo moris la hakmatek fali. Deputado/a sira ne’ebe ko’alia konaba “oposição constructivo” ka “oposição educativo” la foti programa Governo nian atu tetak no tempra didi’ak ho argumento intelectual, maibe kaer uluk ona “cartão mean” atu vota contra.  Husi hahu kedas ita hatudu ona katak “oposição democratica” ninia serviço mak atu “hatun governo”, no la’os tetak ho tempra programa governo.

Todan liu tan, ita nia matenek na’in sira fera ulun ba de’it artigo 106o (nomeação PM) no lakohi hateke ba artigo sira seluk atu ajuda malu. Ida ne’e dehan halakon tiha “justice as fairness” (John Rawls) no hamohu tiha “justeza politica” (Norberto Bobbio). Iha situação ida ne’e PN paralisado! Há’u hanoin oposição AMP husi hahu kedas hakarak hamonu duni PN – “dissolução antecipada”! Nune’e, PM Alkatiri (no, Fretilin) ko’alia bebeik hodi PR nia naran atu halo eleição antecipada. Iha biban seluk, Oposição AMP halo PN la funciona maibe sira tuda rai rahun ba Fretilin no PD, depois sira “fase liman” tiha hanesan Pilatos hasoru injustiça politica ne’ebe mosu dadaun. Ikus mai, há’u hare katak Oposição AMP agora tauk liu atu ba eleição antecipada. Nune’e iha facebook hahu “promosi” katak sira sibuk liu ba visita povo; sibuk ba visita instituição estado nian; sibuk atu hahu plenária; sibuk atu ba comissão parlamentar; … sibuk iha fatin hotu wainhira sira hatene los ona katak PN paralisado.

Albert O. Hirschman hakerek artigo ida “Social Conflicts as Pillars of Democratic Market Society” (cf., Political Theory 22 [2], 1994) hodi hatudu situação ne’ebe nia hanaran “either-or” ka “non-divisible” nu’udar oposição ba situação “divisible” ka “more-or-less”. Há’u hanoin, ba Fretilin, CNRT, PLP, PD no KHUNTO bele tetu ida ne’e. Partido sira ne’e tuir lolos lalika sukat malu ho “divisible” (fahe malu fera malu) de’it, maibe koko halo compromisso politico. Husi comentário hirak ne’ebe Partido sira halo, ema bele hare momos no borus kedas katak Partido sira hatudu de’it “absolute unwillingness” (lakohi duni atu hatudu oin midar ba malu) atu halo compromisso.

Compromisso ba saída nian? Ema hotu hatene, to’o labarik sira iha escola primaria mos dehan, PPN no PM. KRDTL hatudu dalan momos hela “ouvidos os partidos políticos representados no Parlamento Nacional” (art. 106o; art. 85 alinea d]). Bispo Dom Basilio do Nascimento no “compadre” José Alexandre Gusmão bele fo hanoin ba “compadre” Dr. Mari Alkatiri. Maibe, ida ne’e la’os constitucional. Importante mak Presidente da República rona Partido sira iha PN nia laran – Fretilin, CNRT, PLP, PD ho KHUNTO. So Partido Politico sira de’it mak bele lori malu to’o iha “more-or-less” – mais ou menos – se mak sai PPN no PM.

Tan Alkatiri la’os mai husi partido hotu nia hakarak, liu-liu “comadre” sira iha CNRT ka PLP nia laran, nune’e mosu situação “either-or” – oposição lakohi Fretilin atu kaer ukun, ka, oposição lakohi Alkatiri atu sai PM? Buat ne’ebe ita bele hare husi liur, oposição halo “either-or”. Iha ne’e ita brani atu hili “the basic value of constitucional democracy” atu respeita “partido mais votado” (Fretilin) hamutuk ho PD hodi kaer Governo (la’os “minoria”, tan Ministro sira barak los), ka, “the normative aspects of the state” katak husik PN (iha ne’e mak ko’alia konaba “maioria parlamentar” art 106o) mak halo “decisão politica” (art 92o).

Halai hikas lalais mai atu husu eleição antecipada ne’e hatudu de’it katak ita nia “representatividade democratica” (art 70o) lakon ninia gosto! Alias, sira la hatene halo politica nu’udar “o arte do pensar e agir” (Aristoteles), ka “the art of expedience” (Isaias Berlin) maibe sobu tiha atu halo de’it politica sai “manutenção do poder” (Machiavelli; Thomas Hobbes). Ne’ebe, se Deputado/a no Partido 5 ne’e la iha capacidade no abilidade “literária” atu halo “decisão politica” (art 92o) iha PN nia laran, tan sa mak POVO tenki ba hili hikas fali sira?

Uluk iha FORUM MAUBISSE, líder sira hanesan Xanana, Alkatiri, Taur Matan Ruak, Ramos Horta, Lu-Olo, no José Luis Guterres ko’alia konaba transformação ba geração foun. Liu-liu na’in 5 oan ne’e: Xanana, Alkatiri no Ramos Horta hamutuk ho Lu-Olo no Taur Matan Ruak labele kedas resolve “oan sarani” sira iha PN (no, “comadre” sira), tan sa mak ita tenki gasta osan atu hili nafatin “OB” sira ne’e? Há’u concorda, se eleição antecipada ne’e atu ba hili “roupa foun”, la’os “roupa foer” ka roupa ne’ebe serve de’it iha “obralan”.

Tan sa? Problema daruak (2): capacidade ne’ebe fraco ka desintegrado hodi hatan ba Povo ninia necessidade ka Povo nia hakrak/ mehi, serviço publico ne’ebe parado, Povo ida-idak buka moris rasik no hein de’it bainhira mak Partido politico sira han bosu ka moris hakmatek.

