shadow
Diocese de Dili > NOTÍCIAS > OPINIÃO > SEGUNDO PARTIDO MAIS VOTADO CONCEITO INEXISTENTE TUIR CRDTL (HANOIN NETIK, HANOIN LISUK PE. ALÍPIO PINTO GUSMÃO NIAN)

SEGUNDO PARTIDO MAIS VOTADO CONCEITO INEXISTENTE TUIR CRDTL (HANOIN NETIK, HANOIN LISUK PE. ALÍPIO PINTO GUSMÃO NIAN)

INTERPRETAÇÃO NO APLICAÇÃO ART. 106.º (n.º 1, 1ª parte)

Dr. Pe. Júlio Crispim

(Jurista no Acadêmico)

 

               Lê tiha hanoin Pe. Pinto Gusmão, Alípio nian kona ba “Hanoin lisuk hamutuk ho Dr. Pe. Júlio Crispim”, pessoalmente orgulho tebes tanba ita bele hanoin hamutuk art. 106.º, n.º1 KRDTL hodi bele expõem opinião oi-oin, hanesan ka la hanesan, atu haburas no haklean liu tan participação cidadão intelectual sira, jurista ka laos jurista, acadêmico ka laos acadêmico, político ka laos político ba entedimento diak no klean kona ba normas jurídicas-constitucionais nebe vigora iha ita nia ordenamento jurídico timorense.

               Hanoin lisuk hirak nunee furak tebes atu bele contribui, nudar opção, ba solução no decisão sira nebe ita nia órgão soberania sira sei foti hodi fo resposta justo no adequado ba polémica política sira (liu-liu kona ba constitucionalidade no inconstitucionalidade ba actos órgão soberania sira nian) ka conflito de interesse política pessoal ka partidário (liu-liu kona ba se mak bele assume titularidade ba órgão soberania ida, ex. PPN ka PM) nebe mak mosu hodi implica, directa ka indirecta, ba normal funcionamento do Estado de Direito Democrático. Atu dehan katak, normal funcionamento do Estado de Direito Democrático nebe diak, consistente no eficiente, sempre hahu ho interpretação no aplicação ba normas constitucionais no normas jurídicas vigentes. Nunee, wainhira iha interpretação los no lolos, bele iha aplicação los no lolos, pelo contrário lae.

               Tanba nee, iha Direito, consagra rasik nia regra interpretação jurídica (art. 8.º, Lei n.º 10/2011) atu ema ida-idak labele interpreta normas jurídicas ka constitucionais tuir nia gosto ka tuir nia area científica rasik, tem que tuir regra interpretação jurídica nebe consagra iha lei, ho nia modalidade [interpretação autêntica (interpretação husi legislador) no interpretação doutrinal (interpretação husi laos jurista ka jurista (liu-liu docente Direito sira) no interpretação jurisdicional ka tribunal)], nia objectivo (interpretação subjectivista, objectivista no mista), usa didiak elemento interpretação sira [interpretação gramatical no interpretação lógico (nebe contituido husi intrepretação histórico, interpretação sistemático, interpretação racional) no inferência lógica das regras implicítas] hodi hetan resuldado interpretação sira (interpretação declarativa, interpretação extensiva, interpretação restritiva, interpretação abrogante no interpretação enunciativa) nebe los no lolos.

              Molok atu interpreta art. 106.º n.º 1, importa identifica uluk lai norma jurídica-constitucional nee nia caracteristica sira. Husi norma jurídica-constitucional nee, bele dehan katak, nia iha caracter hipotética (laos categórico, katak só produz efeito wainhira verifica situação previsto), caracter geral (aplica ba qualquer partido político), caracter abstrato (aplica ba situação lubuk ida) no mos caracter imperativa (aplica tuir nia termo, nia opção possível no nia critério valorativo sira nebe imprime coerência no significado husi disposição legislado).