Hau sente “desgraça” (ngeri), wainhira líder balun dehan ko’alia iha “campanha eleitoral” ita bele ko’alia saída de’it atu bele dada povo nia atenção no hetan poder, maibe tama ona iha poder mak partido sira halo “gestão” ba interesse. Barrata! Dehan, iha politica la iha amigo la iha inimigo maibe iha de’it interesse. Ba há’u, liafuan hirak ne’e rona ba “brutal” no “barbar”. Lae! Politica ne’e husi hun no abut kedas Aristoteles dehan “o arte do pensar e agir”. Ita nia KRDTL usa liafuan furak tebes “CULTURA DEMOCRATICA” ne’ebe sai ona “common political culture” (Habermas, Rawls, Bobbio), iha mundo rai-klaran ne’e.

Iha Estado frágil ida nia laran, liu-liu ninia “boss g7+” Timor-Leste, ita hasoru paradoxo boot ida “On the one hand, we look to constitucion in order to underpin the legitimacy of the new government by providing the popularly agreed-upon structure and values by which it governs. On the other hand, by importing identity question into the constitucional arena, we risk escalating the conflict rather than alleviating it” (cf., Aliza Belman & Hanna Lerner in D.W. Brinkerhoff, Governance in Post-Conflict Societies, 2007: 49). Hare husi ne’e, ita bele sukat katak eleição antecipada ne’e hanesan kokir tun sae KRDTL atu bele hetan ai-rin ba legitimidade ba Governo liu husi suporta popular. Ne’e los hela. Maibe, ita la hare “risk escalating the conflict”: la’os física (violência) maibe metafisica (pensamento intelectual)! Katak, ita taka matan ba “raison d’état” (razão do Estado), no buka haksesuk malu liu atu programa hirak ne’e bele “beneficia” empresário Partido nian. Ita hare momos katak iha PN, Deputado/a sira liu-liu AMP ko’alia bebeik konaba “sentido do Estado”, maibe la iha “sentimento do Povo”.

Há’u mak hanesan Fretilin no PD karik, husik ba Governo monu depois entrega hikas ba PR, depois PR forma VIII Governo. Fretilin no PD fila ba “oposição democratica”! Hare to’ok, AMP2 bele ukun tuir “cultura democratica” ka lae! Ba há’u, wainhira CNRT, PLP no KHUNTO mak ukun ne’e sei sai hanesan saída mak Taur Matan Ruak dehan, lori istilo GOLKAR. Tinan 10 (2007-2017) nia laran, GOLKAR mak ukun iha Timor-Leste. So what githu lho?! Hanesan ne’e Fretilin no PD bele sai “oposição educativo” ka “oposição constructivo”. Ho ida ne’e, ba eleição 2022, Fretilin ho PD bele ba ku’u kafe iha Ermera no kulu iha Baucau, ba fa’an iha território tomak … “tula dikur ba malu, se book oli”!

Dala ida tan, ba há’u eleição antecipada ne’e husik hela kanek ida iha “cultura democratica” nia laran. Liu-liu tan KRDTL ita tesi-tun tesi-sae halo roupa áat ida hodi hatais ba festa democracia nian! Fretilin no PD, imi mesak mak bele SAVE THIS NATION …!

Problema datoluk (3): Entidade sira ne’ebe representa Estado lu’ut metin de’it iha sira nia knuuk laran no la iha coragem atu ba hasoru Povo. Hodi liafuan seluk, ita nia “Sua Excelência” sira lakon sira nia credibilidade rasik; la fiar-an no patina iha fatin!

Favor ida hapara tiha “pencitraan” iha facebook, katak imi sae motor ba PN, ba visita eleitor no sibuk iha plenária atu foti lei anti-corrupcao.

Se há’u mak AMP karik, há’u sei ba hasoru hikas Fretilin no PD atu loke hikas negociação politica – “o arte do pensar e agir”; “the art of expedience”. Nicolau Lobato ninia liafuan furak tebes, “Muita dor de cabeça tem havido por causa de não se fazerem as devidas distinções. Neste assunto impõe-se ter um fino sentido de compreensão e discernimento político”. Partido 5 ne’e tama iha situação ne’ebe Nicolau Lobato dehan la hatene halo “devidas distinções”: ida ne’ebe mak lós, ida ne’ebe mak sala; ida ne’ebe mak furak, ida ne’ebe mak feuk; ida ne’ebe mak di’ak ida ne’ebe mak at. Ba há’u, saída mak CNRT, PLP no KHUNTO halo hodi boikot ba buat hotu maibe la’os ho argumento racional, “fact and state of affair”, ne’e la’os “cultura democratica”. Oposição iha “direito”, no liu-liu “dever sagrado” atu foti “cartão mean” … maibe, foti ho oin foti ho néon. La’os foti husi ain-tur. Governo Fretilin no PD bele monu, no monu duni ona. Maibé, AMP iha responsabilidade atu labele halo rahun PN.

Ba há’u, dala ida tan, AMP “dissolve” tiha ona PN (hahu ona husi eleição ba PPN, tuir mai foti hosi comissão maibé depois lakohi halo reunião; vota contra PPN) molok obriga Governo atu halo “demissão” (vota contra Programa no OR, nune’e labele ona halo OGE). PR iha tiha ona razão tomak atu foti decisão ba eleição antecipada.

Maibé, dala ida tan Nicolau Lobato nia liafuan, “Muita dor de cabeça tem havido por causa de não se fazerem as devidas distinções. Neste assunto impõe-se ter um fino sentido de compreensão e discernimento político”.