               Interpreta norma jurídica-constitucional refere katak,“PM indigitado husi partido mais votado ou husi aliança partido sira ho maioria parlamentar” nee, los duni tem que fo atenção ba nia estrutura gramatical hodi sustenta interpretasaun gramatical, nudar exposição Pe. Pinto Gusmão, Alípio nian kona ba “Hanoin lisuk hamutuk ho Dr. Pe. Júlio Crispim”. Tuir estrutura gramatical hetan duni frase principal rua nudar observação husi Pe. Pinto Gusmão, Alípio. Katak, norma jurídica bele fahe ba frase rua, tanba tuir Pe. Pinto Gusmão, Alipio, iha lia fuan “OU” neebe gramaticalmente bolu “conjunção” hodi hafahe norma jurídica nee. Nunee, frase principal rua nee, mak: (1) PM indigitado husi partido mais votado; no  (2) PM indigitado husi aliança partido sira. Dehan mos katak frase principal rua nee, ida-idak completa ho requesito determinante “ho maioria parlamentar”, nee mos los. Interpretação gramatical tuir estrutura gramatical, nebe analise husi “frase” nee los, maibe gramaticalmente precisa hahu uluk husi “palavra”, mak ba “frase” no ba “proposição” atu bele hetan ida-idak nia significado no sira hotu nia significado lolos, maibe hirak nee precisa wainhira iha dúvida ba sira nia significado gramatical.

               Interpretação gramatical Pe. Pinto Gusmão, Alipio gramaticalmente nee, los duni, maibe iha area ciência jurídica considera intrepretação gramatical nee, interpretação ida FRAGIL, MATAK no KIAK (tan ba nee, Pe. Pinto Gusmão, Alipio, ladauk tein tan materia jurídica nian, hasai uluk ona conclusão ida neebe la corresponde lolos ho espírito jurídico-constitucional nian neebe composto husi espírito legislador, espírito sistema jurídico no espírito racional norma nee nian rasik; hodi conclui uluk katak, iha caso concreto, 2017 nian, aliança partido sira nee bele forma mesak deit husi partido menos votado sira hodi hetan maioria parlamentar ba forma governo , sem respeito, sem consetimento no sem justiça, hasoru partido mais votado), no ciência jurídica simu interpretação gramatical nee nudar mero PONTO DE PARTIDA ba interpretação jurídica neebe, em regra (art. 8.º, Lei n.º 10/2011), tem que hakat ba interpretação lógica neebe composto husi interpretação histórico (buka hatene espírito legislador nian), interpretação sistemático (buka hatene espírito sistema jurídico nian) no interpretação racional (buka hatene espírito racional nudar fruto husi exercício intelectual nian). Iha interpretação lógica, interprete la uza deit material gramatical sira, hanesan “palavra”, “frase” no “proposição” (nudar Pe. Pinto Gusmão, Alipio usa), maibe usa liu-liu material lógica sira, hanesan “termo”, “conceito” no “disposição”. Nunee, tuir interpretação lógica, disposiçao constitucional em causa, fahe ba disposição principal rua, hanesan ho interpretação gramatical Pe. Pinto Gusmão, Alipio nian, [mak: (1) PM indigitado husi partido mais votado; no  (2) PM indigitado husi aliança partido sira; nebe disposição principal rua nee precisa completa ida-idak nia an ho conceito maioria parlamentar depende ba verificação hipótese naran ida iha situação concreto liu husi EP], nebe forma husi termo jurídico lubuk ida (símples no composto) hodi hamosu conceito jurídico hat, mak conceito principal tolu (indigita PM, partido mais votado no aliança partido sira) no conceito determinate ida (MP).

               Historicamente, tuir dados husi debate iha Assembleia Constituante, norma jurídica-constitucional refere hetan nia razão-de-ser iha resultado eleição parlamentar (EP). Katak aplicação norma nee nian depende fundamentalmente ba verificação partido mais votado nebe iha maioria parlamentar, quer dizer hetan maioria absoluta. Mak hetan maioria absoluta katak hetan duni maioria parlamentar, partido mais votado nee bele forma mesak Governo no partido menos votado sira hotu bele hela iha oposição democrática. Mak la hetan maioria absoluta katak la hetan maioria parlamentar, funciona kedas particula conectiva “OU”, hodi facilita hakat liu ba, aliança partido sira hodi buka maioria parlamentar atu ba forma Governo.

               Sistematicamente, tuir sistema jurídico nia espírito no sentido, norma jurídica-constitucional ida nee, tem que subordina ba princípio geral no princípio fundamental Direito nian nebe consagrado iha CRDTL, liu-liu iha art. 1.º, n.º 1 no art. 16.º CRDTL. Husi disposição constitucional hirak nee, bele hetan princípio geral relevente balun, especificamente, mak princípio Estado de Direito Democrático ho nia corolário importante rua mak, princípio democracia no princípio legalidade-constitucionalidade no hetan mos princípio fundamental balun, especificamente mak, princícipio primazia vontade popular (art. art. 1.º, n.º 1) no mos bele hetan tan princípio geral relevante seluk mak, princípio segurança jurídica no princípio justiça (art. 16.º CRDTL) ho nia corolário ímportante balun mak, princípio igualdade, princípio diferença no princípio oportunidade. Nunee, norma jurídica-constitucional em causa tem que subordina ba princípio geral no fundamental sira nee. Husi nee, interprete sira buka halo subordinação norma jurídica-constitucional nee ba espírito no sentido sistema jurídico-constitucional sira. Nunee, iha interpretação no aplicação norma jurídica-constitucional nee labele, em caso nenhuma, viola espírito no sentido sistema jurídico-constitucional nee. Consequentemente, partido mais votado nee, partido mais votado nafatin, fo ba nia DIREITO no DEVER JURÍDICO-CONSTITUCIONAL sira atu halao nia função hanesan partido mais votado;  Nunee mos partido menos votado nee, partido menos votado nafatin, fo ba nia DIREITO no DEVER JURÍDICO-CONSTITUCIONAL atu halao mos nia função sira hanesan partido menos votado.  Labele partido politico sira laço malu, kateri malu, sama malu no hadau malu tiha DIREITO no DEVER JURÍDICO-CONSTITUCIONAL sira, hodi viola fali princípio geral no princípio fundamental sira neebe positivado ona iha ita nia sistema jurídico-constitucional.

               Racionalmente, tuir raciocínio ético-jurídico nian, bele foti uluk mak, critério ético-jurídico “bom pai da familia”  nudar “homem medio ka homem normal no criterioso” neebe hakarak no hatene destingue entre buat diak no buat los husi buat aat no buat kleuk iha nia vida. Nunee mos, bele foti tuir tan mak, critério ético-jurídico “boa fé” neebe exige consciência pura, honestidade, humildade, no verdade, katak iha boa fé ba buat neebe los no lolos tem que dehan los no lolos, ba buat neebe  la los no la lolos tem que dehan la los nos la lolos (critério nee ligado ho critério recto no correcto neebe lógica exige). Consequentemente, partido mais votado no partido menos vatado sira tem que iha “dever-ser” fundamnetado no valorizado iha raciocínio ético-jurídico. Husi nee bele questiona, ético-jurídico ka lae, wainhira DIREITO no DEVER JURÍDICO-CONSTITUCIONAL partido mais votado nian hetan laço no hadau tiha husi partido menos votado sira? Racionalmente, katak ho bom senso, ema normal no criterioso sei hatan ho boa fé katak nee la ético-jurídico nem jurídico-ético.

               Nunee, kona ba significado gramatical husi palavra “OU” neebe Pe. Pinto Gusmão, Alipio explica tuir dicionário portugues neebe fo sentido hat nee mos, la sala ida, halo furak liu tan no midar liu tan nudar contribuição suficiente ida ba interpretação jurídica ka interpretação lógica nian. Independentemente husi nia sentido gramatical, utilização particula conectiva “OU” nee iha nia lógica rasik, katak particula nee iha sentido hipotético (laos categórico), katak, laos fo opção possível ba verificação no realização entre conceito 1.º partido mais votado no conceito 2.º partido masi voatdo (neebe conceito nee inexistente constitucionalmente), maibe fo opção possível ba verificação no realização conceito partido mais votado (liu husi verificação entre maioria absoluta ka maioria simples) nudar resultado husi eleição parlamentar (EP). Katak husi resultado EP mak partido mais votado hetan maioria absoluta, nia iha rasik ona maioria parlamentar, nunee nia bele forma Governo mesak no, partido menos votado sira hotu hela iha oposição democrática (1.ª hipótese), maibe husi resultado EP mak partido mais votado mos hetan maioria simples, la hetan maioria parlamentar rasik,  hanesan ho partido menos vatado sira seluk neebe hakat liu barreira eleitoral, partido mais votado ho maioria símples nee, convida no convoca partido menos votado balun, ba halo aliança dos partidos hodi hetan maioria parlamentar ba forma Governo, consequentemente partido menos votado balun hela iha oposição democrática (2.ª hipótese). Nunee, bele dehan katak, mak la verifica 1.ª hipótese bele hakat liu husi particula “ou” ba 2.ª hipótese (nee mak hau dehan alternativa relativa ka relação-dependência).

               Kona ba conceito  “partido mais votado” no “partido menos votado”, atu dehan deit, tuir regra interpretação jurídica, iha art. 8.º, Lei n.º 10/2011, dehan “a interpretação não deve cingir-se a letra da lei e não pode ser considerado pelo intreprete o pensamento legislativo que não tenha na letra da lei, um mínimo correspondência verbal, ainda que imperfeitamente expresso”, katak interpretação la bele halakon lei nia letra. Nunee, husi lei nia letra, hare katak lei constitucional usa letra “partido mais votado” nudar nia conceito jurídico-constitucional. Husi conceito “partido mais votado” neebe consagrado iha letra lei nian, interprete bele kria conceito “partido menos votado”  liu husi “inferência lógica das regras implicitas” (Miguel Reale) no liu husi sentido contrário senso. Katak, conceito “partido menos votado” nudar regra implícita ida neebe halo nia sai explícita liu husi inferência lógica no sentido contrário senso. Nunee, usa conceito “partido menos votado” nee tanba iha consequência lógica husi “partido mais votado” (existente implicitamente iha CRDTL). Consequentemente, conceito “segundo partido mais votado” tuir lolos tem que moris husi conceito “primeiro partido mais votado” nudar nia cosequência lógica rasik, maibe cuitado CRDTL la consagra conceito “primeiro partido mais votado” neebe wainhira usa conceito “segundo partido mais votado” nee la iha ona nia lógica no la lao tuir ona lei interpretação refere. Nunee, bele dehan conceito “segundo partido mais votado” nee in-existente, explícita nem implicitamente, iha CRDTL. Katak, usa conceito “segundo partido mais votado” hodi legitima partido politico nia poder atu laço no hadau poder constitucional sira nee, pratica kedas inconstitucionalidade gráve no intolerável iha RDTL.

 

Husi, hanoin netik, hanoin lesuk Pe. Alipio Pinto Gusmão nian bele foti CONCLUSÃO hirak tuir mai nee:

(1) Interpretação gramatical neebe Pe. Alipio usa nee, los, maibe sei matak los ka sei fragil los, tanba ladauk hakat too ba interpretação jurídica nia exigência no la dauk hakat tuir regra interpretação jurídica nian; Nunee, conclusão jurídico-ético-constitucional nebe hetan mos sei matak hela no sei fragil mos.

(2) Husi espírito no sentido norma jurídica constitucional refere, nudar norma hipotética ida, neebe nia imperatividade categórica nee só bele observa wainhira hetan ona resultado Eleição Parlamentar (EP);

(3) Husi resultado EP, mak observa katak bele funciona ona primeira hipotése “PM indigitado husi partidu mais votadu ho maioria parlamentar” [katak, partido mais votado hetan voto maioria absoluta (mínimo hetan kadeira 33 ih PN)], la precisa funciona tan ona segunda hipótese; nunee partido mais votado ho maioria absoluta, hetan kedas maioria parlamentar, bele forma governo mesak, consequêntemente partido menos votado sita hotu hela iha oposição democrática;

(4) Husi resultado EP, mak partido político sira nebe hakat liu bareira eleitoral, la iha ida mak hetan maioria absoluta, então la preenche maioria parlamentar, tan nee norma nee hamosu particula conectiva “ou” atu fo dalan tama ba segunda hipótese “PM indigitado husi aliansa partidu sira ho maioria parlamentar”. Problema neebe mosu iha segunda hipótese nee mak, iha aliança partido sira nee, partido mais votado, nia fatin iha ka lae? bele ka lae partido mais votado exclui tiha husi processo formação Governo? iha aliança partido sira, partido mais votado iha ka lae direito ba halo aliança partido sira ka naran partido menos votado ida bele hadau malu ho partidu mais votado ba halo aliança partido sira atu se mak hetan uluk maioria parlamentar bele ba forma governo?

(5) Resposta ba problema sira nee, la bele ses husi princípio geral no fundamental sira, no mos tuir espírito no sentido norma jurídica-constitucional nebe hetan husi regra interpretação jurídica rasik. Nunee, princípio geral no fundamental sira no mos espírito no sentido norma jurídica refere la fo dalan ba partido menos votado sira atu hadau malu ho partido mais votado hodi hetan maioria parlamentar ba forma Governo, maibe fo dalan atu partido menos votado sira colabora ho (katak fo hanoin, fo fuan no fo liman) partido mais votado atu hetan maioria parlamentar ba forma Governo. Katak, partido menos votado sira iha dever ético-jurídico hodi participa no subordina ba (princípio participação no pricícipio subordinaçao nebe la exclui respeito mútuo no igualdade expressão no acção ba solução justa no aceitação mutua) partido mais votado atu labele viola princípio geral no fundamental sira no mos assegura pensamento jurídico-constitucional sira hodi forma Governo.

(6) Nunee, norma CRDTL nee, taka dalan ba partido menos votado sira atu hetan mesak maioria parlamentar ba forma governo. Katak tuir, funcionamento ideal no compreensivo ba segunda hipótese nee mak, wainhira partido menos votado la kohi ona lao hamutuk ho partido mais votado hodi halo aliança partido sira hodi hetan maioria parlamentar, mak nia hili ona oposição democrática, katak nia rejeita atu hola parte iha aliança partido sira ho maioria parlamentar ba forma Governo, tanba particula conectiva “ou” laos loke hipótese ba partido mais votado ka partido menos votado atu concorre malu halo aliança partido sira hodi hetan maioria parlamentar ba forma Governo, maibe loke hipótese ba partido mais votado atu forma mesak governo tanba nia hetan maioria absoluta ka partido mais votado iha deit maioria simples, la bele forma mesak governo tanba la ih maioria aprlamentar, tenki halo aliança partido sira hamutuk ho partido menos votado ruma hodi hetan maioria parlamentar ba forma governo. Pelo contrário lae, tanba halo violação ba CRDTL.

(7) Governo legitimo ida monu iha dalan klaran, laos ba directamente Eleição Antcipada, maibe bele loke fali dala ba hahu processo formação Governo foun tuir resultado Eleição Parlamentar anterior, hodi hahu fali processo husi art. 106.º (n.º 1, 1.ª parte);  nunee, mak iha processo formação Governo nee, durante loron 60, la consegue forma Governo, CRDTL considera nudar grave crise institucional no fo compeência ba PR atu dissolve PN (art. 86.º  (f) conjuga ho art. 100.º no art. 99.º, n.º 5 CRDTL) no decreta EA, independentemente husi risco possível oi-oin, tuir exigência no responsabilidade husi sistema Estado de Direito Democrático neebe RDTL adopta iha nia CRDTL.

(8) La iha duni dalan tuir CRDTL (tuir diálogo karik bele, maibe diáologo diak, wainhira facilita PP sira atu simu malu tuir dalam CRDTL, pelo contrário laos diálogo diak) ba partido menos votado sira atu halo mesak aliança partido sira hodi hetan mesak maioria parlamentar ba forma mesak Governo. Dalan diak liu no los liu ba partido menos votado sira tuir padrão jurídico-ético-constitucional mak, colabora ho partido mais votado sira hodi participa hamutuk iha aliança partido sira hodi hetan hamutuk maioria parlamentar ba forma hamutuk Governo. Consequentemente, partido mais votado ho partido menos votado balun nebe iha hamutuk aliança partido sira, hetan hamutuk maioria parlamentar ba forma hamutuk Governo no partido menos votado balun, nebe la ba hamutuk forma governo, sira hela nudar oposição democrática durante período duranção Governo legítimo formado. Iha aliança partido sira, maibe la hetan maioria parlamentar, bele forma Governo, iha risco, maibe conjuga ho espectativa jurídica kona ba incidência parlamentar ba interesse no necessidade geral Estado no povo nian.

 

Dr. Pe. Júlio Crispim Ximenes Belo

Clero Diocesano Diocese Baucau;

Aktivista RENETIL no Aktivista FRENTE KLANDESTINA;

Alumni Escola Superior Filosofia no Teologia Ledalero – Indonesia;

Alumni Faculdade de Direito da Universidade de Macau – China;

Aktual docente Intituto Superior Filosofia e Teologia Fatumeta – Dili;

Aktual docente Faculdade Direito UNTL – Dili.

OBRIGADU WAIN

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *